Farc vetam Brasil

Foto: Helicópetero Cougar do Exército Brasileiro utilizado na operação de liberação de reféns.

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) teriam rejeitado a participação do Brasil como provedor da logística para a libertação de mais dois militares em seu poder há 12 anos, segundo nota publicada pela revista colombiana Semana.

Em fevereiro de 2009, helicópteros e militares brasileiros transportaram a comissão que recebeu, em locais indicados pelos guerrilheiros, um grupo de reféns, inclusive o ex-deputado Sigifredo López.

O sucesso da operação, apesar de momentos de tensão causados por sobrevoos de aviões militares colombianos, fez do Brasil o candidato mais forte a apoiar a nova libertação, anunciada desde abril mas paralisada por disputas entre as Farc e o governo do presidente Álvaro Uribe. De acordo com a revista, a guerrilha proporia a Argentina ou a Suécia para desempenhar a função logística.

Fonte: Correio Braziliense

2 Comentários

Comentários não permitidos.