Defesa & Geopolítica

Cuba, sonhado exemplo de ‘democracia’ de Lulla

Posted by

http://oglobo.globo.com/fotos/2008/01/15/15_MHG_mun_lula_fidel6.jpg

Por Hiram Reis e Silva, Porto Alegre, RS, 28 de fevereiro de 2010.

“Lamento profundamente que uma pessoa se deixe morrer por fazer uma greve de fome”. (Lulla)

Vociferou o mentecapto presidente, culpando Zapata pela própria morte. Tentando furtar-se da culpa de não ter atendido ao pedido de socorro aos 42 presos políticos cubanos, Lulla disse que: “As pessoas precisam parar com esse hábito de fazer cartas, guardarem para si e depois dizerem que mandaram para os outros. Quando uma pessoa manda uma carta para um presidente, no mínimo, só pode dizer que o presidente a recebeu se protocolar a carta”. Como se alguém, esclarecido e bem informado, no mundo, pudesse não ter tomado conhecimento do conteúdo da dita carta.

– Exilados cubanos invadem consulado do Brasil

A mídia pouco divulgou, o tema não atende aos interesses palacianos. Grupo de exilados cubanos ocupou pacificamente, o consulado do Brasil em Miami para denunciar a ‘cumplicidade’ do presidente Lulla no ‘assassinato’ do prisioneiro político Orlando Zapata Tamayo. Quinze membros da ‘Assembléia da Resistência’, formada por ex-presos políticos cubanos e membros de organizações do exílio, entraram no consulado do Brasil e gritavam palavras de ordem: ‘Lula, cúmplice!’, ‘Vergonha para Lula!’ e ‘Viva Orlando Zapata Tamayo!’.

Orlando Gutiérrez, diretor do Diretório Democrático Cubano foi taxativo: “Lula é cúmplice da ditadura castrista e do assassinato de Orlando Zapata” e complementou “vergonha que representa para o Brasil Lula aparecer abraçado aos irmãos Castro no momento em que estão assassinando um homem pelo mero fato de discordar”. Gutiérrez disse, ainda, que ações como as da tomada do consulado são o “começo de uma campanha para alertar o povo brasileiro que as ações de Lula são prejudiciais para o povo cubano”.

– Enquanto isso, na ‘Ilha da Fantasia’

O grupo parlamentar Brasil-Cuba, encabeçado pela deputada Vanessa Grazziotin (PCdoB – AM), está recolhendo assinaturas em uma moção de solidariedade ao governo de Raúl Castro. O alienado grupo ‘democrático’ apóia os irmãos Castro e ataca aqueles que defendem uma maior liberdade para a ilha: “Na verdade, os virulentos ataques a Cuba escondem um alvo maior, que são as conquistas de governos populares comprometidos com a democracia e a justiça social das grandes maiorias da nossa América”.

Solicito Publicação

Coronel de Engenharia Hiram Reis e Silva

Professor do Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA)

Presidente da Sociedade de Amigos da Amazônia Brasileira (SAMBRAS)

Acadêmico da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (AHIMTB)

Membro do Instituto de História e Tradições do Rio Grande do Sul (IHTRGS)

Colaborador Emérito da Liga de Defesa Nacional

Site: http://www.amazoniaenossaselva.com.br

E-mail: hiramrs@terra.com.br

30 Comments

shared on wplocker.com