Defesa & Geopolítica

Aermacchi MB.339A e McDonnell A-4 Skyhawk na Nova Zelândia podem virar sucatas

Posted by

A-4 Skyhawk

Os 17 jatos de combate McDonnell A-4 Skyhawk e 17 Aermacchi MB.339A, que já se encontram fora de serviço na Força Aérea da Nova Zelândia, deverão ser enviados à museus, vendidos como sucatas ou canibalizados para manter o fornecimento de peças de reposição para outras aeronaves em serviço no mundo, depois que a tentativa de vendê-los para um empresa privada norte-americana falhou.

Aermacchi MB.339A

O governo daquele país deverá tomar uma decisão final nos próximos dias, uma vez que a Tactical Air Services, único cliente interessado pelos aviões, não se manifestou a tempo do prazo estabelecido. A empresa iria comprar os 34 jatos, Skyhawk e MB.339, pelo valor de US$ 155 milhões.

A-4 Skyhawk

A-4 Skyhawk

A-4 Skyhawk

A-4 Skyhawk

A-4 Skyhawk

A-4 Skyhawk

A-4 Skyhawk

Aermacchi MB.339A

Aermacchi MB.339A

As aeronaves estão estocadas desde 2001, nas Bases Aéreas de Ohakea e Woodbourne e, nesta altura do campeonato, está ficando cada vez mais difícil encontrar um operador militar que se interesse pelos jatos, uma vez que o estado de conservação das mesmas está muito degradado.

Comentário konner:

Até 1991, os A-4K Skyhawk da RNZAF passaram por uma grande programa de modernização no qual receberam um radar APG-66 do tipo usado nos F-16, e uma cabine HOTAS  com glass cockipt dois HDDs, novo HUD e giro inercial a laser, assim como dispensadores de chaff/flare.

Todos os A-4K Skyhawk,  passaram a usar mísseis ar-ar AIM-9L SidewinderMaverick AGM-65B. e mísseis ar-superfície

Fonte:  Revista Asas

34 Comments

shared on wplocker.com