Categories
Uncategorized

Inndia pode não completar a aquisição dos Bae Hawks

Segundo a Flightglobal a Índia teria emitido um novo “RFI” (Request for Information) para um treinador avançado o qual substituiria a prévia intenção de adiquirir o jato britânico BAE Hawk.

A India confirmou em 2004 a aquisição de 66 jatos Hawk 132 e teria a intenção de adiquiri outros 40, no entanto esta opção pode não se concretizar, segundo a imprensa local a razão seria a insatisfação do operador, a Força Aérea indiana, no que se refere a manutenção e ao prazo de entrega dos componentes e sistemas sobressalentes.

No novo RFI teria sido emitido para os antigos concorrentes do Hawk, o Tcheco L-159, da Aero Vodochody, ao M-346 da Alenia Aermacchi italiana, fao Kai T-50 Coreano da Korea Aerospace Industries/Lockheed Martin e aos russos MIG-AT da russa RSK e YAK-130 da Yakovlev, sendo que o último seria em tese o candidato com maiores chances de vitória no novo RFI.

Segundo o Flightglobal embora o BAE Hawk tenha vencido algumas concorrências recentemente, a idade do projeto tem se tornado um problema devido ao fato de sua airframe ter chegado ao limite e necessitar urgentemente de sucessor. O caso Indiano pode repercurtir negativamente na indústria aeroespacial Britânica colaborando para que o fabricante britânico perca futuros contratos e com isto acentuando o declínio da industria aeronáutica britânica, que vem ao longo dos anos perdendo a sua força, oq ue pode ser percebido no caso do Hawk, praticamente o último modelo de aeronave militar projetado e desenvolvido puramente pela BAE e exportado em números significativos.

Fonte: FlightGlobal