Defesa & Geopolítica

VKS receberá o primeiro caça Su-57 de série em 2019

Posted by

E.M.Pinto

O primeiro caça de quinta geração do Su-57 será colocado em operação com as Forças Aeroespaciais da Rússia ainda neste ano. Em um futuro próximo, o Ministério da Defesa da Federação Russa planeja receber outras 15 aeronaves deste modelo.

A declaração foi feita esta semana pelo presidente da United Aircraft Corporation Yuri Slusar, para a  RIA Novosti.

Dois contratos para a fabricação e fornecimento de caças em série contemplam o modelo de quinta geração Su-57 e os de 4,5 MiG-35, ambas aeronaves multifuncionais cujos acordos foram assinados pelo Ministério da Defesa da Rússia e pela empresa Sukhoi durante o fórum do Army 2018.
Slusar afirmou também que a a segunda aeronave será transferida para as Forças Aeroespaciais da Rússia em 2020. Além disso, o Ministério da Defesa da Rússia planeja assinar em 2020 um segundo contrato para a produção e fornecimento de caças de quinta geração Su-57.
Slusar afirmou ainda que as aeronaves do lote inicial terão diferenças em níveis tecnológicos em função de desenvolvimentos recentes, como por exemplo, alguns receberão motores mais recentes e potentes que a primeira série, além de inúmeras incorporações tecnológicas.
Recentemente o Ministério da Defesa Russo informou que alguns sistemas embarcados para o futuro jato de combate de 6ª geração da Rússia estão sendo testados a bordo do caça Su-57.

Slusar confirmou que não há planos para criar a versão não-tripulada do Su-57. Ela está sendo usada para testar alguns sistemas do futuro jato de combate de sexta geração, cujo programa recebe o nome de “Hunter” (caçador) em sua versão de linha de base e apenas opcionalmente pilotado. Os sistemas em testes envolvem equipamentos de controle e navegação e sistemas de armas.

A United Aircraft-Building Corporation da Rússia se recusou a comentar esta informação para a TASS.

Porém, em 2016 o então vice-primeiro-ministro russo, Dmitry Rogozin, anunciou que a Rússia havia lançado os trabalhos para desenvolver o avião de combate da sexta geração. Como Rogozin observou na época, o Escritório de Design da Sukhoi apresentou um trabalho preliminar sobre a criação do jato de combate de sexta geração.

Os especialistas observam que o caça de sexta geração apresenta a capacidade de realizar missões não tripuladas de combate e inteligência artificial, a disponibilidade do radar radiofotônico e o potencial para desenvolver a velocidade supersônica e entrar no espaço exterior e a possibilidade de usar novas armas de precisão, bem como laser entre outras.

O caça russo Su-57 de quinta geração possui tecnologia stealth com amplo uso de materiais compostos, é capaz de manter a velocidade de cruzeiro supersônico e é equipado com o mais avançado equipamento rádio-eletrônico a bordo, incluindo um poderoso computador de bordo, conhecido como “piloto eletrônico”. A aeronave possui sistemas de radares espalhados por toda a sua fuselagem de modo a permitir maior alcance para detecção de aeronaves furtivas. Dentre outras inovações, em particular, o armamento é acondicionado no interior da fuselagem.

Apesar de Slusar deixar no ar a questão, suspeita-se que as versões do lote serial já sairão de fábrica com incorporações de tecnologias recentes como a capacidade de operação em nuvem com Drones de combate, bem como novas armas eletromagnéticas.

One Comment

  1. Como maquete, é lindo !!!… acho que vou comprar um pelo AliExpress pra por no escritório da minha oficina… 🙂

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com