Defesa & Geopolítica

EDITORIAL: PRIMEIRA FRAGATA PROJECT 22350 ALMIRANTE GORSHKOV SE JUNTA À FROTA DA MARINHA RÚSSIA

Posted by


 

Autor:

E.M.Pinto – Plano Brasil 


 

 

Segundo noticiou a imprensa local, foi oficialmente entregue a Marinha Russa em 28 de julho em São Petersburg, a primeira fragata Project 22350, Almirante Gorshkov, o mais atual navio escolta das forças de superfície russas. A cerimônia do hasteamento da bandeira que contou com a presença do vice-comandante-em-chefe da Marinha para o Armamento, Viktor Bursuk, ocorreu após 12 anos do batimento da quilha do navio. Segundo a ordem de pedidos da Marinha russa, outros quatro navios semelhantes serão entregues.

 

As fragatas da classe Almirante Gorshkov, Project 22350, foram projetadas pelo escritório de projetos navais Severnaye Design Bureau de São Petersburgo, os navios foram planejados para serem as sucessoras das fragatas classe Krivak, porém, contrariando a filosofia que imperava da era soviética, estes navios foram planejados para executarem múltiplas funções, tais como, ataques à superfície de longo alcance, guerra antisubmarina e escolta aos comboios e grupos de porta aviões.

As “Gorshkov” são planejadas para substituir os Destroyers Project 956 (Sovremenny), as fragatas Project 1135 (Burevestnik- Krivak) e Project 11540 (Neustrashimy ) nas quatro frotas da Marinha Russa.

Recentemenete a Marinha Russa estabeleceu inicialmente um requisito para cerca de 20 a 30 navios desta classe, o plano de longo prazo almeja substituir totalmente os Destroyers mais antigos Project 956 (Sovremenny) bem como as fragatas Project 1135 fragatas de classe (Burevestnik- Krivak) e Project 11540 (Neustrashimy ) nas quatro frotas da Marinha Russa.

Após enfrentar um longo e desafiante caminho até entrar em produção o projeto passou por inúmeros altos e baixos, com a primeira chapa cortada em 2006, o navio foi lançado na água em 2010, porém, só foi submetido aos testes em novembro de 2014. A etapa final das provas de avaliação só foram iniciadas em março de 2017.

A Primeira fragata da série a Almirante Gorshkov teve a sua “chapa cortada” em fevereiro de 2006 no estaleiro Severnaya Verf, em São Petersburgo e no final de outubro de 2008, o vice-primeiro ministro russo, Sergei Ivanov, anunciou que o primeiro navio da classe estaria pronto em 2011.

Os dois primeiros navios da classe foram equipados com turbinas a gás ucranianas Zorya-Mashproekt e como esperado após a crise da Crimeia em 2014 , os ucranianos se recusaram a fornecer tecnologia militar à Rússia e, por isso, a NPO Saturn foi contratada para projetar novos motores, porém os problemas coma ucrânia haviam produzido atrasos no projetos três anos antes  o que justificou as pendências do programa até então.

A United Shipbilding Corporation previu que esses novos motores estariam disponíveis entre 2017 e 2018 fato que veio a se confirmar e que agora  finalmente permitem a produção seriada das fragatas e seus comissionamentos a partir de 2020.

De acordo com o presidente da United Shipbuilding Corporation (USC), a classe almirante Gorshkov será o primeiro navio russo a receber as novas turbina a gás fabricados pela NPO Saturn.

Nome Construtor Corte da Chapa Lançamento Comissionamento Frota Status
Alm.Gorshkov Severnaya Verf , Fev. 2006 Out. 2010 28 de julho de 2018 Norte Ativa
Alm.Kasatonov Severnaya Verf, Nov 2009 Dez 2014 Expectativa -2019 Norte Em preparação
Alm.Golovko Severnaya Verf, Fev 2012 2018 Norte Em construção
Alm.Isakov] Severnaya Verf, Nov 2013 Norte Em construção

A Administração do Severnaya Verf declarou que os pedidos das Marinha russa serão entre e oito e quinze navios a serem construídos em suas instalações porém atualmente conta com um pedido para mais seis unidades.

As “Gorshkov” deslocam 4500 toneladas e podem navegar à velocidade de até 29,5 nós. Elas são extremamente armadas tendo em seu arsenal os mísseis de cruzeiro Oniks e Kalibr além dos sistemas de mísseis superfície-ar Poliment-Redut.

