Defesa & Geopolítica

Surge o 3ºporta-aviões chinês ?

Posted by

Autor: Henri K.

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

O assunto já havia sido discutido pelo East Pendulum há quase dois anos no artigo intitulado ” O 3ᵉ porta-aviões chinês está em preparação “, publicado em 31 de julho de 2016, onde foram abordados elementos tão diversos quanto possíveis, mas todos convergiamo para a existência de um programa de porta-aviões CATOBAR (Catapult Assisted Take-Off But Arrested Recovery Chinesa, Decolagem Assistida por Catapulta e Recuperação por captura) – Isso vai desde a transformação da plataforma de estudo de compatibilidade eletromagnética em Wuhan até as instalações de projeto e teste de dois tipos diferentes de catapulta, incluindo o bloco experimental construído no estaleiro de Wuhan. Jiangnan Changxin sendo perto de Xangai.

Embora o trabalho de infraestrutura necessário para a construção de porta-aviões ainda esteja em andamento em Jiangnan , fotos recentes feitas por observadores de Xangai surpreenderam muitos observadores. E por uma boa razão, o primeiro grande bloco que parece pertencer ao porta-aviões chinês de número 3 que é agora claramente visível na Ilha Changxin.

O grande bloco que seria o porta-aviões chinês de 3ᵉ (Foto: 防务 汉 防务 – 菜 兵)

As primeiras análises indicam que seria um grande bloco de meia-nau, obviamente aquele que contém uma parte do hangar e o compartimento do maquinário.

O bloco em questão está atualmente estacionado na nova área de extensão do estaleiro. É 5,5 km² e inclui duas grandes instalações fechadas de fabricação e montagem, uma com 408 metros × 170 metros e outra com 289 metros × 170 metros, mas outras instalações ainda estão em construção. .

Este grande bloco, se na verdade pertence ao novo porta-aviões chinês, apareceu bem antes da conclusão do trabalho de transformação da doca seca em que o edifício será construído.

Agora entendemos melhor porque várias fontes próximas à marinha chinesa e ao setor naval na China haviam falado no final de maio do “progresso considerável” em torno deste programa, o que implicaria não apenas um, mas dois navios, se acreditarmos em certos rumores.

Durante a visita do CEO CSIC do Grupo Naval Chinês ao Escritório de Design No. 701, responsável pelo projeto de todos os porta-aviões chineses até agora, a imagem de computador de uma frota de três porta-aviões, incluindo um com três catapultas, foi exibido na parte de trás da sala de reunião. Pode-se ver aí uma comunicação institucional muito discreta por parte do industrial chinês sobre o assunto.

De acordo com nossa estimativa, colocando em espera de 3ᵉ porta-aviões chinês pode ter lugar em meados do próximo ano, possivelmente visando uma entrada de serviço para 2022-2023, um período em que o porta-aviões Liaoning poderia começar sua parada técnica e a sua embarcação irmã atualmente em construção no estaleiro em Dalian, deve se tornar totalmente operacional, com o grupo aéreo plenamente embarcado.

Além do momento exato de seu comissionamento, duas outras questões técnicas em torno deste novo porta-aviões chinês permanecem sem resposta hoje – A propulsão convencional como foi planejada? ou a embarcação será eventualmente equipada com propulsão nuclear que é tecnicamente viável para a China hoje?

E que tipo de catapulta, vapor ou eletromagnética, foi selecionada para equipar o navio, sabendo que duas linhas experimentais foram testadas por alguns anos no centro de treinamento das Forças Navais de Xincheng?

Principais marcos STOBAR Type 001
(16 Liaoning)
Dalian
STOBAR Type 002
Dalian
Type CATOBAR 003
Xangai
Projeto geral Concluído em 2007 Começou no início de 2012
Desenho técnico inicial Concluído em março de 2015 (?)
Revisão feita em julho de 2015
Desenho técnico detalhado Concluído em junho de 2008
Assinatura do contrato com o estaleiro De março de 2009
Projeto de processo industrial Concluído no 2º semestre de 2009
Corte das chapas 28 de agosto de 2013 29 de junho de 2017
(ou 1º de outubro de 2017)
Construção de seções Iniciado em janeiro de 2014 Final de 2017
Lançamento na Água 10 de março de 2015 Começo de 2019
Armamemntos Concluído no final de 2009
Flutuando 26 de abril de 2017 Antes de meados de 2020
Testes de Mar Iniciado no 2º semestre de 2010
Julgamento do mar Iniciado em 10 de agosto de 2011 Começou em 13 de maio de 2018
Admissão ao serviço ativo 25 de setembro de 2012 Prév: setembro de 2019 Por volta de 2022

 

Fonte: EastPendulum

2 Comments

  1. China, EUA e Rússia: pode-se não concordar com suas políticas de defesa nacional. Mas, são os únicos que tem de forma soberana, sem depender de atores externos como é o caso de todos os DEMAIS países do planeta para gerir sua política de defesa e em alguns casos, até a política externa do país. Fato.

  2. jose luiz esposito says:

    Perfeito , sobretudo a do Brasil , que antes soberano e a 129 anos o Exército no transformou nesta republiqueta Barra Zero . De IMPÉRIO para Republiqueta ,de Cavalo para BURRO , e ainda criou Heróis Fakes , Tiradentes , Deodoro , Floriano e outros idiotas mais !!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com