Categories
Artigos Exclusivos do Plano Brasil Fotos do Dia

Concurso Plano Brasil

O  site Plano Brasil está em constantes transformações e neste momento estamos abrindo um concurso aos leitores e amigos do PB para aqueles que queiram nos ajudar enviando sugestões e desenhos de uma logomarca para o site.

Aqueles que queiram nos ajudar estabelecer  um novo indicativo visual podem enviar suas propostas para o endereço blog.p.brasil@gmail.com, não limite, o leitor pode enviar quatas sugestões quiser.


As regras são:

Os trabalhos devem ser enviados para este email até 31 de Dezembro, 2010,  os trabalhos devem estra devidamente identificados com nome do autor, email para contao e telefone.

Só serão considerados projetos originais, ou seja desenhos que nãos ejam copiados de outras logomarcas.

A logomarca deve representar o caracter do site, o estilo é livre e podem ser considerados quaisquer tipos de desenhos.

A escolha da logomarca será por votação dos próprios leitores num período a ser estipulado.

O vencedor do concurso, receberá brindes do site, bonés, camisetas e outros brindes com a logomarca impressa. caso seja do interesse do autor também faremos divulgação dos seus trabalhos artísticos.

A logomarca vencedora será produzida em 3D pelo nosso departamento de design e estará exposta em todos os produtos do Site Plano Brasil.

Então, você quer nos ajudar a desenvolver uma nova logomarca par o nosso site?

contamos com você…

Cumprimentos

Lucas Urbanski

Plano Brasil



Categories
Defesa

Saab inicia Centro de Inovação e Pesquisa Brasil-Suécia

http://fl410.files.wordpress.com/2010/04/saab-gripen.jpg

Hoje começou o desenvolvimento do novo centro de inovação e pesquisa sueco-brasileiro em São Bernardo do Campo, na grande São Paulo.  A Saab é uma das empresas iniciadoras e a cooperação começou com um workshop de dois dias realizado no dia 1e 2 de dezembro.

As principais áreas focadas são a aeroespacial, de defesa e de inovação urbana, por exemplo a segurança civil. O centro será localizado em São Bernardo do Campo, numa próxima cooperação com a indústria e universidades locais incluindo a UFABC (Universidade Federal do ABC) e FEI (Centro Universitário da FEI).

“O Centro de Pesquisa e Inovação formará uma ponte entre entre o Brasil e a Suécia, um pólo que identificará, desenvolverá e apoiará os projetos de cooperação bilateral de alta tecnologia e novas tecnologias para uma sociedade sustentável”, disse o Presidente e CEO da Saab Håkan Buskhe.

O centro criará parcerias e redes de oportunidades para os governos brasileiros e suecos, entidades acadêmicas e industriais com interesse em expandir a cooperação entre os dois países. O centro e suas atividades apoiarão as ambições do acordo bilateral assinado entre governos em 2009 para aumentar a cooperação industrial de alta tecnologia entre o Brasil e a Suécia.

“São Bernardo do Campo e o Brasil ganharão muito com o centro. A iniciativa da Saab representa uma grande conquista para a região”, disse Luiz Marinho, prefeito de São Bernardo do Campo.

Fonte: Cavok

Categories
Geopolítica

Vamos ver com a China como chegaremos a um acordo, diz EUA na COP-16

Sugestão: Gérsio Mutti

Esperamos ter um pacote totalmente operacional em Cancún e, para isto, todas as partes têm que decidir avançar nas negociações. Vamos ver com a China como chegaremos a um acordo balanceado”, afirmou Jonathan Pershing, o representante da delegação americana na COP-16, Conferência do Clima, em Cancún, no México.

Pershing acrescentou que não será uma negociação bilateral entre EUA e China, mas que eles são parte de um acordo global. “OS EUA estão comprometidos em chegar a um acordo em Cancún, a dar um passo além no desafio do clima em direção a um acordo equilibrado, seguindo os mesmos ideais do Acordo de Copenhague”.

Apesar disso, ele destaca que a transparência total é uma questão chave para o acordo. “Falamos de transparência total, não transparência igual”.

