Defesa & Geopolítica

Navios dos EUA participarão de exercício militar na Coreia dos Sul

Posted by

http://www.armybase.us/wp-content/uploads/2009/04/south-koreas-aegis-destroyer-king-sejong-the-great.jpg

Manobra que acontecerá na semana que vem é um ‘sinal’ para Coreia do Norte

estadão.com.br

SEUL – Dez barcos de guerra americanos, incluindo um porta-aviões, participarão na próxima semana junto com a marinha sul-coreana de um exercício militar anti-submarino, dentro de um contexto tenso com a Coreia do Norte, acusada de torpedear um navio da sua vizinha do sul, de acordo com informações da agência de notícias AFP.

O porta-aviões “USS George Washington” partirá no sábado do porto de Yokosuka, sua base japonesa, rumo ao mar Amarelo, onde chegará no começo da próxima semana, afirmou a agência de notícias Yonhap.

Um porta-voz das forças armadas americanas na Coreia do Sul não quis fazer comentários.

As manobras conjuntas estavam programadas inicialmente para o princípio de julho, mas foram adiantadas em um mês para “enviar um forte sinal”, disse uma fonte.

Segundo a Yonhap, o porta-aviões conduzirá uma frota de dez embarcações americanas, com um destruidor Aegis e submarinos de propulsão nuclear.

A Coreia do Sul levou a cabo esta semana manobras militares nas quais participaram milhares de soldados sul-coreanos apoiados por helicópteros de combate.

Esta nova demonstração de força que simula um ataque norte-coreano se realizou em um rio do cantão setentrional de Hwacheon, situado logo ao sul da fronteira com a Coreia do Norte, segundo o exército sul-coreano.

Se trata das primeiras manobras desde o ataque, em 26 de março, de um navio atribuído ao regime de Pyongyang.

Segundo as conclusões de uma investigação internacional, “Cheonan”, um navio de 1.200 toneladas, naufragou após ser torpedeada por um submarino norte-coreano, provocando a morte de 46 marinheiros sul-coreanos.

Pyongyang desmentiu estar envolvida neste incidente, um dos mais graves desde o armistício da guerra da Coreia em 1953.

A Coreia do Sul anunciou represálias contra o norte, que prometeu responder desatando “uma guerra generalizada” em caso de novas sanções.

Fonte: O Estado de São Paulo via CCOMSEX

4 Comments

shared on wplocker.com