Defesa & Geopolítica

União Africana rejeita intervenção militar na Líbia

Posted by

EFE  —  A comissão designada pela União Africana (UA) para encontrar uma solução à crise na Líbia rejeitou neste sábado “qualquer intervenção militar estrangeira” no país. O presidente da Mauritânia, Mohammed Ould Abdelaziz, anunciou esta posição no começo do encontro deste sábado em Nouakchott entre os cinco chefes de Estado africanos (Mauritânia, Mali, África do Sul, Uganda e República Democrática do Congo) que fazem parte da comissão.

Abdelaziz lembrou que esta posição foi confirmada pelo comunicado da última reunião do Conselho de Paz e Segurança da UA em Adis Abeba, e assinalou que qualquer solução à crise “deve ser conformada com o compromisso com o respeito da unidade e a integridade territorial da Líbia”. “De maneira responsável e eficaz, devemos tomar nota desta nova evolução e coordenar melhor nossos esforços com todos os nossos parceiros e todas as partes implicadas para chegar a uma rápida solução desta crise”, considerou Abdelaziz em seu discurso.

Navios de guerra e submarinos dos Estados Unidos e Grã-Bretanha, assim como aviões franceses, começaram neste sábado a atacar sistemas antimísseis e veículos militares líbios.

Fonte: Terra

8 Comments

shared on wplocker.com