Defesa & Geopolítica

Segundo Ex Comandante da VKS mísseis hipersônicos Zircon e outras armas já estão operacionais nas Forças Armadas Russas

Posted by

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

Em uma controversa entrevista à agência russa de notícias TASS MOSCOU, proferida hoje 21 de novembro (Clique para ler), o Ex-comandante das Forças Aeroespaciais Russas (VKS) e atual Chefe do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação, Viktor Bondarev afirmou categoricamente que o míssil hipersônico “Zircon”  bem como os mísseis intercontinentais lançados a partir de plataformas submarinas “Skif” (Sineva) estão operacionais e fazem parte do arsenal das Forças Armadas da Rússia.


Leia também

Ensaios de testes do Míssil hipersônico Russo 3M22 “Zircon” serão iniciados neste ano

Míssil hipersônico russo “Zircon” acelera corrida armamentista

Até então as únicas informações oficiais davam conta do desenvolvimento do míssil hipersônico dividia em três fases, por uma escala de tempo de uma década. Porém com as declarações de Bondarev a situação é outra. A global Security classifica esta arma como um “Game Changer”, ou seja, um vira jogo, capaz de tornar obsoletas todas as formas de defesa antiaérea de uma frota naval.

Ao afirmar que arma encontra-se na sua capacidade operacional inicial, Bondarev reforça a tese de que este míssil poderá  ser incorporado a toda a frota de superfície russa muito me breve (2018), uma vez que seu sistema lançador é padrão para os navios de superfície mais modernos e para os que estão submetidos aos programas de atualização.

As declarações são importantes por não haver oficialmente qualquer outra arma equivalente  no mundo que esteja e capacidade operacional, sendo o Zircon a primeira do seu gênero.

As razões para se temer o míssil Zircon são claras, a arma pode cruzar nada menos que que 300km em menos de 10 segundos não havendo qualquer sistema defensivo existente no planeta ou em desenvolvimento que seja capaz de detê-lo.

Trafegando até o alvo a uma velocidade superior à 10000 km/h, o Zircon não precisa de uma ogiva com carga bélica para incapacitar até mesmo um gigante dos mares como um porta aviões nuclear, isso porque a Energia cinética concentrada e transferida pelo impacto no alvo é centenas de vezes maior que a de uma carga explosiva padrão dos mísseis de ataque naval.

As afirmações feitas por fontes da indústria de defesa russa afirmaram à TASS, que a arma hipersônica bateu nos teste de avaliação, a marca de Mach 8  e que segundo eles, o míssil será submetido a julgamentos ainda este ano. Depois que o míssil for aceito para o serviço, ele equipará o arsenal dos cruzadores de mísseis pesados ​​Pyotr Veliky e Almirante Nakhimov.

Além do Zircon, Bondarev afirmou ainda que as campanhas na Síria mostraram que as guerras subsequentes também irão abraçar a esfera espacial. Segundo ele, é impossível combater os meios modernos com um rifle na mão e até mesmo uma metralhadora. É por isso que o desenvolvimento e produção do programa  PAK DP (o Perspective Airborne Complex of Long-Range Intercept- Novo interceptador em desenvolvimento pela MIG), novos mísseis veículos aéreos não tripulados de ataque estão chegando.

As armas de precisão e o desenvolvimento das forças nucleares estratégicas, foram designadas como prioridades da nova etapa de rearmamento russo. Desta  forma, o vice-ministro da Defesa da Rússia, Yuri Borisov, disse anteriormente aos jornalistas que as primeiras provas do míssil “Sarmat” mais avançado, estavam programadas para o final de 2017. De acordo com dados públicos, o trabalho de design experimental do míssil intercontinental de lançamento submarino Skif (Sineva) prevê o desenvolvimento de um recipiente de transporte e lançamento para mísseis balísticos, o que permitirá lançá-los a partir de uma grande profundidade.

