Defesa & Geopolítica

GALERIA: Veja as imagens dos navios da Flotilha de Mato Grosso chegando à Argentina para a Operação ACRUX VIII

Posted by

O patrulheiro “Penedo” a contrabordo do “Paraguassú”, na cidade argentina de Rosario

Por Roberto Lopes

 

 

A coluna INSIDER traz para os seus leitores as primeiras imagens dos navios da Flotilha de Mato Grosso destacados para a Operação ACRUX VIII – o mais importante exercício fluvial multinacional da América do Sul – em águas jurisdicionais argentinas.

A viagem até a Dársena Norte do Apostadero Naval de Buenos Aires – alcançada por volta das 10h da última sexta-feira (18.08), em meio a chuva e às baixas temperaturas –, incluiu uma escala no porto de Rosario, a capital da Província de Santa Fé, na margem ocidental do Rio Paraná.

Atracaram, pela ordem, o transporte fluvial Paraguassú (G-15), que transportava o Embaixador brasileiro em Buenos Aires, Sérgio França Danese, o monitor Parnaíba (U-17), que trazia no convoo, à ré, um helicóptero Esquilo do esquadrão aéreo de Ladário (MS), o navio-patrulha leve Penedo (P-14) e o navio de apoio logístico fluvial Potengi (G-17) – carregado com combustível e suprimentos para a flotilha.

Os barcos brasileiros foram recepcionados pelo Comandante del Área Naval Fluvial, Capitán de Navío Carlos Mighera, por seu colega Jefe de la Escuadrilla de Ríos, Capitán de Fragata Pablo Buonanotte.

 

Este ano a ACRUX acontecerá nos rios Paraná e Ibicuy, de soberania argentina, reunindo uma dezena de embarcações da Argentina, do Brasil, do Uruguai e do Paraguai, além de observadores da Armada Boliviana.

Os exercícios incluirão uma Operação Ribeirinha multinacional, com o empenho de fuzileiros navais, de forma a contribuir para a coordenação e cooperação entre as marinhas participantes, e o aperfeiçoamento dos procedimentos de vigilância na Hidrovia Paraná-Paraguai.

Acompanhe as imagens:

As duas primeiras fotos desta sequência mostram o “Paranaíba” e o “Potengi” atracados em Rosario; as três últimas ilustram a chegada do transporte fluvial “Paraguassú” em Buenos Aires

 

4 Comments

  1. Pingback: GALERIA: Veja as imagens dos navios da Flotilha de Mato Grosso chegando à Argentina para a Operação ACRUX VIII | DFNS.net em Português

  2. O Brasil devia ter vergonha de ainda usar e muito mais enviar estes museus pra treinamento junto com outras marinhas. Mas fazer o quê né, é o que tem pra hoje.

  3. A flotilha do Mato Grosso é uma verdadeira coleção de antiguidades. Melhor seria transformar o Parnaíba em museu e reequipar a unidade com lanchas tipo a LPR-40 ou CB-90.
    Mas, falta visão, planejamento, controle de orçamento e principalmente vontade por parte de nossas autoridades.

shared on wplocker.com