Para Pershing é possível avançar para um acordo em transparência e também em mitigação (redução das emissões), transferência de tecnologia, desmatamento e adaptação às mudanças climáticas. “Não há porque não chegarmos a grandes decisões nessas áreas, mas precisamos ser pragmáticos. Temos que nos focar em questões que podemos e devemos decidir aqui”.

O negociador americano disse ainda que os EUA firmaram um compromisso em Copenhague e não vão se afastar dele. “O próximo passo é implementar o que decidimos, passar pelo Congresso. É uma grande mudança de onde estávamos há alguns anos”, conclui.

Nesta primeira semana, as equipes técnicas dos países se reúnem para elaborar propostas que serão analisadas por chefes de estado e ministros na próxima semana.

A questão da transparência é uma das mais importantes a serem decididas, além da definição de metas de emissões para países ricos e pobres. O MRV (Mensurável, Reportável e Verificável) é um mecanismo para que a medição e o reporte das ações de redução sejam públicos, de maneira que possam ser verificados, se necessário. A China é contrária por entender que seria uma vigilância externa ao país.

Nota do Editor

O que é que eu falei???? se não lembra leia aqu. E os europeus ainda acreditando que os EUA e a China vão ceder algum arrego.

Quando é que a Europa vai acordar do seu sonho de uma noite de verão? Pois é e tem gente sacudindo bandeira da guerra fria.

E.M.Pinto



Fonte: UOL

Categories
Conflitos Defesa Fotos do Dia Segurança Pública Vídeo

Operação Avalanche

Sugestão: Este vídeo foi postado no Facebook pelo nosso colega Cinquini do Blog Forças Terrestres e  postamos aqui como homenagem aos homens e mulheres que procederam esta histórica operação.

Acompanhe os minutos que precederam a operação Avalanche desencadeada pelos homens do BOPE no complexo do Alemão.

O discurso é do seu comandante, nem precisa descrever a motivação e o espirito de corpo destes homens.

Vale lembrar que o conflito assimétrico que se deflagrou no complexo do Alemão apresentava características ímpares, a região é bem maior que a cidade de Faluja, palco de um dos maiores confrontos entre forças aliadas e insurgentes iraquianos.

http://userserve-ak.last.fm/serve/252/3278856.jpgO terro é extremamente perigoso, uma vez que os traficantes dispunham até de mísseis antiaéreos como Stinger e metralhadoras 0.50, o relevo e as construções são um perfeito labirinto e os traficantes dispõe de granadas, munições e explosivos.

Vale dizer que a polícia ainda não contabilizou o número de policiais feridos, mas o grande feito é que não se perdeu nenhum integrante das forças policiais e militares, ou seja, a operação foi um exito e pode se dizer que uma operação desta magnitude nunca foi efetuada por nenhuma polícia no mundo.

A função de infiltar no terreno foi delegada ao BOPE e ao CORE, que com o apoio dos Fuzileiros Navais, abriram  a frente que acabou tomando a favela do cruzeiro e o complexo do Alemão, considerado uma fortaleza do tráfico intrasponível .

PARABÉNS bravos homens e mulheres, que a caçada continue, confiamos em vocês e vos agradecemos pela bravura e proficionalismo.

http://s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2010/11/25/caveirao.jpg

Agora já sabem, quando o caveirão (DARTH VADER) aparecer, é melhor se render…


E.M.Pinto


Categories
História

Aviação do Exército realizará tradicional portões abertos

No próximo dia 5 de dezembro (domingo), a Aviação do Exército irá realizar os tradicionais portões abertos na Base de Aviação de Taubaté.

O evento terá início as 9h00 da manhã e com apresentação de todos os helicópteros militares da Aviação do Exército (AS.550 Esquilo; AS.365K Pantera e AS.532 Cougar), salto de páraquedistas, aeromodelismo, exposição de carros e motos antigas e a apresentação de cães adestrados. O evento se encerará as 13h00, com a apresentação da Esquadrilha da Fumaça.

A Base de Aviação de Taubaté está localizada na Estrada dos Remédios, 2135. Venha participar e traga a sua família!

