Defesa & Geopolítica

EUA pedem desculpa por fotografias de soldados com civis afegãos mortos

Posted by

http://wwwimage.cbsnews.com/images/2010/02/23/image6234266g.jpg

21.03.2011 – Por PÚBLICO
NATO diz que imagens podem causar mais danos do que as de Abu Ghraib.
O Exército norte-americano pediu desculpa por imagens de soldados sorrindo sobre cadáveres de civis que tinham alegadamente morto, fotografias de “troféu” que poderão causar mais danos do que as de soldados americanos torturando presos em Abu Ghraib, no Iraque.

“Pedimos desculpas pela angústia que estas fotos causaram”, indica o comunicado do exército.

As fotografias foram publicadas pela revista alemã “Der Spiegel” e estarão entre muitas encontradas por investigadores do Exército norte-americano. As imagens fazem parte da acusação num processo em tribunal marcial de cinco membros de uma unidade que operava em Kandahar pela morte de três civis, assassínios premeditados que foram disfarçados de acções de auto-defesa.
Numa das fotografias, um soldado levanta, com um cigarro na mão, a cabeça de um homem coberto de sangue e aparentemente morto. Na segunda, outro soldado sorri enquanto segura o mesmo homem.
Uma terceira foto mostra dois corpos, aparentemente sem vida, apoiados contra um poste.
Alguns membros da unidade americana de 12 elementos, conhecida como “kill team”, terão mesmo tirado pedaços dos cadáveres das pessoas que mataram: num dos casos, um sargento, Calvin Gibbs, cortou o dedo mindinho de um cadáver, retirando-lhe ainda um dente.
De acordo com a “Der Spiegel”, que afirma ter investigado a equipa durante cinco meses, os militares americanos terão tentado impedir a publicação das fotos, com receio de uma possível reacção contra as suas tropas no Afeganistão.

“Der Spiegel publica apenas três das quatro mil fotografias e vídeos, apenas as necessárias para a história que precisa de ser contada aqui”, explica a publicação.

Um membro do Conselho de Segurança Nacional do Afeganistão disse à BBC que este acontecimento poderia intensificar a tensão entre os dois países: “Esta é a última coisa que esperamos nesta altura. A nossa posição é muito clara, parem de mater civis e estas mortes não são aceitáveis para o Presidente, para o país e para o povo afegão.”

Fonte: O Público

9 Comments

shared on wplocker.com