Defesa & Geopolítica

Embarcações das Coreias entram em combate novamente

Posted by

South_Korea_Koreas__279426b

Embarcações da Coreia do Norte e da Coreia do Sul entraram em combate nesta terça-feira na costa oeste da península, disseram autoridades militares. O conflito teria deixado um barco de patrulha da Coreia do Norte seriamente danificado.

Um porta-voz do Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul confirmou a ocorrência do confronto, mas disse que ainda não havia detalhes sobre o incidente. Uma fonte do governo citada pela agência de notícias sul-coreana Yonhap disse que um barco de patrulha norte-coreano cruzou a fronteira disputada no Mar Amarelo, levando um navio da Coreia do Sul a disparar tiros de alerta.

No momento em que o barco seguiu navegando para o sul, o navio abriu fogo contra ele, teria afirmado a fonte. O barco norte-coreano respondeu à artilharia. “Não houve feridos no nosso lado, enquanto o barco norte-coreano, meio destruído, navegou para o norte”, teria dito a fonte.

O confronto ocorreu às 23h28 (de Brasília, 11h28 no horário local), próximo à ilha Daechong, oito dias antes de o presidente dos EUA, Barack Obama, chegar à Coreia do Sul como parte de uma viagem pela Ásia.

A fronteira conhecida como Linha Limítrofe Norte (NLL, na sigla em inglês) foi cenário de batalhas navais com mortes em 1999 e em 2002 e tem sido sempre um ponto de tensão. No mês passado, a Marinha da Coreia do Norte acusou a Coreia do Sul de enviar navios de guerra para cruzar a fronteira, e disse que as provocações poderia causar confrontos armados.

Pedido de desculpas

O regime comunista da Coreia do Norte pediu a Seul que se desculpe pelo enfrentamento no Mar Ocidental (Mar Amarelo) que provocou sérios danos a uma patrulha norte-coreana, informou a agência sul-coreana Yonhap.

Segundo o Ministério sul-coreano de Defesa, uma patrulha norte-coreana ultrapassou a linha de fronteira marítima entre os dois países, o que levou a uma troca de tiros entre navios de ambos os países, o primeiro confronto desse tipo em sete anos.

Fonte: Poder Naval

One Comment

shared on wplocker.com