Seções
Lockheed Martin apresenta novo conceito de fragata para Royal Saudi Navy
11 de Janeiro de 2018 Defesa


Tradução e adaptação: E.M.Pinto

No Simpósio SNA-2018 realizado nas proximidades de Washington DC, a Lockheed Martin apresentou um novo modelo de escala do navio para o programa Multi-Mission Surface Combatant (MMSC) projeto de navio recentemente adquirido pelo Reino da Arábia Saudita (KSA).

Em 22 de maio de 2017, a KSA expressou sua intenção de adquirir mais de US $ 28 bilhões em produtos de defesa aérea, mísseis, aeronaves táticas, tecnologias de aeronaves e aeronaves de asas rotativas da Lockheed Martin. O acordo inclui quatro MMSC baseados na classe LCS Freedom.

 Os quatro navios fazem parte de um programa de modernização da frota oriental da Royal Saudi Navy chamada SNEP II (Programa de Expansão Naval da Arábia Saudita).

Em outubro de 2015, a Agência de Cooperação de Segurança da Defesa dos Estados Unidos (DSCA) anunciou via comunicado para a imprensa que o Departamento de Estado dos Estados Unidos emitiu luz verde para uma venda à Arábia Saudita de quatro navios MMSC.

O navio equipado com: lançadores de chamariz, 2x Nexter Narwhal 20mm RWS, 8x mísseis anti-navio Harpoon, sistema de radares Saab CEROS 200 FCR, Raytheon SeaRAM e estação de armas de 12,7mm (tripulados).

  • O modelo em exibição na SNA 2018 é um novo que reflete a configuração mais recente e final selecionada pela marinha saudita:
  • O modelo exibia um  BAE Systems Bofors 57mm omo arma principal (enquanto um desenho anterior foi equipado com o  Oto Melara 76mm),
  • 8x células MK41 VLS colocadas para frente à frente da ponte (2×8 células costumavam ser colocadas em cada lado do hangar do helicóptero no projeto anterior),
  • 8x mísseis anti-navio Harpoon (em dois lançadores),
  • Um lançador Raytheon SeaRAM em cima do hangar do helicóptero,
  • 2x estações de armas remotas Nexter Narwhal 20mm ( Mk38 no modelo de escala anterior revelado no SNA 2016, porém a versão DSCA mencionou o Narwhal 20mm RWS da Nexter já em 2015).
  • Os dois lançadores triplos de torpedos presentes no modelo em escala 2016 parecem ter sido removidos no projeto MMSC final.

Em termos de sistemas de sensores, são instalados dois controladores de fogo e de detecção de radar e um  CEROS 200 da Saab: um em frente (no topo da casa do convés) e o outro para trás, entre os lançadores do Harpoon e o sistema SeaRAM.

O radar principal é um AESA TRS-4D da Hensoldt (anteriormente Airbus D & S). Outros sensores provavelmente incluem um Sonar de profundidade variável (tipo Thales CAPTAS provável), Medida de suporte eletrônico Argon ST WBR-2000 e Sistema de alerta de ameaças. O sistema de gerenciamento de combate deve ser semelhante ao instalado a bordo da classe Freedom LCS: The COMBATSS-21 da Lockheed Martin.
Abaixo do convés do helicóptero há é uma baia da missão com modularidade incorporada. O tamanho e a forma da estrutura, o sistema de propulsão, a saída de energia, o hangar de helicóptero etc, permanecem inalterados em comparação ao LCS da classe Freedom da Marinha dos EUA.

O acordo assinado em 2017 também inclui peças sobressalentes, treinamento e outros itens de logística para o programa. Um memorando de entendimento entre Lockheed Martin e as indústrias militares da Arábia Saudita para que as partes trabalhem juntas para criar capacidades de defesa na KSA se estenderão ao longo da próxima década sobre a égide do programa Vision 2030 no qual os navios de superfície de multi-missão também estão contemplados.

 

Fonte: Navy Recognition

"2" Comments
  1. Pingback: Lockheed Martin apresenta novo conceito de fragata para Royal Saudi Navy | DFNS.net em Português

  2. _Qual a probabilidade das fragatas dessa classe virem a ser atingida por míssel, como fora a fragata saudita da ckasse al-Madinah ou no caso do HSV- Swift, contando com os radares e mísseis de defesa?
    Sim, pois se investe alto em fragatas modernas, com última tecnologia, mas falha quanto a sua defesa, colocando a pique uma fragata de U$ 800/900 milhões de dólares ou mais, por penas um míssil a atingí-lo.

Comentários estão fechados
** *