Defesa & Geopolítica

PLA duplica o tamanho da Divisão Anfíbia de Infantaria Mecanizada

Posted by

China Infatary Naval (3)Tradução e adaptação: E.M.Pinto

Sugestão: Júlio Ribeiro

O Exército Popular de Libertação dobrou o tamanho de sua  Divisão de Infantaria Mecanizada Amfíbia (AMID) para aumentar as suas capacidades de combate em caso de um conflito com Taiwan, nos mares do Leste ou do Sul da China, relata o Want Daily.

O PLA originalmente tinha duas Divisões AMID  – um na Região Militar de Nanjing e outro na Região Militar de Guangzhou – compreendendo um total de 26 000 à 30,000 soldados. Entre 2007 e 2012, a 86ª Divisão de Infantaria Motorizada e  31º do Grupo de Exército de Nanjing e  41º Exército e a 123ª Divisão de Infantaria Mecanizada em Guangzhou foram ambos reformados por unidades AMID, dobrando o total de pessoal para 52,000 à 60,000.China Infatary Naval (5)

Os quatro AIMD vão alegadamente, fortalecer o poder de combate da China pois eles podem cooperar com os 20.000 soldados do corpo de fuzileiros do PLA para conduzir operações de assalto pouso. Cada AMID tem três grupos de batalha e pode transportar até 300 veículos de transporte anfíbio.

O PLA parece estar procurando diversificar as capacidades de suas forças terrestres anfíbias ao invés de simplesmente fortalecendo o seu Corpo de Fuzileiros Navais como um meio de reforçar a sua autoridade no Estreito de Taiwan e do Mar da China do Sul, onde está envolvido em uma série de disputas territoriais.China Infatary Naval (4)

Um relatório do Pentágono sobre os militares chineses a partir de 2008 observou que o PLA tem vindo a aumentar a mobilidade de suas tropas  para o caso de um conflito com Taiwan.

A idéia de aumentar a capacidade de combate anfíbia foi levantada na versão 2014 pelo relatório, que disse que uma das opções estratégicas do PLA é tomar rapidamente Taiwan antes que outros países possam intervir.

No entanto, nem todo mundo está convencido de que a duplicação da AMID necessariamente baseiem-se numa preocupação maior por Taiwan.

Um reservista do Corpo de Fuzileiros da Marinha Chinesa o coronel, Jia Yi-Shiah, disse que os AMID são fundamentalmente diferentes dos fuzileiros e que a ameaça não é tão grave como divulgado, apesar de que há a necessidade de uma maior cooperação entre as duas unidades.China Infatary Naval (2)

Os AMID do PLA e dos Fuzileiros Navais ainda não estabeleceram um sistema de comando conjunto, disse ele, acrescentando que, em um potencial conflito com Taiwan, o comando da AMID ainda vai pertencer a sua região militar, em oposição à Marinha do PLA, que controla o corpo de fuzileiros.

O AMID também têm experiência de batalha insuficiente sobre os mares e não pode simplesmente confiar em seus veículos de assalto anfíbio ZBD-05 para atravessar o Estreito de Taiwan, disse ele, acrescentando que o PLA ainda terá seus navios LPD Type 071 classe Yuzhao (navio de desembarque de doca) da Marinha e  futuros Type 081 LHD para realizar um assalto desembarque adequado.China Infatary Naval (1)

As AMID são baseadas na guerra “costa a costa”, como atravessar rios, lagos e terrenos difíceis, mantendo o seu poder de combate, disse ele, enquanto o Corpo de Fuzileiros Navais é focado em guerra “mar-terra”, que está mais preocupado com a forma de projetar poder de combate dos militares através dos mares.

Fonte: Want China Times

5 Comments

  1. Pingback: PLA duplica o tamanho da Divisão Anfíbia infantaria mecanizada | DFNS.net em Português

  2. Acho que foi em setembro ou outubro, que li um artigo excelente no voz da Rússia, falando que os chineses só vão comçar a gastar de verdade na compra de novos equipamentos, mísseis, sistemas de todo tipo, a partir de 2020, quando os chineses acreditam que serão capazes de superar tecnologicamente a grande maioria das tecnologias dos EUA.
    Estretégia mais do que correta, sem pressa, e com visão de longo prazo, típica dos orientais.
    Mas aí vem a pergunta: se os chineses não estão gastando tudo o que podem, imagine quando realmente iniciarem um processo de compra e construção da mais poderosa força militar do mundo…
    Lembrando que a China tem hoje, a maior reserva internacional da história, beirando ativos financeiros que beiram os 4 trilhões de dólares.

    • Julio Brasileiro says:

      Corroborando o que você informa, hoje, devida ao alto endividamento yanke com a China, pode-se dizer que o Fort Knox virou um espaço alugado, para a China. Rsrsrs.

    • HMS_TIRELESS says:

      A empreguete e concubina chinesa não perde uma chance de louvar histericamente o patrão….rs!

      Em tempo: Já resolveu sua birra com as mulheres ou você ainda acha que mulher deve esquentar a barriga no fogão e esfriar no tanque?

  3. ,..a 1ª e > prova da condições militar da China será a retomada de taiwuan,2035AD acredito…, q e direito deles..e problema deles.Quem viver verá. Sds. 😉

shared on wplocker.com