Defesa & Geopolítica

O Congresso encaminha à Trump orçamento militar de 700 bilhões

Posted by

Por Richard Lardner, The Associated Press

WASHINGTON – O Congresso enviou nesta quinta-feira ao presidente Donald Trump um projeto abrangente de política de defesa que autoriza um orçamento de 700 bilhões de dólares para os militares, incluindo bilhões de dólares para programas de defesa antimíssil visando contrapor a crescente ameaça de armas nucleares da Coréia do Norte.

O projeto de autorização de defesa para 2018 navegou através do Senado por voto de voz. A Câmara aprovou a medida no início desta semana.

Os parlamentares americanos alegam que as dezenas de bilhões de dólares extra são muito necessários para reaprovisionar os militares dos Estados Unidos, exauridos por anos de combate e um processo orçamentário que deixa as forças armadas americanas inseguras sobre quanto de recursos receberão a cada ano.

Mas ainda há um porém. Enquanto o orçamento militar de 700 bilhões é uma poderosa declaração política, o plano de 700 bilhões permanece especulativo até o Congresso concordar em reverter uma lei de 2011 que estabelece limites rígidos aos orçamentos federais, incluindo o Departamento de Defesa. O limite exigido pela lei sobre despesas de defesa nacional para o exercício de 2018 é de 549 bilhões.

Republicanos e Democratas não conseguiram chegar a um acordo até agora. Muitos republicanos defendem a flexibilização das bonificações apenas para despesas de defesa. Mas os democratas também querem aumentar os orçamentos para outras agências governamentais.

Se eles (Republicanos e Democratas) não conseguirem chegar a um acordo, o Congresso poderá ser forçado a usar novamente notas “tampão” de despesas. Sob estas medidas de curto prazo, o orçamento do Pentágono fica bloqueado nos níveis atuais e os serviços militares podem ser impedidos de iniciar novos programas ou encerrar os antigos. As principais autoridades militares declararam que as medidas “tampão” os obrigaram a mudar o destino de recursos que seriam para novas armas mudando para pagar as operações em curso

 

Fonte: Defense News

Tradução e adaptação: Luiz Medeiros

4 Comments

  1. Cesar A. Ferreira says:

    Resumo do texto: os EUA possuem a maquininha de rodar dinheiro, mas mesmo com ela está difícil abusar tanto…

    Pois… A China e a Rússia não estão se entupindo de ouro à toa. A Rússia e o Irã aceitam yuans em troca de energia (Petróleo e Gás)… Na hora exata que a Arábia Saudita aceitar o mundo acaba.

    Detalhe: nós nos entupimos de… Dólares.

  2. Tem razão tudo tem o seu fim.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com