Defesa & Geopolítica

“Mídias sociais favoreceram a imbecilidade”

Posted by

O filósofo Mario Sergio Cortella comenta, em entrevista à DW Brasil, a cultura do ódio que se disseminou pelo país. Para o escritor, na internet todos têm uma opinião, mas poucos têm fundamentos para ancorá-la.

Cortella: “Para quem está com o martelo na mão, tudo é prego.”

A instantaneidade e conectividade das mídias sociais fomentam um ambiente hostil em que todos têm “alguma opinião sobre algo, mas poucos têm fundamentos refletidos e ponderados para iluminar as opiniões”, diz o filósofo e professor universitário Mario Sergio Cortella, em entrevista à DW Brasil.

Cortella é uma figura influente na sociedade brasileira como palestrante, debatedor e comentarista de rádio. Com mais de um milhão de livros vendidos entre seus 33 títulos lançados, Cortella traduz à linguagem coloquial e adapta à realidade atual do Brasil complexos temas filosóficos, existenciais e políticos como “se você não existisse, que falta faria?” ou “o caos político brasileiro”. Nesta entrevista, ele analisa como a cultura do ódio é alimentada por “analfabetos políticos”.

DW Brasil: Etimologicamente, a palavra “cultura” (culturae, em latim) originou-se a partir de outro termo, colere, que indica o ato de “cultivar”. Podemos considerar que a “cultura do ódio”, que se vê eclodir na sociedade brasileira, é algo que já estava presente nas relações sociais, vem sendo cultivado e agora encontrou o tempo ideal para a “colheita”?

Mario Sergio Cortella: O ódio é uma possibilidade latente, mas não é obrigatório. Contudo, não havia tanta profusão de ferramentas e plataformas para que fosse manifestado e ampliado como nos tempos atuais no Brasil. A instantaneidade e a conectividade digital permitiram que um ambiente reciprocamente hostil – como o da fratura de posturas nas eleições gerais do final de 2014 – encontrasse um meio de expressão mais veloz e disponível, sem restrição quase de uso e permitindo que tudo o que estava aprisionado no campo do indivíduo revoltado pudesse emergir como expressão de discordância virulenta e de vingança repressiva.

DW: Qual o papel das redes sociais nesse fenômeno? Você concorda com Umberto Eco, para quem as mídias sociais deram o direito à fala a legiões de imbecis?

MSC: As mídias sociais favoreceram, sim, o despontar de um palanque também para a imbecilidade e a idiotia. Antes delas, era preciso, para se manifestar, algum poder mais presente ou a disponibilidade de uma tribuna mais socialmente evidente. Agora, como efeito colateral da democratização da comunicação, temos o adensamento da comunicação superficial, na qual todos têm (e podem empresar) alguma opinião sobre algo, mas poucos têm fundamentos refletidos e ponderados para iluminar as opiniões. Como dizia Hegel: “quem exagera o argumento, prejudica a causa”.

DW: Por que pensar e se expressar de forma distinta daquilo “com o que eu concordo” passou a ser o estopim para reações de ódio exacerbado no Brasil?

MSC: Uma sociedade antes fragmentada concentrou-se em ser mais dividida. Isto é, dois lados em confronto, agora dispondo de arsenais mais contundentes de propagação e, por outro lado, vitimadas por poderes comunicacionais dos quais desconhece a face e o interesse. O salvacionismo moral sugerido por alguns em meio a uma crise de valores republicanos e à degradação econômica encontrou fácil disseminação. Como se diz em português: “para quem está com o martelo na mão, tudo é prego…”

DW: Como explicar casos de “cidadãos de bem” sendo atores de ações de censura, de extrema intolerância e violência, verbal e física, contra outros cidadãos, igualmente “de bem”?

MSC: O “cidadão de bem”, entendido como aquele que não faz o que faz por maldade, é a encarnação do que Bertolt Brecht chamava de “analfabeto político”. Isto é, alguém que, portador de boas intenções, age em consonância desconhecida com as más intenções de quem almeja uma situação disruptiva e oportunista.

DW: Quem se beneficia dessa explosão de ódio?

MSC: Todos os “liberticidas” e todos os “democracidas” são herdeiros dessa seara incendiadora que exclui o conflito (divergência de ideias ou posturas) e alimenta o confronto (busca de anulação do divergente).