Fonte:  Revista Asas

Categories
Negócios e serviços Tecnologia

Rússia solicita certificação do Kamov KA-32A11BC no Brasil

As autoridades russas solicitaram oficialmente, no dia 10 de novembro último, o início do processo de certificação dos helicópteros Kamov Ka-32A11BC junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Motivados pelos excelentes trabalhos que vem sendo realizados pela empresa nacional Logitec Consultoria em Logística, a Rússia espera que a certificação brasileira para o Ka-32A11BC seja emitida no segundo semestre de 2011. O processo deverá ser mais simplificado pelo fato do helicóptero já estar certificado na União Européia (através da EASA, European Aviation Safety Agency) e no Canadá.

Nos últimos anos o Brasil tem aberto espaço para os equipamentos de origem russa. Em abril de 2005 foi certificado o Mi-171, o consagrado helicóptero de transporte utilitário médio. Fruto desta certificação foi a compra de dois exemplares pela Atlas Táxi Aéreo para serem operados na Amazônia, com opções para outros cinco, em missões de transporte de cargas e logístico.

Além dessa negociação para os Mi-171A1, a Logitec foi também a responsável por implantar os Mi-35M na Força Aérea Brasileira, compra essa inédita nas Forças Armadas Brasileiras, que jamais haviam operado com aeronaves russas. Robusto e versátil, o Kamov Ka-32 tem se mostrado um sucesso mundial para operações offshore (em plataformas de óleo e gás), transporte utilitário e de passageiros , busca e resgate, combate a incêndios, entre outros.


Fonte: Revista ASAS

Categories
Defesa Negócios e serviços

Rússia poderá retomar produção da aeronave Su-25

A Fábrica de Aviação Ulan-Ude (UUAZ) no extremo leste da Sibéria poderá retomar a produção da aeronave de ataque Sukhoi Su-25 Frogfoot se as encomendas vindas do Ministério de Defesa da Rússia e da UAC (United Aircraft Building Corporation) forem confirmadas.

O CEO da United Industrial Corporation Oboronprom, Andrei Reus, levantou a hipótese que a fábrica poderia começar a fabricar as aeronaves Su-25. A Rússia por sua vez não confirmou quantas aeronaves Su-25UB/UBM vai adquirir atér 2011-20 através do programa de rearmamento do estado.

Se a produção da aeronave Su-25UBM começar, elas serão basicamente utilizadas para treinar os pilotos das aeronaves Su-25SM da Força Aérea da Rússia, de acordo com a agência RIA Novosti.

O Su-25UBM será equipado com avançados equipamentos rádio-eletrônicos e armas de alta precisão para atingir alvos em combates aéreos curtos e alvos terrestres localizados em distâncias de até 20km.

Fonte:  CAVOK

Categories
Defesa Sistemas de Armas

Norinco WMZ-551B1 – Novo blindado testado pelo Exército Argentino

Desde agosto de 2010 quatro viaturas anfíbias VCBR (Vehículo Combate Blindados a Rueda) WMZ-551B16x6 (foto), produzidas pela Norinco na China, estão sendo testadas no Regimiento de Infantería Mecanizado 12 de Toay, província de La Pampa.

Fotos/Fonte:  SAORBATS

Acompanhando os veículos veio um engenheiro, um tradutor e quatro técnicos da empresa, que ministraram o Curso de Capacitación sobre os diferentes subsistemas do VCBR (Armas, Motor, Chassis, Roídas, Comunicações, etc.). Os veículos foram adquiridos pelo Ejército Argentino para integrar a Fuerza de Tareas Combinada “Cruz del Sur”, formada por forças argentinas e chilenas. Se a avaliação for bem sucedida, serão adquiridos exemplares adicionais. (Juan Carlos Cicalesi e Santiago Rivas)

