Defesa & Geopolítica

Aspirantex 2011

Posted by

Navios partem para a “ASPIRANTEX 2011”


Partiu da Base Naval do Rio de Janeiro, no dia 7 de janeiro de 2011, o Grupo-Tarefa (GT) 701.1 que conduz a Operação “ASPIRANTEX 2011”, tendo como seu Comandante o Contra-Almirante Wagner Lopes de Moraes Zamith. Os navios que compõem o GT dirigem-se para o Sul do País e, no dia 12, serão divididos em duas Unidades-Tarefa, uma que demandará Buenos Aires (Argentina) e outra, Montevidéu (Uruguai).

Embarcados nos meios da Marinha do Brasil estão Aspirantes da Escola Naval que, durante a comissão, acompanham e participam de atividades desenvolvidas a bordo dos navios. Até o final da viagem, fruto das experiências e dos ensinamentos colhidos, terão a oportunidade de ratificar ou retificar a escolha do Corpo (Armada, Fuzileiros Navais ou Intendência) e de Habilitação (Eletrônica, Sistema de Armas e Máquinas) que fizeram ao final de 2010.

A “ASPIRANTEX” visa, também, ao aprimoramento do adestramento das tripulações dos meios da Esquadra que dela participam. Para isso, estão previstos exercícios e manobras marinheiras em grau crescente de dificuldade durante a cinemática da comissão. Fazem parte do GT: a Fragata “Niterói” (F40), Navio Capitânia do GT; a Fragata “Constituição” (F42), a Fragata “Bosisio” (F48), o Navio de Desembarque de Carros de Combate “Almirante Saboia” (G25), o Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta” (G23) e a Corveta ”Frontin” (V33). Presentes, também, estão suas aeronaves orgânicas: dois AH-11A “Super Lynx” (F40 e F42), um UH-12 e um UH-13 “Esquilo” (F48 e V33) e um UH-14 “Super Puma” (G25).

https://www.mar.mil.br/menu_h/noticias/12012011/img03/4.jpgNavios em formatura, com o capitania, a Fragata “Niterói”, ao centro


No decorrer da Operação, dividida em três fases de mar, serão empregadas aeronaves de asa fixa AF-1 “Skyhawk” da Marinha do Brasil, meios navais distritais e aeronaves da Força Aérea Brasileira como figurativos inimigos e apoio ao adestramento. Os Submarinos “Tamoio” (S31) e “Timbira” (S32) participarão, também, dos exercícios de trânsito em área com ameaça submarina.

A primeira fase de mar da “ASPIRANTEX-11” estende-se até o dia 13 de janeiro, quando os navios atracarão em seus portos de destino. No período de estadia nos portos visitados – Buenos Aires, Montevidéu, Rio Grande e Itajaí – os navios estarão abertos à visitação pública. Além disso, nos portos nacionais serão realizadas Ações Cívico-Sociais (ACISO) com doação voluntária de sangue e de itens de vestuário.

A expectativa do Contra-Almirante Zamith com relação aos resultados da ASPIRANTEX-2011, que está apenas começando, é que, ao seu término, previsto para o dia 28 de janeiro, estejam plenamente atingidos os efeitos desejados que nortearam o seu planejamento, ou seja, que a Operação contribua efetivamente para o adestramento dos meios envolvidos e, principalmente, que garanta as escolhas de Corpo e Habilitação mais conscientes por parte dos Aspirantes do Segundo Ano, assim como amplie o preparo daqueles do Terceiro Ano embarcados, uma vez que na comissão, terão a oportunidade de interagir com o pessoal de bordo, familiarizando-se com a futura rotina.

Fonte: Marinha do Brasil

10 Comments

shared on wplocker.com