Defesa & Geopolítica

Militares do Exército no Vale do Paraíba irão atuar na segurança pública do RJ

Posted by

Formatura de Apronto Operacional com militares da Força Tarefa do 5º BIL para atuação na intervenção federal no RJ. (Foto: Alex Santos/PortalR3)

A intervenção federal no Rio de Janeiro ganhará o reforço de cerca de 450 homens oriundos de uma Força Tarefa composta por militares do 5º Batalhão de Infantaria Leve, de Lorena (SP), e reforçada por Organizações Militares ligadas a 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), Unidade do Exército Brasileiro com sede na cidade de Caçapava, em São Paulo.

Na manhã desta segunda-feira, dia 16 de abril, durante formatura de Apronto Operacional no 5º BIL, com a presença do general Mário Fernandes, comandante da 12ª Brigada, foram apresentados alguns dos meios que serão empregados pela tropa nas ações no Rio de Janeiro. Esta é a primeira tropa do Vale do Paraíba que irá atuar na intervenção federal.

Formatura de Apronto Operacional com militares da Força Tarefa do 5º BIL para atuação na intervenção federal no RJ. (Foto: Alex Santos/PortalR3)

Ao falar sobre a missão, o general Mário Fernandes explicou como deverá ser a atuação dos militares ligados a 12ª Brigada, considerada uma Força de Emprego Estratégico do Exército Brasileiro. A previsão é que haja um rodízio de militares a cada 15 dias, aproximadamente.

Formatura de Apronto Operacional com militares da Força Tarefa do 5º BIL para atuação na intervenção federal no RJ. (Foto: Alex Santos/PortalR3)

Dos 450 militares, cerca de 250 são do 5º Batalhão de Infantaria Leve. O comandante da unidade, tenente-coronel Marcelo Martini Monteiro, explicou como foi a preparação dos seus homens, bem como destacou que a maioria deles já atuou ema alguma missão real.

Formatura de Apronto Operacional com militares da Força Tarefa do 5º BIL para atuação na intervenção federal no RJ. (Foto: Alex Santos/PortalR3)

Além dos 450 militares, cerca 53 viaturas e 39 motos, dentre outros equipamentos, fazem parte deste reforço que as Forças Armadas terão para atuação na intervenção federal, que tem o “objetivo de pôr termo ao grave comprometimento da ordem pública no Estado do Rio de Janeiro” e previsão de término em 31 de dezembro de 2018.

Formatura de Apronto Operacional com militares da Força Tarefa do 5º BIL para atuação na intervenção federal no RJ. (Foto: Alex Santos/PortalR3)

 

Fonte: Portal R3

17 Comments

  1. Agora vai, agora sim vão ver o que e choque de ordem, senão a chinela canta.

    A tropa paulista vai por aquela cariocada forgada pra cantar pequenininho, e “qual é, qual foi, mermão” e os cambal, e não senhor e sim senhor , e olhando pro chão…

    (Maluquete dando piti em 4…3..2)

    • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

      rsrsrsrsrsssss… acho que deve estar ocupado desembarcando os celulares na cumundadi de Nova Holanda… rsrsrssrsrsrsssss…

  2. Fico imaginando quando alguém tiver a brilhante ideia de subir o morro com uma fragata, pode ser a Constituição para melhorar a ironia. A cada dia que passa vai ficando mais claro a pirotecnia e consequentemente o fracasso, mas para criar um fato novo aumentam a dose daquilo que não resolve nada.
    Mas o que mais me arrepia é o grau que essa pirotecnia chega em algumas mentes, leio ai o comentário do Sr Capa Preta dando a entender sabe lá Deus o que. Talvez esse efetivo que esta indo para o Rio poderia ficar em SP para combater o PCC (aquele que não existe) que cresce a partir dali para o Brasil inteiro e já chega em nossos vizinhos. Se não me falha a memoria é o Sr Capa Preta que em alguns de seus comentários denuncia o massacre de Armênios pelos Turcos, que foi justamente causado pela intolerância e preconceito, daqui a pouco estaremos fichando todos os Cariocas exceto os do Leblon obviamente.