Fonte:  Segurança & Defesa

Categories
Defesa Fotos do Dia Negócios e serviços

Força Aérea Russa procura por novas 1500 aeronaves até 2020

http://2.bp.blogspot.com/_3lie2lA4gf0/TLjM7pvnblI/AAAAAAAAAFo/c_xxF49styI/s1600/Sukhoi+T-50.jpg
A Força Aérea Russa irá adquirir mais de 1.500 novos aviões e aumentar significativamente o número de armas de alta precisão em seu arsenal em 2020, disse na quarta-feira um vice-comandante da Força Aérea.
“No geral, estamos planejando a aquisição e modernização de cerca de 2.000 aviões e helicópteros até 2020 … incluindo mais de 1.500 novos aviões e cerca de 400 aviões modernizados”, disse o tenente-general Igor Sadofyev a repórteres em Moscou.
Segundo o general, em 2011 a Força Aérea planeja modernizar, construir e adquirir novos aviões, dentre os quais se destacam os caças multiemprego Su-27SM, Su-30M2 e Su-35S , os caças-bombardeiros Su-34 e os treinadores Yak-130, bem como os Ka-52, e helicópteros de ataque Mi-28N, helicópteros de assalto Mi-8, Ka-226 e helicópteros multiuso U-Ansat.
“A prioridade para a aviação estratégica é a modernização de 80 por cento dos actuais Tu-160, Tu-95MS, bombardeiros Tu-22M3 e Il-78M… e a extensão de sua vida útil”, disse Sadofyev.
Ele também disse que a parcela de armamento de alta precisão no arsenal da Força Aérea da Rússia aumentaria em 18 vezes, incluindo os veículos aéreos não tripulados (UAV) – estes, aumentariam em seis vezes.
“Além de uma atualização completa da frota de aeronaves, as medidas previstas até 2020 nos permitirá aumentar a quota de armamento de alta precisão para 70 por cento do total, ou 18 vezes”, disse o general.
Sadofyev acrescentou que o número de aeronaves para qualquer tempo, capaz de realizar missões de dia e de noite iria aumentar quase cinco vezes, e a participação dos UAVs constitui cerca de 30 por cento do total em 2020.
No entanto, Douglas Barrie, pesquisador sênior para a indústria aeroespacial militar, baseada em Londres Instituto Internacional para Estudos Estratégicos, disse à RIA Novosti que a capacidade da Rússia de financiar e fabricar 1.500 aviões militares durante a próxima década é “questionável”.
“A indústria aeroespacial militar sofreu por uma década, além do sub-investimento sério na sequência do colapso da União Soviética, e só nos últimos anos tem havido uma melhoria significativa no fluxo de caixa”, disse Barrie.
“No que diz respeito ao aumento do percentual de armas de precisão no inventário da Força Aérea, o sentido do Tactical Rússia Missile Systems (TRV) foi projetar e desenvolver uma gama de munições de “precisão”, incluindo a família de mísseis ar-superfície Kh-38 , pelo menos desde o início de 1990 “, continuou Barrie.
Ele disse que estes projectos tinham sido dificultados pela falta de financiamento estatal adequado até recentemente. Ele observou, porém, que o financiamento tem tido uma “notável melhora”, que provavelmente vai aumentar o ritmo de desenvolvimento do Kh-38, bem como outros projetos de armas.
MOSCOU, 1 dez (RIA Novosti)
Fonte: Ria NOVOSTI

Categories
Artigos Exclusivos do Plano Brasil Fotos do Dia

Plano Brasil 5 000 000 de acessos

Parabéns à equipe do Plano Brasil, nesta noite passada atingimos a Marca de 5000000 de hits no nosso site, este feito não seria possível sem a sua ajuda inestimável bem como a participação dos nossos queridos leitores e colaboradores.

Gostaria também de agradecer aos nossos parceiros do Grupo Union e aos nossos colaboradores, Gérsio Mutti, Eduardo Nicácio, ao colunista Luiz Pinelli e a todos os que nos sugerem matérias e críticas.

Ontem também o blog bateu mais uma marca com o máximo de acessos num único dia com 28160 acesso no dia 30 de Novembro de 2010.

Comemoramos também os 5.160 Posts e 51.051 Comments, salientando que os comentários dos leitores foram iniciados apenas em dezembro de 2009.