Fonte: Tass

13 Comments

  1. Pingback: Segundo Ex Comandante da VKS mísseis hipersônicos Zircon e outras armas já estão operacionais nas Forças Armadas Russas | DFNS.net em Português

  2. Rafa_positron says:

    “Skif”

    Nunca ouvi falar neste ICBM… alguem sabe do que se trata?

  3. Pois é, e nos com nosso projeto 14X ( Motor Hipersônico de ar aspirado, mesmo usado no míssil Russo Zircon) encontra-se paralisado no IEAV.
    Já poderíamos estar andando a passos largos nesse sentido.
    Até hoje nem ao menos está marcado os teste do primeiro modelo do 14X.
    Não tem jeito mesmo nesse bananal, quando o mundo estiver utilizando apenas armas de energia dirigida ( Lazer, Plasma etc..), aqui dominará as tecnologias de mísseis e armas de energia cinética ( Armas de tubo), Brazil eterno país do atraso !!

  4. Foxtrot…..

    Quando passava pela Carvalho Pinto na saída de SJC para a rodovia Ayrton Senna, lá tinha um outdoor com a perspectiva do 14X.

    Hoje nem isso existe mais.

    Retiraram.

  5. O Zircon para ser efetivo tem que acertar o alvo com precisão pois não tem ogiva nenhuma, agora os Russos afirmam que conseguem acertar um alvo no mar em movimento (suponha 20 knts) a 300 km distancia em 10 segundos?? sei não em…

  6. A Máquina Troll says:

    “Foxtrot
    22 de novembro de 2017 at 11:07

    Pois é, e nos com nosso projeto 14X ( Motor Hipersônico de ar aspirado, mesmo usado no míssil Russo Zircon) encontra-se paralisado no IEAV.
    Já poderíamos estar andando a passos largos nesse sentido.

    rl
    22 de novembro de 2017 at 11:43

    Quando passava pela Carvalho Pinto na saída de SJC para a rodovia Ayrton Senna, lá tinha um outdoor com a perspectiva do 14X.

    Hoje nem isso existe mais.

    Retiraram.”

    Tá mais do que cabalmente (com)provado que nós sabemos fazer festa…Só não sabemos fazer um pais…

  7. diego 22 de novembro de 2017 at 12:46
    O Zircon para ser efetivo tem que acertar o alvo com precisão pois não tem ogiva nenhuma, agora os Russos afirmam que conseguem acertar um alvo no mar em movimento (suponha 20 knts) a 300 km distancia em 10 segundos?? sei não em…

    Caro Diego, faça os cálculos , não sei quanto é 20kts, são 37,04 km/h distância de 300km.
    Usando a formula simples da física D= VxT temos que
    300km= 30.04x T
    T= 300/ 30,04
    T= 9,9866 S

    O míssil atinge uma velocidade de 10.000 km/h .
    1 KM/ h é igual a 0,277778 M/S
    Faça os cálculos e veja se eles estão mentindo, e levando em conta a equação de Eistein E=MC²
    A essa velocidade, e dependendo do material do míssil, realmente ele não precisará de uma carga explosiva ( eu faria a cabeça de guerra desse míssil em Carbureto de Tungstênio, a liga metálica mais dura do mundo).
    Passar bem !!

  8. ………………..bem,se os russos falam a verdade essa arma é impressionante…..o armamento daqui a 50 anos não será igual ao atual,claro e evidente…porém,como será tbm,nesses 50 anos futuros a tecnologia pra salvar tripulantes de um submarino numa situação idêntica à desse Sub argentino….quais as possíveis inovações de salvamento da tripulação de um Sub num caso semelhante com o atual tempo de sobrevivência tão curto?………..

  9. eua já era, a RUSSIA o bastião da GUERRA MODERNA 1º do mundo moderno. americanos fudidos.

  10. Se este míssil estiver operacional tanto a Marinha Americana quanto a Europa estão completamente vulneráveis.

    E se eles conseguirem instalar nos Oscar II ou nos Yasen o territorial continental dos EUA também.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com