DW: Aonde essa cultura do ódio e intolerância no país pode nos conduzir? Tempos sombrios estão por vir?

MSC: Tempos sombrios podem vir, sempre. Contudo, podem ser evitados se houver uma aliança autêntica em meio às diferenças entre aqueles e aquelas que recusam a brutalidade simbólica e física como instrumento de convivência. Não há um caminho único para o futuro. Não há a impossibilidade de esse caminho parecer único. Não há inevitabilidade de que um caminho único venha.

DW: “Até nos tempos mais sombrios temos o direito de ver alguma luz”, disse a filósofa alemã Hanna Arendt. Qual seria a luz para começar a responder a essa cultura do ódio?  

MSC: A luz mais forte é a da resistência organizada e persistente de quem deseja escapar das trevas e não quer fazê-lo sozinha, nem excluir pessoas e muito menos admitir que impere o malévolo princípio de “cada um por si e Deus por todos”. Seria praticando cotidianamente o “um por todos e todos por um”. Afinal, como dizia Mahatma Ghandi, “olho por olho, uma hora acabamos todos cegos”.

Fonte: DW

 

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

 

26 Comments

  1. Jakson de Almeida says:

    Um imbecil chamando outros de “imbecil”.

  2. O odio deveria ser contra os politicos, nossa elite de parasitas, nossa imprensa vendida e nao contra nos mesmos por conta de bandeiras politicas , cor da pele, regiao de nascimento e ate religiao; isso sim E PROVA DE IMBECILIDADE IMENSA.

  3. vou discordar do professor ai por um simples motivo mas que faz toda a diferença
    primeiramente ele se esquece que existem robos tem ate uma materia aqui a respeito disso e ja teve outras tambem não apenas no plano brasil mas em veiculos inteirados com a malandragem da
    guerra hibrida misturada as revoluções coloridas
    vejam idiotas ,otarios sempre existiu e sempre existira por causa deles malandro nao passa fome , como ja dizia o poeta vermes e leões no mesmo eco sistema
    mas os robos que propagam essa legiao de idiotices fazendo um pequeno grupo repercutir como muitos como centenas
    exemplo vejam o caso da socialite que mora no canada falar criticando a filha de outras pessoas por causa de sua cor
    ela por acaso é muitas centenas ,NÃO ela foi uma falando sozinha mas repercutiu como se ela fosse muitas pessoas
    usando os robos para propagar guerras , separatismos desuniao , logico que vai ter otarios idiotizados que vão atrás pensando fazer parte de milhares
    mas eles são a minoria
    volto a repetir o brasil tomou um golpe sim
    mas esse golpe era para vir como uma guerra civil igual foi a primavera árabe
    nos protestos dos vinte centavos eles os donos da internet queriam a anarquia total
    e muitos idiotas brigando pelos vinte centavos ou aqueles outros com a camisa da cbf sairam as ruas soltando seus cachorros
    mas 200milhoes ficaram de boa não acreditaram em conto da carochinha propagado pela sna
    continuaram trabalhando continuaram produzindo
    vejam hoje uma quadrilha no poder que apenas o temer consome mais que a manutenção do porta avioes sao paulo
    e a naçao trabalhando perdendo direitos violencia aumentando transformaram as policias em agentes do detran para multar ao inves de patrulhar
    o povo roubado na caruda sustentando essa quadrilha esperando ordeiramente as proximas eleiçoes
    e vendo eles os politicos da quadrilha e parte desse judiciario envolvido quebrando multinacionais brasileiras e tramando para fazer um parlamentarismo sem perguntar ao povo sem consultar
    e a naçao trabalhando
    entao para a naçao brasileira do quinto maior pais do mundo um hip hip hurrar
    a maioria e inteligente e forte
    so nos falta um lider para nos levar e colocar entre os primeiros

  4. Renato Alves dos Santos says:

    esse cara que defendeu criança de 5 anos tocar um homem nu têm moral pra falar de que mesmo? ????

    • Cesar A. Ferreira says:

      Ele não fez essa defesa. Disse que não concordava com ataques a museus.
      Vendo a sua intervenção tenho uma certeza: é ignorante, ou insidioso.

