Defesa & Geopolítica

Sonar FarSounder para o navio tanque HMNZS Aotearoa da Marinha real da Nova Zelândia

Posted by

Sonar FarSounder para o Royal Navy da Marinha Nova Zelândia HMNZS Aotearoa Tanker(Fonte da foto: Marinha Real da Nova Zelândia)

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

O FarSounder-1000, o mais avançado sonar da FarSounder, é o mais moderno equipamento de última geração destinado a equipar o futuro Navio tanque de reabastecimento da frota da Royal New Zealand Navy (RNZN), o HMNZS Aotearoa (A12). O sonar de alcance mais longo da empresa fornecerá dados tridimensionais em tempo real sobre o que está à frente enquanto o navio-tanque navega pelos mares, dando à tripulação da embarcação um nível elevado de segurança e proteção.

O HMNZS Aotearoa é um navio de Capacidade de Sustentação Marítima (MSC)  destinado ao uso pela Força de Defesa da Nova Zelândia sob o braço marítimo. Este novo navio-tanque estará substituindo o HMNZS Endeavor, um navio veterano na RNZN programado para o descomissionamento em um futuro próximo.

Com a construção em andamento no estaleiro Hyundai Heavy Industries da Coréia do Sul, este navio-tanque será o maior da frota da RNZN e está equipado com aço reforçado destinado para uma ampla gama de operações da Força de Defesa da Nova Zelândia na Antártida. Esta tecnologia de ponta, juntamente com um FarSounder-1000 a bordo, tornam o HMNZS Aotearoa  o navio perfeito para assumir estas funções após o envelhecimento natural e descomissionamento doHMNZS Endeavour.

Marinha Real da Nova Zelândia HMNZS Aotearoa(Fonte da foto: Marinha Real da Nova Zelândia)

Além disso, o navio-tanque será adequado para várias missões, desde o apoio logístico à proteção marítima, à ajuda humanitária e assistência em desastres. O sonar inovador da FarSounder será um complemento primordial para a embarcação de 24.000 toneladas métricas, uma vez que realiza operações em zonas de desastre com detritos perigosos e mudança de fundo do mar. Também será importante em missões no sempre desafiador ambiente antártico.

O revendedor sul-coreano da FarSounder, Oceantech Co., é o facilitador deste projeto responsável por fornecer o FarSounder-1000 para instalação. A data de entrega prevista da embarcação para seu porto de origem em New Plymouth é janeiro de 2020, com operações iniciadas em março de 2021. 

Sobre a HMNZS Aotearoa

HMNZS Aotearoa substituirá o navio-tanque da frota HMNZS Endeavour, que será desativado no próximo ano, após mais de 30 anos de serviço leal. O Aotearoa terá características de design e capacidade de última geração, incluindo recursos de fortalecimento de gelo e ‘winterization’ para operações na Antártida. Ela também será capaz de transportar 12 contêineres de suprimentos e tem a capacidade de produzir 100 toneladas de água doce por dia, o que a tornará inestimável ao fornecer ajuda humanitária.

Ela carregará 8 mil toneladas de óleo diesel, o suficiente para “encher” uma fragata como Te Mana ou Te Kaha 13,87 vezes. E  será capaz de transportar e operar um helicóptero RNZAF NH90. O Aotearoa terá uma equipe principal de 64 mais 11 tripulantes.

A embarcação de 24.000 toneladas está prestes a se tornar a maior embarcação já operada pela Marinha Real da Nova Zelândia. Será lançado em março do próximo ano e entrará em serviço em 2021.

O ministro da Defesa da Nova Zelândia, Gerry Brownlee, anunciou em julho de 2016 que o HHI da Coréia do Sul foi o vencedor do contrato para construir e entregar um novo navio-tanque para a Marinha Real da Nova Zelândia. A HHI bateu o rival DSME no valor do leilão perto de US $ 500 milhões.

Os requisitos originais, elaborados pela Marinha da Nova Zelândia, incluíam a capacidade de reabastecer e sustentar a Força-Tarefa Conjunta no mar, bem como a capacidade de apoiar as forças terrestres, assistência humanitária e missões de socorro em catástrofes. região do Pacífico.

Fonte: Navy Recognition

Comments are closed.

shared on wplocker.com