Defesa & Geopolítica

Israel Aerospace Industries completa prova de conceito do ROTEM em demonstração bem-sucedida

Posted by

A Israel Aerospace Industries (IAI) recentemente fez uma bem-sucedida demonstração de seu sistema Rotem. Trata-se de um sistema VANT (veículo aéreo não tripulado) leve de ataque letal, que pode ser transportado e operado por um único combatente. A demonstração abarcou os recursos ponta a ponta do Rotem, incluindo ataque rápido de alvo miniaturizado com total precisão. A demonstração foi feita em condições difíceis de campo e meteorologia, enfatizando a capacidade do sistema em responder com rapidez e eficiência à baixa assinatura de um inimigo em um espaço ameaçado.

O Rotem é um avançado drone de assalto “suicida” com cabeça de combate e recursos de decolagem e aterrissagem verticais. Assim, é adequado a missões de inteligência, reconhecimento e vigilância, bem como a missões de ataque.
O Rotem pode ser transportado, posicionado e operado por um único combatente a pé. A aeronave simplesmente se compacta em 97cm x 18cm x 13cm. O Rotem foi concebido para ser lançado em segundos durante manobra desmontada, sem acessórios especiais. A aeronave é controlada por um único operador com modos automatizados, por exemplo: retorno de emergência, navegação para coordenadas, rota, observação, ataque, abortar trincheira de segurança, e decolagem e aterrissagem automáticas. Pode ter suas tarefas dinamicamente alteradas durante uma missão ativa, incluindo a transição de velocidade de voo normal para velocidades mais baixas e vice-versa.


Boaz Levy, gerente geral e vice-presidente executivo da Israel Aerospace Industries (IAI) Systems, do Grupo Missiles & Space, declarou: “O teste-piloto no qual provamos a extensão da capacidade do Rotem constitui um salto quântico. Acredito que um veículo aéreo não tripulado (VANT) que combina recursos de reconhecimento e vigilância, domínio de terreno, sensores diversos e capacidade de ataque agrega relevante valor às forças de combate, com ênfase nas situações complexas de combate que requerem uma resposta rápida, precisa e disponível às ameaças do campo de batalha. O Rotem, com sua gama de recursos, é uma plataforma única para incrementar os confrontos terrestres.”

6 Comments

  1. Muito incrível, pena que estes equipamentos, cada vez mais pensantes, mesmo não sendo o caso desse, podem ser o nosso fim.

  2. Garanto que consigo fazer um desses com um drone ching ling comprado no Alibabá ou no Ebay por 500 mangos e uma granada com dispositivo de destravamento feito de arame recozido, aquele usado em canteiro de obras, pela milésima parte dos custos de um desse… 🙂

    • Ferreira Junior says:

      Acredito!

    • Garanto que consigo inutilizar seu drone “ching ling” utilizando apenas um bloqueador de sinais de radio/celular desses comprados em mercados populares de SP.

      • Quem disse que não consegue ???… mas vc acha que esse outro, israelense, não pode ser também inutilizado com uso de equipamentos modestos de embaralhar sinais de rádio frequência ???… o que eu quis dizer logo acima é que, do jeito que a coisa vai, a diferença entre os equipamentos civis e militares tem diminuído drasticamente quanto a tecnologia empregada… como era antigamente… se vc tivesse um Smith & Wesson 45 vc estava preparado pra guerra… é que o pessoal aqui não entende o sarcasmo… levam tudo no ferro e fogo… saudações…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com