  5. A Máquina Troll says:

    “Mídias sociais favoreceram a imbecilidade

    Qual o papel das redes sociais nesse fenômeno? Você concorda com Umberto Eco, para quem as mídias sociais deram o direito à fala a legiões de imbecis?

    MSC: As mídias sociais favoreceram, sim, o despontar de um palanque também para a imbecilidade e a idiotia.

    MSC: O “cidadão de bem”, entendido como aquele que não faz o que faz por maldade, é a encarnação do que Bertolt Brecht chamava de “analfabeto político”. Isto é, alguém que, portador de boas intenções, age em consonância desconhecida com as más intenções de quem almeja uma situação disruptiva e oportunista.”

    Quando faltar otário o que vai ser do braziu?…rs…

    Entrevistado em jornal dos EUA dá risada sobre Lava Jato estar erradicando a corrupção :

    https://www.youtube.com/watch?v=PD4U1yE1ASY

  6. Eu ate poderia ler com atencao a entrevista com esse individuo se ele nao fosse apresentado como ‘filosofo’ fulano de tal. Filosofo que vende um milhao d livros? Nem na Alemanha no seu periodo dourado 1750 a 1920 isso ocorria. Nao vai ocorrer no Brasil. O homem so pode ser um enganador.

    • Cesar A. Ferreira says:

      Quando li o seu comentário comecei a rir…
      Você não percebe o quanto se reduz com ele? Você deixa patente o seu sentimento rançoso de inferioridade. Triste.
      Volte e leia o que você escreveu…
      Ademais, tens a coragem de reclamar do número de livros vendidos?
      Você tem que conhecer a produção acadêmica da pessoa para criticá-la, não o número de livros vendidos.

  7. Cesar A. Ferreira says:

    Quem é você, Maluquinho?
    Um comentarista de internet?
    Um troll que esconde a sua face?

    Caríssimo… Melhor tivesse enfiado a viola no saco do que comentado.

    Cortela é um acadêmico respeitado. Não gosta dele? Tenha uma produção acadêmica e o contradiga.

    • Essa briga entre vc e o César só traz felicidade ao S-88. Perceba, veja como ele estimula. Tanto você quanto o César são duas pessoas engajadas na luta contra o Império Anglo-sionista, o maior e mais perverso e satânico império, que nunca antes em toda a História jamais existiu. Claro que o Império americano é fruto e derivado do Império Britânico, mas assumiu proporções maiores e mais camufladas. Amigos, por favor, não briguem, nossa desarmonia só os favorece. Vocês dois podem ter pensamentos diferentes em vários assuntos, mas por divergir não significa que devam tornar-se inimigos ou ofender-se. Dividir para conquistar é uma das maiores estratégias desse império maligno. Só quem se divertiu com isso foi o S-88., perceba como ele instiga e se delicia com essa briga. Não lhe dê mais esse gostinho. Vamos respeitar a opinião de pessoas do bem que discordam. Claro, essas pessoas de bem devem também respeitar nossa opinião. Não estou lhe passando pito, apenas lhe solicitando para evitar esse tipo de atrito. Reconheço que o César foi incisivo primeiro contigo, mas peço que engula o sapo em nome da nossa causa comum.

  8. Não disse nada de novo, choveu no molhado. Quanto à impactante frase “Para quem está com o martelo na mão, tudo é prego “, salvo engano é de Mark Twain .

  9. César Pereira says:

    As mídias sociais podem sim favorecer a imbecilidade de alguns, mas pelo menos hoje, existe meios para que o cidadão comum possa se expressar, coisa que algumas décadas atrás estava restrito aos grandes conglomerado s mediáticos !
    “”Posso não concordar com o que você diz, mas sempre defenderei o seu direito de falar e se expressar! “

  10. Discordo, a imbecilidade sempre esteve ai, a diferença agora é que ela ficou mais exposta, mais patente.

  11. E põe imbecilidade nisso.

  12. …………………..o fato de agressividade cada vez maior na internet é os que o letrados em “marketing” chamam de “demanda reprimida”……as redes sociais e sites duvidosos deram chance a que pessoas ou grupo de pessoas falem o que querem sem medo de serem identificadas ao ponto de instruir qualquer um até a fabricar uma bomba caseira….em outras palavras, violência e agressividade sempre existiram porém tomaram uma dimensão cada vez maior pela impunidade dada pela Internet…….porém se voltarmos no tempo veremos que tudo o que culmina na impunidade da Net originou-se nos meios tradicionais de comunicação ….todos tem culpa no cartório…..em Pindorama uma rede de TV não conseguiu dar um impeachment numa presidente??……….

