Categories
Defesa Negócios e serviços Sistemas de Armas Tecnologia

Lockheed Martin pode oferecer o F-35 para a Marinha Indiana

http://www.navytimes.com/xml/news/2009/05/navy_jsf_050509w/050509_jsf_800.JPGNa luta por conquistar este emergente e poderoso aliado, Washington estaria jogando todas as sua s cartas para conquistar as “mentes e os corações” de New Delhi.

A aposta de washington e da Lockheed Martin,  concentra-se em oferecer o seu mais moderno caça o F 35 ligtining II supostamente para a Marinha Indiana, que no futuro próximo terá em operação 3 Porta Aviões de fabricação própria.

A aposta de Washington, não se resume tão somente a oferta do caça para um potencial aliado, ela visa também “axificiar” a Indústria aeroespacial Russa, a qual  tem se recuperado à um rítimo acelerado por conta de acordos e contratos de exportação para diversos países no globo, especialmente para a Índia, seu mais proeminete parceiro.

Sendo a Índia o seu maior parceiro no campo extratégico militar,  e esta optando por modelos e sistemas ocidentais, o desfalque nos cofres de Moscow seriam uam perda considerável. A Rússia perdira assim um importante parceiro e assim, a sua indústria local teria dificuldades de se sustentar.

Portanto, pode -se dizer que o Jogo de Washington não se resume apenas à uma disputa econômica por venda de armamentos e parecria estratégica,  mais sim de uma cartada geopolítica, pois poderia tirar de cena o seu mais poderoso rival no campo científico, comercial e  militar.

Resta saber como ficaria a situação da Índia e do futuro das relações Washington-New Delhi e New Delhi-Moscow pois esta é parceira dos Russos no desenvolvimento do caça de 5ª Geração PAK FA ou FGFA (acrônimo Indiano) e sendo este o principal rival dos norte americanos  F22 Raptor e F 35 ligtining II, fica difícil imaginar como se dariam as transferências de tecnologia e segredos militares para aquele país.

Texto Plano Brasil

E.M.Pinto



3 replies on “Lockheed Martin pode oferecer o F-35 para a Marinha Indiana”

Como a india “está” importante p os mesmos…se os Rússos dizerem q tem um projeto = ou melhor q o F 35…os inaks perdem de x esse pseudo alido até antes de tentarem…eu achop q os Rússos podem supreender os ianks oferecendo um caça igual ou melhor. vamos ver o próximo lance.

sinceramente não boto fé no f-35 e creio que nem os americanos,se não não venderiam como fasem com o f-22 que australia e japão queriam comprar,e eles vetaram a venda,e farão de tudo para o brasil não comprar o rafale,com ofertas miraculosas,como a que fiseram,e a boyng se compromete com clausula de 5% caso descumpra o contrato,o que não intereça ao brasil,vejam o tamanho do prejuiso ao brasil caso eles não cumpram o prometido,não a dinheiro que pague,tamanho prejuiso e atraso,a verdade é ésta se os franceses cumpriram todas as egigencias,e fiseram um preço compativel com o da força aérea françesa,e pegar e pronto vai de rafale pois neste caso é a melhor alternativa,e os americanos chegaram tarde,pois nos despresaram,achando que o brasil jamais atingiria uma economia solida,infelismente tenho que admitir que realmente com egigencias brasileiras cumpridas,o rafale e a unica solução para colocar o brasil numa posição privilegiada,o resto é armadilha e das perigosas.de colocar o brasil numa gelada que é o que os americanos querem,para eles se der super hornet esta bom se der gripen-ng melhor ainda,mas se der rafale é pessimo,pois querem acabar com a industria aéronautica da europa,e se der rafale sera um tremendo fracasso para tio san.

As suas premissas são tbm parte desta verdade q está encoberta. é e parte da estratégia dos ianks, as quais temos de quebrar.Mais, foi a burrice deles, repito a estúpidez deles em nos negar um caças melhor, q nos levou a procurar ; teremos os rafales III dos francos e os cascos de Subs nucleares , os meiosp lançar o VLS …td por um erro de cálculos dos dos ianks , é para agradecer os mesmos por nos soltar as amarras .Vá de retro …

Comments are closed.