Defesa & Geopolítica

Exercício conjunto entre Arábia Saudita e França acaba evidenciando ambições Sauditas

Posted by

Artigo : DefesaBrasil

Pilotos da Real Força Aérea Saudita(RSAF-Royal Saudi Air Force) e da Força Aérea Francesa concluíram o exercício conjunto “Green Shield 2”, que teve duração de 10 dias.
Conduzido na Base Aérea de Dijon-Longvic, o “Green Shield 2” é a segunda fase de exercícios que a Arábia Saudita abriu em 2007.
O Comandante da Base Aérea de Dijon, Coronel Bruno Paccagnini, disse a repórteres que um dos elementos mais críticos do exercício foi o vôo da RSAF direto da base de origem em Riyadh para a França. Isso exigiu um suporte logístico completo do lado Saudita, incluindo reabastecimentos aéreos com uma frota de três aviões-tanque KE-3A.
Seis Boeing F-15C/D Eagle da RSAF participaram do exercício, junto com 11 aeronaves de transporte Lockheed Martin C-130 Hercules. A França enviou seus caças Dassault Mirage 2000-5 e Rafales, e helicópteros Eurocopter EC 725 Caracal para Dijon a fim de participarem dos exercícios, alem de um Boeing E-3F AWACS normalmente baseado perto de Dijon, na Base Aérea de Saint-Dizier Robinson.
Analistas dizem que os exercícios, que ocorreram entre os dias 5 e 15 de Outubro, evidenciaram as ambições da RSAF.
“A Arábia Saudita procura criar a capacidade de realizar ataques de longa distância”, disse a Jane’s Steve Rodan, do Middle East Newsline em 18 de Outubro.
Observadores sugeriram também que os exercícios foram uma boa oportunidade para a França promover o Rafale, já que a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos são possíveis compradores.

Fonte: DefesaBrasil

One Comment

shared on wplocker.com