Defesa & Geopolítica

Equador adquire caças Cheetah que eram da Força Aérea da África do Sul

Posted by

Um caça Denel Cheetah C enquanto operava pela Força Aérea da África do Sul. (Foto: Dean Wingrin / SAAF)

A Denel Aviation anunciou que vendeu 12 caças Cheetah para Equador. O acordo inclui modelos monoplaces Cheetah C e biplace Cheetah D’s.

Um acordo para concluir o negócio foi recentemente assinado pelo CEO da Denel Aviation, Mike Kgobe em Quito, capital do Equador.

A Denel Aviation é a projetista do caça Cheetah que foi localmente desenvolvido com assistência de Israel na década de 80. A aeronave é uma variente do Mirage III, com melhorias aerodinâmicas e aviônicos modernos, além de novos sistemas de armas e radar. Nos termos do acordo com a Força Aérea de Equador, a Denel Aviation continuará a fornecer uma compreensiva manutenção e serviços de apoio por pelo menos cinco anos após a venda, com uma opção de renovação dos serviços.

Nove biplaces e 17 monoplaces do caça Saab Gripen foram adquiridas em 1998 através de um pacote de Defesa Estratégica num programa de aquisição para substituir os caças Cheetah C e Ds em operação. O sistema Cheetah será apenas desativado uma vez que todos caças Gripen forem entregues em 2012. No entanto, os caças Cheetah desativados em abril 2008 foram para diminuir custos e os caças Gripen ainda estão em processo de entrega para Força Aérea da África do Sul (SAAF).

“Este é um empolgante negócio para Áfruca do Sul,” disse Kgobe. “Os Cheetahs da Denel estavam estocados desde que eles foram retirados de operação em 2008. A Denel Aviation e a indústria sul-africana dos Cheetahs em conjunto com a Força Aérea da África do Sul estiveram diretamente envolvidas na retirada e estocagem das aeronaves e da infraestrutura de apoio.

Kgobe destacou que a oferta da Denel atende as necessidades da Força Aérea Equatoriana (FAE) que estava a procura de modernizar sua frota de caças. As negociações entre a Denel Aviation, Armscor e a FAE tem sido feitas desde 2009. Uma equipe da FAE visitou a África do Sul em abril deste ano para inspecionar a frota de caças Cheetah e para avaliar as aeronaves em voo. As aeronaves foram disponibilizadas para venda através da Armscor, a agência estatal responsável pela venda de equipamentos e artigos militares que estão estocados.

A manutenção completa e os voos de aceitação serão executados na África do Sul e no Equador, agora que o negócio foi finalizado. A Denel Aviation também visitou as unidades da FAE para rever a infraestrutura e a capacidade técnica da Força Aérea Equatoriana para acomodar as aeronaves Cheetah, para avaliar o nível de apoio exigido e identificar a necessidade de treinamento adicional.

A Denel não informou o valor do negócio devido a uma cláusula de confidenciabilidade assinada com o cliente.

Comentário konner:

Segundo meus conhecimentos, estes aparelhos são dotados de Radar ELTA EL-M2032 Multi-modo/Pulso Dopler com alcance médio de  51Km, com canhões DEFA-554 de 30 mm.

O radar ELTA modelo 2032 é um radar multimodo, é adequado tanto para missões de intercepção para guiar armas ar-ar, como pode ser igualmente utilizado em missões de ataque ao solo, guiando armas inteligentes.

O radar pode também ser utilizado em missões de ataque naval, tendo capacidade para identificar alvos determinar distâncias, permitindo o lançamento de armas anti-navio autonomas que apenas necessitem conhecer a localização aproximada do alvo, para depois efetuarem o ataque com os seus próprios meios.

Ao contrário dos Kfirs, que utilizam motores de origem norte-americana, a África do Sul teve licença para fabricar localmente os motores ATAR que equipavam os Mirage.

Capacidade de carga em armamento é de – 6.800 Kg

Altitude máxima de 17.000 Metros

Motor Snecma ATAR 9K-50

Velocidade Maxima de 2.440 Km/h

Ao nível do mar com velocidade de 1.389 Km/h

Velocidade de cruzeiro em 980 Km/h

Autonomia carregado de 1.000 Km

Altitude máxima de operação em  17.000 Metros

Fonte: E tradução – Cavok – SAAF

23 Comments

shared on wplocker.com