    * esse dinheiro que esta sendo jogado fora deveria estar sendo investido na policia. Principalmente a civil, que é a que faz trabalho de inteligencia. As nossas FA tem que atuar em nossas fronteiras. Do jeito que esta caminhando a coisa daqui a pouco vão aplaudir a chegado do USMC para combater a violência, mas não se enganem eles também vão comprar erva na boca e o dinheiro vai continuar indo pro mesmo lugar.

    Sds

    • Muita letra e pouco conteúdo, meu Deus o Brasil tá perdido com esta turma de adoradores de marginais.

      • A polissa civiu do hell naoo foge a regra , sao seletivos , pirotecnicos e oportunistas , precisou de um comando militar pra colocar os tira-dinhos pra trabalha , festinhas como aquela que prenderam 140 milicinhos acontecem de segunda a segunda , so enganam otarios como vc fazendo aquele teatrinho , kkkkk, um Pais de oportunistas apoiados por piegas nunca vai sair do caos !

        • Tem toda razão casuar, se dependermos das policias civis brasileiras, e toda sua inercia herdada da vadiagem publica estaremos lascados.
          O objetivo da esquerda com a falacia da “desmilitarização das policias” alem de querer coopta-las ideologicamente ( o que a ordem unida militar não permite) a principio e um discurso esquerdista de desconstrução da ordem publica, eles não querem tornar a policia mais eficiente, querem desmilitariza-la para SINDICALIZA-LA, e assim cooptar a unica instituição que pode deter o terror revolucionário que querem implantar.
          Se acabarem com a Polícia Militar(a tal desmilitarização”) será melhor mudar de país. Pois a única coisa que ainda mete medo dos marginais é a PM. Acabar com a PM significa entregar esse país para o PCC, Comando Vermelho, etc.
          E para eles seria lindo, afinal seguem as teorias de Marcuse, consideram crime, banditismo, vandalismo e ate o terror como ferramentas revolucionarias.

          Quem reclama da presença de militares na segurança pública se esquece que estamos numa guerra civil não declarada. Os 60 mil assassinatos por ano são prova disso.

          Em um país com a justiça falida, presídios super-lotados e que são verdadeiras faculdades do crime, policiais mal remunerados e mal equipados, e aonde metade da população vive em condições precárias, acabar com a PM será o começo do “fim do mundo”.

          Reformem a justiça, restruturem as polícias e façam tudo o que pode para melhorar o atual panorama. Mas deixem a PM fazer o que sabe de melhor: enfrentar criminosos.

          OBS: Existe um monte de países com forças policiais militares atuando na segurança pública. A França possui a “GENDARMERIE NATIONALE”, a Itália os “CARABINIERI”, a Espanha tem a “GUARDIA CIVIL” que apesar do nome tem uma estrutura 100% militar, no Chile os CARABINEROS e assim por diante.

          Porque será que as “ixxquerdas iluminadas” não discutem o papel da policia civil? no Brasil em 2017 foram 61 mil caso de homicídios, disto somente 8% foi investigado e solucionado.
          E porque a policia civil vive fazendo greves no Brasil?

          As policias civis brasileiras, sofrem do mesmo mau das instituições publicas civis em geral, corrupção, peculato, e principalmente burocracia.
          A policia que deveria ser responsável pela parte investigativa, pelo fundamento do processo legal, se tornou no estado inchado e cheio de come e dormes brasileiro, uma policia burocrática, desleixada, batedora de carimbo. o resultado e que nos Brasil, crimes de homicídios, tem menos de 10% de solução por parte da policia investigativa, um dos mais baixos índices do mundo.
          Culpa os policiais ? também! Mas principalmente de um estado viciado, inchado e preguiçoso.

          O problema não e a ordem unida militar nas policias ostensivas, e nas forças regulares de ações táticas, o problema e a formação de milícias,a frouxidão do comando ( militar e politico) e o desvio de conduta, que deve ser combatido dentro da própria ordem unida.

          Quem defende a desmilitarização das policias, basta ver quem ganhará com isto, que tipo de inimigo eles combatem, se e possível combater este inimigo fortemente armado com lenga lenga ideológico, e ver também a vergonha que são as policias civis burocráticas no Brasil, que não resolvem nem 10 % dos casos de casos de homicídios no país, uma vergonha nacional, mas sabem porque ninguém toca neste assunto na esquerda ? porque as policias civis brasileiras foram cooptadas pelo gramscismo e pela partidarismo socialista barato, e eles estão putos com a policia militar, pois o militarismo nacional impede a veneno socialista de se alastrar.

