Categories
Aviação Defesa Sistemas de Armas Tecnologia

Segundo jornal alemão, Luftwaffe dispõe de apenas "04" caças Eurofighter em condições de combate para a defesa do seu espaço aéreo

 

Autor:

E.M.Pinto – Plano Brasil 

 

 


Numa nota surpreendente do jornal Der Spiegel  alemão, clique para ler A Bundeswehr (Defesa Federal ou forças armadas alemãs) dispõe apenas de 04 aeronaves Eurofighter Typhoon em condições operacionais de combate.

O  artigo intitulado “Luftwaffe hat nur vier kampfbereite “Eurofighter” ou literalmente ” A Luftwaffe tem apenas quatro “Eurofighter” prontos para o combate” observa  que de tal maneira a Alemanha não poderá cumprir suas obrigações com a OTAN.

Esta situação constrange a Alemanha um dos mais proeminentes membros da Aliança Atlântica que nem mesmo poderá participar de “operações reais” na fronteira leste da aliança, onde atualmente se exige um contingente militar e presença dos países membros nos exercícios e patrulhas destacadas para fazer frente às alegadas “Ameaças Russas”.

Segundo o artigo a chave para os problemas está nas falhas técnicas do sistema de Autodefesa DASS instalados nas aeronaves de combate da Força Aérea Alemã.

A DASS é um sistema projetado pela  Leonardo e é parte integrante do subsistema de ajuda defensiva do Eurofighter Typhoon (DASS), que fornece avaliação de ameaças, proteção de aeronaves e medidas de apoio em ambientes extremamente hostis e severos.

Como o DASS é totalmente integrado à fuselagem da aeronave onde seus sistemas são apresentados na figura acima, ele não requer pods adicionais que ocupam estações de armas ou influenciariam no desempenho aerodinâmico da aeronave. O sistema integra os subsistemas de:

  • Alerta de iluminação por laser
  • Contra medidas eletrônicas
  • Alerta de aproximação de mísseis
  • Contra medidas e dispersadores de Shaff Flare
  • Isca rebocada para alvos 

O Der Spiegel reforça que dos 128 caças do inventário da  Bundeswehr apenas ínfimos 04 estariam em condições de participar das operações da OTAN no caso de um verdadeiro confronto militar, e Berlim simplesmente não será capaz de cumprir suas obrigações com a Aliança Atlântica. O jornal reforçou ainda que a Alemanha se comprometeu com os demais membros a fornecer nada menos que 82 caças Eurofighter à OTAN caso uma situações de crise surgisse.

Em Nota a  Bundeswehr  afirma que apesar de tudo, todos os caças estão disponíveis para voo, e que as aeronaves podem realmente  fazer vôos de treinamento e participar de exercícios militares destacando que as restrições são apenas nas capacidades combativas em cenário real. O Det Spiegel no entanto afirma enfaticamente que as missões de patrulhamentos do espaço aéreo na fronteira leste da OTAN, estão plenamente fora de questão.


Sobre  o Autor:

E.M. Pinto é Físico, Mestre em Física Aplicada e Doutor em Engenharia e Ciências dos Materiais, Professor Universitário editor do site Plano Brasil e de Revistas científicas  internacionais.