Defesa & Geopolítica

Mac Jee destaca lançador de foguetes Armadillo TA-2 na Eurosatory 2018

Posted by

A Mac Jee estará presente na Eurosatory 2018 (Defense & Security International Exhibition), que acontece de 11 a 15 de junho, em Paris (França), destacando o lançador de foguetes Armadillo TA-2. A empresa integra o Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança).
O Armadillo TA-2 é um sistema de lançamento de foguetes operado ou automático, projetado para retrair integralmente em seu veículo durante a fase não ofensiva.
A plataforma de lançamento, patenteada pela empresa, opera em 360º e carrega três módulos, cada um contendo 16 foguetes de 70 mm, totalizando 48 disparos – tendo ainda mais 48 foguetes em um compartimento de recarregamento automático. O desenvolvimento do sistema começou em 2015 e deverá ser finalizado no final deste ano.


O protótipo já está sendo construído e será instalado no veículo da empresa americana AM General, modelo M1152 HMMWV. Após a montagem, o Armadillo TA-2 entra em fase de testes no CAEX (Centro de Avaliações do Exército), no Rio de Janeiro. A expectativa é que o sistema passe a ser produzido em escala a partir de 2020 na nova fábrica da Mac Jee, em Capivari (SP), que terá capacidade para produção de 50 a 100 unidades do sistema.


“Nossa ideia foi criar e patentear um sistema simples, compacto, e que pudesse atender a demanda de carros menores com lançadores de foguetes para as forças armadas”, explica o CEO da empresa, Simon Jeannot.
Atualmente, a Mac Jee prepara novas versões do sistema lançador de foguete: o Armadillo SHORAD e o Armadillo ATGM.

 

3 Comments

  1. Renato Barcellos says:

    Boa.
    Se eu consigo criar um sistema compacto de lançador de mísseis e de forma engenhosa embarcá-lo em um veículo lançador. Isto que dizer que também posso realizar a mesma engenharia em dimensões maiores. A pergunta é, qual é a causa de o EB a MB e Aeronáutica não possuírem ainda um sistema de lançamento vertical de mísseis seja para auto defesa seja para ataques além do alcance visual.? É uma indagação que fica aí.

  2. Claudio Moreno says:

    Um sistema muito interessante para unidades aerotransportadas. Agora veremos se chegará a haver um ou mais protótipos e se o EB se interessará em pelo menos testá-lo. EU como cavalariano testaria. Mas como eu não sou coisa nenhuma…

    CM

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com