SACHSEN

SOBRE O PROJETO


Os navios F-124 da Classe SACHSEN, congregam as novas tendências e inovações presentes nos demais navios do programa NFR-90.

O programa Alemão baseia-se no projeto F-123 NANSEN e são navios extremamente modernos, multi-propósito e que conferem a Marinha Alemã uma capacidade de defesa antes nunca experimentada.

SISTEMAS ELETRÔNICOS

Os navios integram sistema de controle de combate Thales NeTHerland cujos principais sensores são o radar Thales NeTherland SMART-L de buscas aérea e de superfície, de varredura eletrônica de alcance máximo de 400 km.

Outro sistema é o radar APAR também Thales NeTherland, e também de varredura eletrônica, de 150 km de alcance e capacidade de rastrear mais de 250 alvos simultaneamente.

Além destes radares, existem outros dois radares multi-missão Atlas Elektronik 9600 –M /I/J ARPA, empregados no guiamento das armas anti-aéreas.

Os navios estão equipados com um sensor de busca infravermelho para direção e controle de tiro do canhão principal, modelo Thales NeTherland, Sirius IRST de longo alcance

Os navios são dotados de um sonar DSQS-24B da Atlas Elektronik. E de uma completa suíte de contra-medidas eletrônicas compostas por um sistema EADS FL 1800S-II e 6 lançadores de chaffs flares modelo Sippican Hycor super RBOC.


SISTEMAS DE ARMAS


A missão principal dos navios é a de prover cobertura anti-aérea, e para tanto, estes estão dotados um lançador vertical MK 41 de 32 células para mísseis ESSM e Standard SM-2 de 75Km de alcance.

Para guerra de superfície, são usados 2 lançadores quádruplos de mísseis harpoon, com 130 km de alcance.

Os navios possuem ainda 2 lançadores MK-31 para mísseis de curto alcance RAM.
As baterias de artilharia dos navios são compostas por um canhão Oto Melara de 76 mm controlado pelo sensor infravermelho IRST Sirius e 2 canhões de 20 mm da Rheinmetall

Os armamentos anti-submarinos ão compostos por 2 lançadores triplos MK-32 para torpedos leves Eurotorp UM-90.

O Hangar é mais amplo que os demais navios do originário projeto NFR-90 sendo projetado para operar 2 helicópteros NH-90 ou equivalentes.

PROPULSÃO

A propulsão dos navios é do tipo CODAG, 2 eixos, os motores a diesel são do tipo MTU-20V 1163 TB-63, e são operados em conjunto com uma turbina a gás GE 7 LM-2500 PF/ MLG que congregados produzem 23 500 KW.

Os navios deslocam-se à uma velocidade máxima de 58 Km/h.


FICHA TÉCNICA


Tipo: Escolta antiaérea.

Tripulação: 243 tripulantes.

Deslocamento: 5 600 toneladas .

Comprimento: 143 m.

Boca: 17.44 m.

Propulsão: 2 motores a diesel MTU 20 V1163-TB 63 e 1 turbina a gás GE 7 LM 2500.

Velocidade máxima: 58 km/h.

Autonomia: 8 000 Km.

Sistemas eletrônicos: 1 radar de busca Thales Nederland SMART-L de varredura eletrônica. 2 radares Atlas Elektronik 9600 –M /I/J ARPA para busca e guiagem dos mísseis anti-aéreos, 1 Sonar modelo DSQS-24B.

Sistemas de armas: 1 lançador vertical MK41 de 32 células para mísseis ESSM e Standard SM2, 1 lançador MK31 de mísseis RAM e 2 lançadores quádruplos para mísseis Harpoon. 1 canhão OTO Melara 76 mm e 2 canhões Rheinmetall de 20 mm além de 2 lançadores triplos MK-32 para torpedos Eurotorp.

Grupamento aéreo: até 2 Helicópteros NH-90 ou equivalentes.

One reply on “SACHSEN”

marlon r maiasays:

outro bom navio para o brasil, bem que poderia ser feito no brasil…….

Leave a Reply

Your email address will not be published.