Argentina pede que R.Unido negocie sobre Malvinas

http://momento24.com/en/wp-content/uploads/2009/04/malvinas1.jpg

Buenos Aires, 16 fev (EFE).- A presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, pediu hoje ao Reino Unido que se sente para dialogar sobre a questão da soberania das ilhas Malvinas, tal como as resoluções das Nações Unidas estabelecem.

Segundo Cristina, o Reino Unido ignora essas resoluções e adota medidas unilaterais sobre o arquipélago, onde é iminente o início de prospecção petrolífera por parte de uma empresa de capital britânico.


“Há várias resoluções das Nações Unidas que pedem e obrigam ambos os países a retomar as conversas para chegar a um acordo em matéria de soberania e também resoluções que dizem que nenhuma das partes pode tomar ações unilaterais na zona porque a soberania está em discussão”, disse a presidente.


Buenos Aires, derrotada em 1982 em conflito pelo domínio do arquipélago, decretou hoje que toda embarcação que queira transitar entre portos localizados na Argentina continental e as Malvinas, atravessar águas jurisdicionais argentinas para as ilhas ou carregar mercadoria entre esses portos deverá pedir autorização.


A medida segue outras iniciadas por Buenos Aires nas últimas semanas desde que no mês passado a companhia petrolífera Desire Petroleum anunciou o início em breve de explorações em águas ao norte das Malvinas. EFE

Sugestão Gériso Mutti

Leia tamém

GB: Regulação das águas argentinas é um assunto argentin

Fonte: G1

5 Comentários

  1. Se os ingleses ja defenderam as malvinas em uma guerra, acho difícil eles negociarem alguma coisa com os hermanos.
    Abraço.

  2. ..o papa é carioca é DEus e BRASILeiro..q tratem de lutar, pois os ingleses ñ irão devolver o arquipélago ao “Hermanos”, é pior, tem o óleo da pedra lá, p travar td, q os argentinos compre cad propriedade epor ai vai…até ter td a ilha..uma idéia.

  3. Hahaha, no llores por mi Argentina, rs…

    A estúpida ditadura militar argentina poderia ter lutado diplomaticamente por muito tempo, e com o tempo talvez até levassem as ilhas, mas foram cutucar o Leão com vara curta (vara francesa, diga-se de passagem), deu no que deu: açularam os brios dos britânicos. Sabem quando a Inglaterra agora vai abrir mão das Falklands? Nunquinha! Conselho aos argentinos: parem de perder tempo com as Falklands: esqueçam-nas que dói menos…

    Aliás, uma lástima que em pleno séc XXI potências européias ainda mantenham colônias na America do Sul… vide Guiana Francesa também…

    Sds.

  4. A “devolução” sempre foi uma coisa absurda e equivocada.

    Mas…

    Depois de terem sido descobertas áreas de petróleo, o negócio da Argentina não é mais “querer de volta” mas sim “dividir” as ilhas.

    Mas acham mesmo que a Inglaterra vai aceitar dividir o bruto???

    Eu não acredito.

Comentários não permitidos.