Defesa & Geopolítica

A Força Aérea da África do Sul está sem condições financeiras para manter seus caças Gripen voando

Posted by

http://www.milavia.net/news/images/gripen_sa2.jpg

Um jornal da África do Sul informou que a situação financeira das forças militares do país estão “absolutamente insuficientes” e que os caças Saab Gripen deverão ficar fora de operação devido a falta de verbas, que está gastando muito com os caças, com fragatas e submarinos.

O jornal News 24 disse que o plano estratégico para defesa do governo da África do Sul para os próximos 3 anos poderá limitar a quantidade de 550 horas de voo para a frota de Gripen esse ano, mas terá uma redução significativa e alarmante para 250 horas por ano em 2011 e 2012. A alocação de verbas para esse ano será principalmente para a segurança aérea durante a Copa do Mundo de Futebol que acontecerá nos meses de junho e julho.

A Força Aérea da África do Sul possui 11 caças Gripen entregues de um pedido de 26 aeronaves, sendo nove da versão biplace JAS-39D e o restante na versão de um assento JAS-39C.

A OTAN exige que os pilotos de caça registrem no mínimo 240 horas de voo por ano (20 horas de voo por mês para cada piloto) para permanecerem em condições operacionais. “Nossa força aérea dificilmente conseguirá manter dois pilotos de caça na ativa”, disse um especialista militar da África do Sul ao jornal. Segundo o especialistaa situação ficará pior nos próximos anos quando os 26 caças forem entregues, que com a limitação operacional significará que caça caça voará em média 9,6 horas por ano.

Ainda segundo o especialista os caças foram comprados apenas como vitrine, pois se as condições financeiras continuarem dessa forma os caças terão que ser retirados por completo de operação.

Fonte: Cavok

5 Comments

shared on wplocker.com