Chávez anuncia chegada de “milhares” de mísseis russos à Venezuela

http://www.radiomundial.com.ve/yvke/files/img_noticia/t_20090419_igla_s_2_192.jpg

EFE
Caracas – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou hoje que “começaram a chegar” ao país “milhares dos mísseis” comprados da Rússia como parte do plano de modernização do armamento da Força Armada Nacional Bolivariana (FANB).

Começaram a chegar milhares dos mísseis. Poucos países têm a dotação que nós temos dos Igla-S”, declarou Chávez durante um ato oficial na sede do Governo.

Os sistemas antiaéreos portáteis Igla-S são usados para abater aviões táticos, helicópteros, aviões espiões não tripulados e mísseis de cruzeiro de dia e de noite, segundo dados do fabricante russo Rosoboronexport.

E por aí vêm os tanques, os T-72 para fortalecer nossas colunas blindadas, e os helicópteros”, acrescentou o chefe de Estado.

Segundo Chávez, a melhor maneira de “evitar uma guerra” é “preparar-se para ela” e, por isso, está modernizando as Forças Armadas do país, principalmente diante da “ameaça” que o convênio militar assinado entre Bogotá e Washington representa para a Venezuela.

Ninguém (está) mais longe do desejo de uma guerra que este soldado que está aqui, e menos ainda com a Colômbia”, afirmou Chávez.

Colaboração e sugestão: Konner

Fonte: ÚltimoSegundo

3 Comentários

  1. São essas pequenas coisas , uma lá outra cá, q quando juntas mostram um quadro bem perigoso na escalada armamentista dos nossos hermanos. O q medidas estamos tomando p igualar-nos e ou manter-nos como potencia regional ,real e autêntica na América do sul ; sem invadir nossos vizinhos,é mantendo a polítca de boa vizinhança?

  2. Caro Carlos, este tipo de compra a meu ver, apenas enfraquece o país, pois como todos sabemos, equipamentos modernos exigem altos custos de manutenção e isto é uma coisa que outrora pode faltar para a Venezuela, ainda mais com equipamentos Russos, é uma pena.
    Abraço.

  3. O Igla na quantidade que possuímos, proporciona uma capacidade de defesa praticamente inócua, mas aos milhares com uma — boa doutrina de emprego, vai incomodar qualquer linha de ataque por meios aéreos, mesmo a mais poderosa.

    Os mísseis do tipo Igla/Rússia, são de concepção relativamente simples, realmente não entendo porque a Mectron aínda não está trabalhando em um progeto do tipo para o Brasil.

    Bem, se é que já não está …

Comentários não permitidos.