O Blog no seus dois anos teve uma evolução muito rápida se consideramos que em Dezembro de 2009 tinhamos uma média de 2500 acessos diários, em apenas um ano este número aumentou em 10x.

Outra importante marca a se destacar é a de que estamso no topo da lista dos blogs da semana segundo o Veja@blogs. clique para conferir.

Clique na imagem para ampliar

Temos motivos para comemorar e para tanto, em nome do Plano brasil gostaria de dedicar este eito ao corpo editorial do Plano Brasil composto pelso nossos amigos, colaboradores e autores que seguem:

  • Alcides Lopes
  • aojr
  • bosco123
  • Carcará
  • Comandante.Melk
  • E.M.Pinto
  • Esdras E.S.
  • Estranho
  • Junio Pinheiro
  • konner7
  • Lucasu
  • Arthur Nadú
  • Ricardo Correia
  • Ricardo Pereira
  • Sargent pepers
  • Vympel1274

E a vocês leitores que fazem destes espaço um ambiente dedicado às discussões, novidades e motivações para progredir, aprender e discutir sobre os temas abordados pelo site.

Em nome do Plano Brasil gostaria de agradecer.

Muito obrigado a todos

E.M.Pinto

Categories
Conflitos História

QUEREM MUDAR O NOME DA PONTE RIO-NITERÓI

http://www.rio.fot.br/imagens/pontern.jpgAutor: Cel. Paulo Ricardo Rocha Paiva sugestão para o Plano Brasil

Publicado no “Jornal do Comércio de Porto Alegre” em 03/02/2010

QUEREM MUDAR O NOME DA

PONTE RIO-NITERÓI

O Programa Nacional de Direitos Humanos, prestigiado pelo Presidente Lula no item que cria uma legislação proibindo que ruas, praças, monumentos e estádios tenham nomes de pessoas que praticaram crimes na ditadura peca pela falta de definição, no tempo e no espaço, na medida em que ditadura, na acepção da palavra, só a vivemos mesmo sem partidos políticos no tempo do Estado Novo, de 1937 a 1945. Os responsáveis pelos excessos praticados naquela época, diretos e indiretos, estão a nomear do preto ao vermelho em todo e qualquer logradouro, de norte a sul, do leste ao oeste deste País. O Ditador Getúlio Vargas, que deportou a esposa judia de Luis Carlos Prestes para a Alemanha Nazista, que o diga. É de se perguntar se estes nomes serão também marginalizados.

A facção que levou a pior nos anos 60 e 70, ao que parece, quer enxovalhar o nome de chefes militares que lideraram uma contra-revolução que impediu a “cubanização¨” da Pátria, alguns venerados pela Instituição Exército Brasileiro como verdadeiros ícones da Força Terrestre, seja pela imagem de suas vidas inteiramente dedicadas à profissão, seja pelos exemplos de probidade e de capacidade empreendedora evidenciados ao assumirem a suprema magistratura do País. Que a nação não olvide: Sarney, Collor, Itamar, FHC, Lula, nenhum deles governou com o PIB crescendo a 10% ao ano. Naquele tempo, é de pasmar, senadores e deputados tinham mais respeito por si mesmos. Termos e expressões do tipo “anões do orçamento”, “mensaleiros”, “aloprados” e ”distribuidores de panetone” não faziam parte do imaginário do cidadão comum.

Eis que remanescentes de um peleguismo démodé, tal qual carpideiras de Che Guevara capitaneadas pela Ministra da Casa Civil, se arvoram como paladinos dos direitos humanos e se colocam acima do bem e do mal para ditar regras e cercear o direito que tem o povo de eleger as personalidades que devem nomear os locais por onde passa.

Mas que não se enganem os pássaros avoengos que dilaceram as feridas da nossa pobre “Pátria mãe gentil”. Eles vão ter que engolir: –“nossa Academia Militar, no final de 2010, vai declarar os aspirantes-a-oficial da Turma General Emílio Garrastazzu Médici”! Durma-se com um barulho desses. Dilma Roussef, Paulo Vannuchi, Franklin Martins, quero ver quem vai proibir esta denominação escolhida por aclamação pelos cadetes das Agulhas Negras!