  13. A Máquina Troll says:

    “Quanto mais a sociedade se distancia da verdade, mais ela odeia aqueles que a revelam”

    George Orwell.

  14. Concordo plenamente Maluquinho.
    E sempre que eu leio as baboseiras “filusoficas’ destes USPianos eu me lembro de um velho ditado português que diz : “Quem planta tâmaras não colhe tâmaras” isso porque as tamareiras levam de 80 a 90 anos para darem os primeiros frutos.
    Certa vez um jovem encontrou um velho sábio plantando tâmaras e logo perguntou: porque o senhor planta tâmaras se o senhor não vai viver para colher?
    O sábio senhor respondeu com um humilde sorriso: “Meu filho ——– o quintal e meu eu planto o que eu quiser”

  15. Engraçado a quantidade de gente que se sentiu ofendido pelo que o filosofo falou e saio para ofensa!
    A internet virou terra que se da opinião como se da um p&do e se fala com a maior naturalidade do que não sabe mas isso e ruim e bom ao mesmo tempo se criou um exercito de tipo “não sei o que quero só quero me dar bem” que defende qualquer anseio,causa,privilegio e motivo absurda quando não mentiras risíveis mas se decentralizou o comando central(não ss-88 da velha guarda)e naturalizou farsa da imbecilização corrupta panfletaria de direita e por outro gente que se informa e se preocupa e querem fazer a coisa certa e sem muito esforço percebe como todo jogo funciona, ta que nem os judeu no deserto que se dividiram entre os a adoradores da vaca de ouro e os seguidores dos ensinamentos de deus !
    O perigo e que se deu asas ao radicalismo de idiotas que pela força do desespero das elites que no auge de sua fortuna vê perder o seu poder partir a conquistar a qualquer custo com “direito” a reescravizar o mundo!
    A besta tem 2 significados !
    Para quem acha que não quem não se lembra que quando o brasil andava ainda bem de cabeça erguida no estrangeiro por pouco não elegeram o Aécio para fazer o mesmo governo psdb/pmdb e demo de hoje .

  16. A Máquina Troll says:

    prestem atenção e reparem como de uns tempos pra cá campanhas agressivas e extensivas de ataques veem sendo perpetrados pelos meios de comunicação do pais contra os movimentos pela intervenção militar e o monarquismo…

    percebam como as épocas do Brasil Império e do Governo Militar são sistematicamente alvos de ataques pelas mídias…isto se deve ao crescimento destes movimentos no pais que ameaçam este governo fantoche de estrangeiros…neste sentido eles começam a se movimentar e tentar se aproveitar desses movimentos para usa-los para seus fins…

    começam sistematicamente a se infiltrar nestes movimentos para direciona-los e usa-los para seus fins…vemos cada vez mais dos movimentos subversivos deste pessoal se travestindo de movimentos monarquistas ou usando-se dos movimentos pela intervenção militar para doutrinar as pessoas a um cego e incondicional alinhamento a estrangeiros e sua “política” em detrimento de nossa nação e os interesses dela…

    doutrinar que nos conformemos em ser uma republiqueta de bananas capacha, submissa e subserviente destas nações estrangeiras…e que este é o melhor caminho para o pais…os “manifestos” do mourão & cia ilustram com exatidão tudo isso…

  17. jose luiz esposito says:

    A ESQUERDA e a DIREITA são Odiosas , estão a Gosto dos Interesses Internacionais contra o BRASIL , estão dando Nojo , quanto mais Idiotas ,os dois lados os colocam e os escolhem , para suas linhas de frente da Estupidez !

  18. Os militares tem suas atribuições e saberão cumpri-las! Respeito da Lei é o dever de todos! Que cumpra-se a Lei! Uma condenação sem provas em primeira instância não define ninguém como criminoso! A convicção não é prova. Se o ex presidente for condenado através de provas que seja feito o cumprimento da Lei! Mas de qualquer forma eleger uma VIVANDEIRA é de uma indigência criminosa!

shared on wplocker.com