Defesa & Geopolítica

Peres termina visita à Argentina com críticas a Chávez e Ahmadinejad

Posted by

Buenos Aires, 17 nov (EFE).- O presidente de Israel, Shimon Peres, terminou hoje sua visita a Buenos Aires, onde criticou líderes de Irã e Venezuela e rejeitou a iniciativa palestina de solicitar às Nações Unidas a criação de um Estado.

Durante sua visita à Argentina, que conta com uma comunidade judaica de cerca de 250 mil pessoas, Peres elogiou a “posição clara” do Governo da presidente Cristina Fernández de Kirchner sobre o Irã, mas escutou também seus argumentos em defesa dos direitos palestinos e de suas relações com a Venezuela.

Peres, que terminou sua visita oficial hoje com uma homenagem às 85 vítimas do atentado contra a sede da organização judaica Amia, em 1994, concordou com Cristina ao pedir punição aos autores do ataque, além da extradição do atual ministro da Defesa iraniano, Ahmad Vahidi, a quem acusou de planejar o ataque.

O líder israelense lançou mensagens conciliadoras ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, mas deixou claro sua rejeição à decisão de solicitar ao Conselho de Segurança da ONU a criação unilateral de um Estado palestino.

Não há garantias de que possa ser implementado“, afirmou Peres, que recomendou “paciência” às autoridades palestinas no processo de negociação e criticou o movimento radical islâmico Hamas. Os palestinos, segundo Peres, “devem negociar com paciência“.
Para o presidente israelense, o Estado palestino unicamente pode ser consequência do processo de negociação entre Israel e as autoridades palestinas.

Na Argentina, Peres insistiu nas críticas aos presidentes do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, e o da Venezuela, Hugo Chávez, que já tinha lançado durante sua visita ao Brasil.
Ahmadinejad quer destruir Israel e dominar o Oriente Médio, por isso os árabes não querem que ele esteja lá“, disse o líder israelense, convencido de que o programa nuclear iraniano terminará por “forçar os Estados Unidos a tomarem medidas“.

Os iranianos dizem: não vamos fabricar uma bomba nuclear, mas para que necessitam então mísseis nucleares?”, se perguntou Peres.

A Argentina sabe quem é o Irã, quem é Ahmadinejad. (…) Temos um inimigo em comum e é este Governo de aiatolás selvagens. O povo iraniano mudará este Governo, porque este Governo dá vergonha ao Irã, tira o futuro dos jovens”, disse o líder de Estado de Israel ontem à noite, durante um evento com a comunidade judaica.

Há coisas em comum entre Ahmadinejad e Chávez, porque o petróleo escureceu seu pensamento”, disse Peres hoje, e acusou o presidente venezuelano de utilizar o recurso para consolidar sua posição, mas “não vai ter o petróleo para comprar o resto do mundo“, acrescentou.
“Os próprios povos estão se cansando destes líderes, são como passageiros efêmeros”, afirmou.

No sentido contrário, não poupou elogios ao presidente dos EUA, Barack Obama, quem, segundo Peres, “fez tudo o que um homem pode fazer, quando falou ao mundo em termos moderados e promissores“.

Obama é muito sério em seus propósitos, tem o poder de um império, mas não o apetite de um império“, disse Peres, que durante seu primeiro dia na Argentina defendeu a necessidade de utilizar a tecnologia para combater os terroristas.

Fonte: Defesa@Net

4 Comments

shared on wplocker.com