Ficha técnica

Classe Almirante Gorshkov
Construtor: Severnaya Verf , São Petersburg
Operadores:
Marinha Russa
Tipo: Fragata multipropósito
Deslocamento / ton: ·Padrão :4.500, Máximo: 5.400
Comprimento/m: 135
Boca /m 16
Calado /m 4,5
Propulsão: ·2 eixos CODAG
·2 motores a diesel para deslocamento em cruzeiro 10D49 5,200 shp e 3.900 kW.·2 turbinas a gás M90FR 27.500 shp e 20.500 kW.·Total: 65.400 shp e 48.800 kW
Velocidade/ km/h 54,6
Alcance: 8,980 km à 26 km / h
Resistência: 30 dias
Tripulação: 210 integrantes
Sistemas Eletrônicos Radar de busca aérea (S): Furke-4 5P-27 radar principal para detecção, rastreamento e direcionamento de alvos aéreos e superficiais 5P-20K 4 radar de busca, rastreamento e orientação / gerenciamento.

Radar de busca de superfície Monolit 34K1, ASHM e radar de alvos de artilharia adicional.

Sistema de controle de fogo de radar de artilharia principal: Puma 5P-10

·Sonar: Zarya M sonar, Vinyetka sonar rebocado,

Navegação: 3 × radares Pal-N

·Outros : 2 × iluminadores alvo na superestrutura traseira para o sisetma Palash CIWS

Comunicações : Vigstar Centaurus-NM

Sistemas Eletro-Ópticos : 2 × MTK-201M e 2 × 5P-520

Sistema de combate : Sigma / Sigma 22350

Guerra eletrônica ·Suíte EW: Prosvet-M,·Contramedidas:·2 × PU KT-308,·8 × PU KT-216
Armamento: Arma naval 1 × 130 mm Ametista / A-192M com taxa de fogo de 45 tiros/min;

16 (2 × 8) células UKSK VLS equipadas com P-800 Oniks (SS-N-26) e / ou sistema de mísseis Kalibr(SS-N-27)

32 (4 × 8) Redut  VLS  para mísseis 9M96, 9M96M, 9M96D / 9M96DM (M2) da família de mísseis e / ou 4x 9M100 mísseis de curto alcance

2 × CIWS (Palash)

2 × 4 330mm torpedo tubes Paket-NK anti-torpedo/anti-submarino

·Metralhadoras de suporte de 2 × 14.5mm MTPU

Aeronave transportada: 1 × helicóptero da série Ka-27
Instalações de aviação: Heliporto e hangar para um helicóptero

Por enquanto não há interessados, mas tanto o escritório de projetos quanto os estaleiros de São Petersburg apostam nas exportações de uma variante das “Gorshkov”.

O programa se desenvolveu por muitos anos e melhorias foram introduzidas bem como ajustes no projeto a partir dos requisitos da própria Marinha Russa de modo que um novo modelo que atende por Project 22350M, uma versão modernizada para a Marinha Russa a qual possui novos mastros, radares, equipamentos de rádio eletrônico, sensores e um deslocamento bem superior, atingindo 8.000 toneladas pode vir a ser proposto para breve completando a frota.

A variante Project 22350M é apresentada como uma alternativa mais armada e com maior persitência que as “Gorshkov” e atende aos requisitos atuais da marinha Russa que pode vir a operar um mix destes dois modelos de fragatas.

Além disso, outra variante denominada Project 22356 foi proposta para exportação, mas que ainda não possui interessados.

Leia Também

Almirante Gorshkov executa testes de mar

Programa das Fragatas Furtivas “Almirante Gorshkhov” enfrenta novos atrasos

O Renascimento da Marinha Russa

Vídeo: No mar com a Fragata Russa Almirante Gorshkov

 

 

 

 


Sobre  o Autor:

E.M. Pinto é Físico, Mestre em Física Aplicada e Doutor em Engenharia e Ciências dos Materiais, Professor Universitário editor do site Plano Brasil e de Revistas científicas  internacionais.

 


 

One Comment

  1. é um belo navio parabéns aos russos aos poucos tão superado as dificuldades. uma dúvida e a ucrânia? a rússia era de longe o maior cliente pu tô enganado? para que eles estão vendendo agora? não tem a vê com o artigo mas entre ucrânia e rússia eu preferia a rússia na concorrência das tamandaré opinião pessoal

shared on wplocker.com