Defesa & Geopolítica

Custos do F-35 subiram 50%

Posted by

http://www.air-attack.com/MIL/jsf/f35weaponsbay_20090320.jpg

Sugestão: Lucas Urbanski

O programa do avião de combate JSF F-35 Lightning II vai violar os limites da lei Nunn-McCurdy em mais de 50% nos custos da linha base original de 2001, segundo um avaliador do programa do Pentágono.Christine Fox, diretora do escritório de Avaliação de Programas e Custos do Departamento de Defesa (DoD), disse aos legisladores hoje que a declaração formal de não-cumprimento ocorrerá no dia 1 de abril. Ela informou também que o Pentágono tem conhecimento desse fato desde outubro de 2009, um mês antes do que havia sido relatado previamente.

As mais recentes estimativas do DoD prevêem que cada um dos jatos custará entre US$ 80 milhões e US$ 95 milhões, em dólares de 2002. Ou US$ 95 milhões e US$ 113 milhões em dólares de 2009, respectivamente.

Em 2001, o Departamento de Defesa dizia que o custo do Joint Strike Fighter seria de US$50,2 milhões dólares para cada um dos 2.852 jatos previstos para compra. O Pentágono atualizou a estimativa para US$ 69,2 milhões em 2007, para uma compra planejada de 2.443 jatos.

O Pentágono espera agora ter uma estimativa final sobre os custos das aeronaves no início de junho, quando termina o pacote de certificação Nunn-McCurdy, disse Christine Fox à comissão de Serviços Armados do Senado, durante uma audiência.

Fox comparou o F-35 aos programas de outras aeronaves “valiosas para o DoD”, como o C-17 e o F-22. Segundo ela, o F-22 “repetidamente falhou em atingir as metas de performance, cronograma e custos no programa de desenvolvimento” e mesmo assim a Lockheed Martin produziu uma aeronave capaz.

Ashton Carter, subsecretário de Defesa para a aquisição, tecnologia e logística, disse na audiência que as datas para a Initial Operational Capability (IOC), da Força Aérea e Marinha para o F-35 foram transferidas para 2016, ou seja, com atraso de três e dois anos, respectivamente. Para o USMC, a data permanece em 2012. A aeronave dos Marines irá utilizar o software Block 2, enquanto as da Marinha e a Força Aérea vão utilizar a versão Block 3.

Carter disse que o secretário da Força Aérea Michael Donley informará o Congresso sobre a violação da lei Nunn-McCurdy dentro de poucos dias.

Fonte: Poder Aéreo

7 Comments

shared on wplocker.com