Defesa & Geopolítica

Paquistão diz que abateu dois jatos indianos e realizou ataques aéreos em Caxemira

Posted by

SLAMABAD/NOVA DÉLHI (Reuters) – O Paquistão realizou ataques aéreos e abateu dois jatos indianos nesta quarta-feira, disseram autoridades paquistanesas, um dia após aviões de guerra indianos atacarem o Paquistão pela primeira vez desde 1971, levando várias potências mundiais a fazerem apelos para que os dois lados mostrem moderação.

Pessoas carregam bandeiras do Paquistão em Lahore para comemorar que forças do país abateram dois caças indianos 27/02/2019 REUTERS/Mohsin Raza

Ambos países ordenaram ataques aéreos nos últimos dois dias, a primeira vez na história que duas potências nucleares fizeram isso, enquanto forças terrestres dos dois países trocaram fogo em mais de uma dúzia de locais.

A tensão aumentou desde que um carro-bomba com militantes suicidas, na área de Caxemira controlada pela Índia, matou pelo menos 40 policiais paramilitares indianos em 14 de fevereiro, mas o risco de conflito aumentou drasticamente na terça-feira, quando a Índia realizou um ataque aéreo contra o que disse ser uma base de treinamento de militantes.

O primeiro-ministro do Paquistão, Imran Khan, pediu nesta quarta-feira negociações com a Índia e disse esperar que o “bom senso” prevaleça para que os dois países possam diminuir as tensões.

“A história nos mostra que as guerras estão cheias de erros de cálculo. Minha pergunta é: dadas as armas que temos, podemos permitir ter um erro de cálculo?”, disse Khan durante uma breve transmissão televisiva à nação. “Devemos nos sentar e dialogar.”

O ataque da Índia na terça-feira teve como alvo o Jaish-e-Mohammed (JeM), grupo que reivindicou o ataque suicida. A Índia disse que um grande número de combatentes do JeM foi morto, mas autoridades paquistanesas afirmaram que a investida foi um fracasso e não deixou vítimas.

Paquistão e Índia lutaram três guerras desde sua independência do Reino Unido em 1947 e estiveram prestes a ir a combate uma quarta vez, em 2002, após um ataque de militantes paquistaneses ao Parlamento indiano.

A escalada mais recente marca uma reviravolta repentina nas relações entre os dois países, que reivindicam a região montanhosa no Himalaia da Caxemira, mas governam parcialmente. Recentemente, Khan mencionou “consertar os laços” com a Índia.

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, falou separadamente com os ministros das Relações Exteriores da Índia e do Paquistão e pediu que evitassem “outras atividades militares” após o ataque aéreo de terça-feira.

“Expressei para ambos ministros que encorajamos cautela entre os países e que evitem outras atividades militares”, disse ele.

A China e a UE também pediram cautela.

 

Fonte: Reuters

 

Vídeo AlJazeera

5 Comments

  1. Pelo que tenho acompanhado um F-16 paquistanês foi abatido(nada confirmado), e um MIG 21 e um Mi 17 pelo lado indiano, também a referencia sobre combates entre JF-17 e MIG 21. A Índia esta usando o Embraer/DRDO EMB-145I Netra e vai ser interessante ver o comportamento dessa aeronave em combate combinada com os SU 30, mas pelo jeito e para a sorte de todos acho que os combates tendem a cessar já que tem gente atuando como moderador mais que depressa, China e Rússia.
    * tanto o Paquistão quanto a Índia tem brinquedo de plutônio e por isso o mundão fica de cabelo em pé.
    ** o MIG 21 modernizado ainda da um caldo, apesar de ter sofrido um abate também obteve uma vitoria e não acho que tenha sido contra o F-16 e sim contra o JF-17.
    *** é possível vermos o batismo de fogo do míssil anti radar da Mectron o MAR-1 que é usado pelo Paquistão e esta integrado ao JF-17.

    Sds

  2. “** o MIG 21 modernizado ainda da um caldo, apesar de ter sofrido um abate também obteve uma vitoria e não acho que tenha sido contra o F-16 e sim contra o JF-17.”

    Os paquistaneses apresentaram os destroços fumegantes do Mig-21 abatido. Já os indianos vieram com a desculpa de que o F-16 “caiu em território paquistanês” e não apresentam sequer uma imagem do fato.

    Quem está falando a verdade? Simples, quem apresentou as provas, no caso os paquistaneses….

    • “Quem está falando a verdade? Simples, quem apresentou as provas, no caso os paquistaneses….”
      Ou apenas uma meia verdade. Como Eu disse lá no comentário acima “nada confirmado”, e os Indianos podem estar realmente mentindo ou achando que abateram algo. Mas convenhamos que não seria nada de absurdo o abate de um F-16 (ou um JF-17) por um MIG-21 modernizado. Hoje com mira no capacete e misseis como o R-73 que viram uns 50 ou 60 graus (dizem que o Python V chega a 180 graus) o combate aéreo a curta distancia é “meio nivelado”, isso sem contar o fato de que a Índia deve ter desenvolvido táticas e treinado muito para enfrentar os F-16 do Paquistão que eram (e ainda é) uma tremenda dor de cabeça.
      Vamos aguardar para ver se alguém traz informações mais concretas.

      Sds

  3. É a velha versão civilizatória do QUEM PODE MAIS, CHORA MENOS… 🙂

Deixe uma resposta para B&E Cancel

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com