Defesa & Geopolítica

Curiosidades: Canhão Espacial

Posted by

canhão espacial

Sugestão: Konner

Um cientista chamado John Hunter resolveu atirar coisas ao espaço com um canhão. Isso mesmo, você não leu errado. Ele fez os cálculos e descobriu que é economicamente mais rentável usar uma arma para atirar os suprimentos do que usar um foguete para transportá-los.

Quando a comida é embarcada em um foguete, o “frete” chega a custar 10 mil dólares por quilo. O valor, quando a comida é atirada por um canhão, muda para 500 dólares por quilo.

» Imagens de aniversário: 10 anos da Estação Espacial Internacional

Mas, quando atiramos alguma coisa para o espaço através um canhão, não é muito provável que a encomenda realmente chegue no destino, certo? Isso seria verdade se o canhão espacial de Hunter fosse apenas mecânico. O “Quicklauncher” – o nome da jeringonça – funciona com combustível gás natural. A idéia é simples: aquecendo hidrogênio podemos mandar meia tonelada de carga para o espaço a uma velocidade de 13.000 metros por hora.

Hunter quer montar o seu brinquedinho no oceano, próximo à linha do equador, já que a rotação da Terra nessa região ajudaria a colocar a carga em órbita mais facilmente. No próximo mês, ele irá testar um protótipo em uma escala menor em um tanque de água – segundo suas estimativas, o Quicklauncher real poderia estar pronto em sete anos.

O Quicklauncher funciona, basicamente, para enviar combustível para o espaço, então não espere pegar uma carona no canhão e visitar astronautas. De acordo com Hunter, se uma pessoa entrasse na máquina, seria comprimida e ficaria com, aproximadamente, metade do seu tamanho – isso antes de chegar no espaço.

» Como são os aposentos na Estação Espacial Internacional

Confira agora um guia de como atirar coisas ao espaço (e por coisas, não entenda seu irmãozinho caçula):

  • Esquente o combustível – o hidrogênio, quando alcança altas temperaturas, pode aumentar sua pressão em até 500%.
  • Solte o hidrogênio – os operadores do canhão abrem uma válvula que libera o hidrogênio superaquecido pressurizado. O gás, por sua vez, empurra a carga para frente.
  • Para o infinito… e além! – o canhão atira a carga a 13.000 metros por hora e um mecanismo dentro do aparelho captura o hidrogênio novamente para que ele possa ser reutilizado.

Fonte:Hyperscience

2 Comments

shared on wplocker.com