Paulo Ricardo da Rocha Paiva

Coronel de Infantaria e Estado-Maior

Categories
Conflitos Fotos do Dia Geopolítica

Premiê russo alerta o Ocidente sobre defesa antimísseis

http://fafnirthedragon.com/wp-content/uploads/2009/10/deathonice.jpg

À CNN, Putin diz que Moscou mobilizará armas nucleares e forças de ataque se for excluído de escudo antimísseis ocidental

O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, disse à emissora de TV a cabo CNN que a Rússia mobilizará armas nucleares e “forças de ataque” caso seja excluída do novo escudo antimísseis do Ocidente.

Na entrevista gravada na terça-feira, no programa do apresentador Larry King, Putin disse que as ameaças contra a Europa precisam ser enfrentadas conjuntamente – uma referência ao recente acordo Rússia-Otan (Organização do Atlântico Norte) de cooperação na defesa antimísseis.

Mas, se as propostas russas forem rejeitadas e as instalações ocidentais de defesa criarem “ameaças adicionais” perto das fronteiras do país, “a Rússia terá de garantir a própria segurança” disse Putin, segundo a tradução para o inglês de um trecho da entrevista divulgado pela CNN em seu site. Ele falou na mobilização de “novas forças de ataque” e de “novas tecnologias nucleares e de mísseis”.

O premiê – político mais influente da Rússia – afirmou que não estava fazendo uma ameaça ao Ocidente, mas suas declarações reforçam a insistência do Kremlin em ter um papel significativo na defesa antimísseis.

Em seu pronunciamento anual à nação, na terça-feira, o presidente Dmitri Medvedev alertou que uma nova corrida armamentista pode acontecer dentro de uma década se as promessas de cooperação dos EUA e da Otan na questão dos mísseis não resultarem em acordos concretos.

“Essa não é uma escolha nossa, não queremos que aconteça. Isso não é uma ameaça da nossa parte”, disse Putin. “Estamos simplesmente dizendo que isso é o que todos nós prevemos que acontecerá se não concordarmos com um esforço conjunto aqui.”

Há anos os planos dos EUA de instalar um escudo antimísseis na Europa preocupam Moscou. Agora, a Rússia e o Ocidente apresentam a cooperação na defesa antimísseis como sendo um ingrediente crucial na aproximação dos ex-inimigos da Guerra Fria.

Buscando tal reaproximação, o governo de Barack Obama abandonou no ano passado um projeto deixado por seu antecessor, George W. Bush, para instalar um radar e interceptadores de mísseis no Leste Europeu. O novo plano – bem recebido pela Rússia – prevê interceptadores de curto alcance. Mesmo assim, Putin disse que a Rússia se sentirá ameaçada se os EUA agirem sem a participação russa.

Tratado nuclear

Os alertas do Kremlin ocorrem num momento de incerteza a respeito da ratificação no Senado dos EUA da nova versão do Tratado de Redução de Armas Estratégicas (Start), firmado por Medvedev e Obama em abril, e que prevê a redução dos arsenais nucleares dos dois países.

O tratado – iniciativa de Obama – reduz os respectivos arsenais a um máximo de 1.550 ogivas nucleares cada um, um corte de 30% em relação ao limite estabelecido pelo tratado de Moscou de 2002, que expirou em dezembro de 2009.

A Duma, câmara baixa do Parlamento russo, indicou que só ratificará o tratado depois de sua aprovação pelos EUA. A oposição republicana ao governo de Obama afirma que precisa ter certeza de que o arsenal nuclear americano será modernizado e de que o tratado não dificultará os sistemas de mísseis de defesa.

Mas alguns republicanos já admitiram de maneira privada que não quiseram dar a Obama uma vitória diplomática antes das eleições de meio de mandato de 2 de novembro, que representaram uma dura derrota para os democratas.

Se Obama não conseguir a ratificação do tratado até o fim do ano, em 2011 será muito mais difícil, já que em janeiro os republicanos assumirão o controle da Câmara de Representantes e aumentarão a presença no Senado.

*Com Reuters e AFP

Fonte: Último Segundo