        • Grato pelo comentário Sr Casuar.

    • Atirei no que vi…acertei no que não vi. kkkkk

    • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

      Sr. Muttley… não fostes fazer romaria em Curitiba para “o homem mais santo destepaís” também ???… 🙂

  3. Lucas Iglesias says:

    O site devia ser sobre política, porque aqui se fala de tudo menos de militarismo.

    • Vc se engana , política é a síntese, o sal das relações humanas , tudo , tudo tem espaço para a política, indústria de defesa , tecnologia e centros tecnológico, até o militarismo só faz sentido sobre a ótica política, sorry !

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        Só falam de “militarismo” quando lhes convém… as matérias que tratam de temas conexos ao que o nobre colega Lucas reclama estão VAZIOS de comentários… talvez ele só saiba comentar onde outros comentam… deve ser a tal timidez esquerdista… este post, por exemplo, Sr. Lucas http://www.planobrazil.com/adsumus-forca-de-fuzileiros-da-esquadra-ffe-realiza-adestramento-na-ilha-da-marambaia-rj/ … não temos nenhum comentário até o momento… que tal o Sr. inaugurar o espaço ao invés de reclamar de tratarmos de política num site de geoPOLÍTICA ???… 🙂

        • Lucas Iglesias says:

          Não tinha reparado a matéria. Mas já que o Sr viu, por que não comenta, é Maria vai com as outras? Só espera por segundos? Não tem iniciativa própria? Eu abri a matéria porque a mesma está nas recomendações do Google, diferente do senhor Blue Eyes que parece mais um capacho do senhor Casuar, sempre está onde ele está. Kkkk

          • Possuir conceitos semelhantes pra vc é sinônimo de capachismo ?kkkkk, o Brasil ainda não é uma latrina plena como a venefavela porque ainda há milhões de não idiotizados neocolonial!

  4. Modo irônico ligado (mas nem tanto):
    Não precisa prender, encher ainda mais os presídios, para baixar os índices de banditismo e diminuir rapidamente o poder do tráfico no Hell de Janeiro, bastaria liberar a tropa para poder dar borrachadas no lombo dos usuários de drogas.
    Ahh!.. Ia ser um santo remédio.
    Que ia se espalhar para todo o país.

    Outra:
    Tinha que botar fernandinho beira mar e tantos outros seus assemelhados presos, quebrando pedra de Sol a Sol no pátio dos presídios – fazendo toneladas de brita na mão para nossas cidades.
    Acabar com essas verdadeiras “temporadas de férias entre colegas” disfarçadas de penas.
    Ia ser outro miraculoso remédio contra o câncer maligno da malandragem brasileira.

    Brasil tem jeito sim, mas precisamos mandar para os quintos dos infernos tudo o que foi materializado aqui pelas teorias socialistas (falsamente humanistas) de Antonio Gramsci e Paulo Freire, que nada mais pretendiam do que produzir e alavancar massas de boçais a pseudo intelectuais. O estrago esta aí… Milhares de boçais em todas as instituições nacionais.

    Sem uma boa borracha higienizadora vai levar tempo para limpar essa sujeira social feita.
    O caso irmãos Cravinhos é exemplar: Em vez de Perpétua (assassinos frios e cruéis que não deram chance as vítimas que estavam dormindo) já estão soltos e aprontando de novo.
    Ou seja, até quando vai ser ótimo ser bandido neste país?
    Quanto tempo vai levar para essas leis penais atuais para bandidagem serem jogadas no lixo?

    Concluindo,
    A tese de que consumidor de drogas é intocável, é do bem, é neutro nos crimes que ocorrem por aí, é MENTIROSA e CRIMINOSA.
    Consumidor de drogas tem que ser punido, com cadeia ou muita borrachada no lombo. Ou o tráfico, por demanda crescente e incontrolável, chamais vai ser abalado e muito menos extinto desta nação, que é azaradamente vizinha dos maiores produtores mundiais.

    BORRACHA – BORRACHA – BORRACHA na malandragem.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com