Defesa & Geopolítica

Estudioso inglês de Segurança Internacional diz que descomissionamento do HMS ‘Ocean’ sem reposição imediata é ‘estrategicamente sem sentido’

Posted by

Por Roberto Lopes

 

 

A coluna INSIDER traz para os seus leitores o artigo do estudioso inglês em Segurança Nacional, Oliver B. Stewart, da University of East Anglia, de Norwich (Norfolk), sobre a decisão do Ministério da Defesa do Reino Unido de desprogramar o porta-helicópteros britânico HMS Ocean (L12) no ano que vem, sem ter uma embarcação que o substitua e num período em que o porta-aviões HMS Queen Elizabeth ainda não estará totalmente operacional.

Conforme a coluna INSIDER noticiou com exclusividade, a 27 de março passado, o Ocean foi oferecido à Marinha do Brasil que, precisamente este mês, realiza uma segunda vistoria na embarcação, para decidir se irá, ou não compra-la.

O texto original de Stewart pode ser encontrado na página do UK Defence Journal, em

https://ukdefencejournal.org.uk/decommissioning-hms-ocean-strategically-nonsensical/

Eis a tradução:

 

“O desmantelamento do HMS Ocean sem substituição:

estrategicamente sem sentido?

 

Por Colaborador Convidado – 17 de agosto de 2017

O planejado descomissionamento do porta-helicópteros da Royal Navy HMS Ocean em 2018 sem substituição é um passo sem sentido e coloca a contabilidade e a política acima da segurança da nossa nação e dos nossos interesses nacionais.

Artigo de Oliver B. Steward,

candidato ao Doutorado em Segurança Internacional

na Universidade de East Anglia.

Este artigo é a opinião do autor

e não necessariamente a do UK Defense Journal.

 

Isso [descomissionamento] deixará um buraco na nossa guerra anfíbia e nas capacidades baseadas nos carriers da nossa Marinha Real, que vão limitar o nosso raio de ação e eficácia operacional.

Para uma nação marítima faz perfeito sentido que possamos investir e manter os nossos atuais níveis de força, se não complementá-lo com navios mais novos, enquanto remodelamos os mais velhos. É vital que nossos interesses nacionais e militares sejam atendidos por uma capacidade de guerra anfíbia para permitir ao Reino Unido lançar operações de variado alcance geográfico no exterior.

Durante o ano de 2014, o HMS Ocean sofreu uma remodelação de £ 65 milhões. O ministro da Defesa de então, Philip Dunne, disse:

‘Estou satisfeito que este contrato não apenas assegure que o HMS Ocean continue um navio de guerra significativo, altamente flexível e capaz nos próximos anos”.

Infelizmente, isso tornou-se um testemunho do fato bem conhecido de que a retórica de muitos políticos não combina com a prática.

Enquanto o MOD informou que manteria uma ‘capacidade anfíbia significativa’, incluindo os novos porta-aviões da classe Queen Elizabeth – mas mesmo estes grandes navios não entrarão no serviço até 2020, deixando um déficit de capacidade (isto significa que eles não terão aeronaves de combate funcionais e não estarão em desdobramento ativo até esse momento).

Vale ressaltar que o HMS Ocean como navio tem atendido a nossa nação de forma exemplar, e a todas as equipes que nele serviram. Suas ações incluem aquelas na crise do Kosovo, a Guerra do Iraque de 2003, fornecendo apoio logístico e tático para as Olimpíadas de Londres 2012, bem como participando dos exercícios da OTAN no Mediterrâneo.

O trabalho no convoo do “Ocean”, em janeiro deste ano, ao largo da costa do Golfo Pérsico

Minha esperança é que testemunharemos uma reversão desta decisão no contexto dos crescentes desafios à segurança internacional desafiada e o governo examine a possibilidade de reformar este navio para assumir um papel mais multifunção com a possibilidade de acomodar aviões F35. Isso permitiria a este carrier ser mantido em serviço até os anos de 2020 e mais além.

Os navios da classe Queen Elizabeth são um tremendo patrimônio para a nossa Marinha Real, mas eu sinceramente acredito que as evidências apontam para uma continuação da capacidade do carrier [Ocean] durante a construção e os testes do HMS Queen Elizabeth.

Se um conflito explodir em 2018, o Reino Unido não terá um carrier atualizado e com treinamento adequado para desdobrar aeronaves em uma zona de conflito. O HMS Ocean deve ser mantido operacional pelo menos nesse interim, se não a longo prazo”.

 

27 Comments

  1. Tremendo navio, pena que não tem rampa traseira como o NDM-BAHIA, seria bom.

  2. Pingback: Estudioso inglês de Segurança Internacional diz que descomissionamento do HMS ‘Ocean’ sem reposição imediata é ‘estrategicamente sem sentido’ | DFNS.net em Português

  3. Quero ver Ocean vir para a MB com a crise braba que está acontecendo.

  4. Mais um especialista à lá Godoy. Chamar um porta helicóptero de “Carrier” é sodas! Pior ainda querer colocar F-35 nele. rsrs

  5. Adriano Madureira says:

    Lemes, você sabe o significado da palavra carrier?

    E qual o problema de se supor o F-35B para o Ocean?

    Com certeza dinheiro para adequar o JSF no navio não falta,desde que a RN tenha vontade e sensibilize os legisladores,que são mais comprometidos com a defesa da pátria de que esse cabaret verde amarelo…

  6. Adriano, seu exatamente o significado da palavra carrier. É justamente por saber o significado falei que este senhor é um especialista de escrivaninha à lá Godoy. Você sabe como o Ocean é designado na RN? Não é “carrier” e sim LPH (Landing Platform Helicóptero). Se nem os almirantes ingleses chamam de carrier, não vão ser uns “especialistas” meia boca como ele ou você que vai fazer virar um. Você com certeza é um daqueles que ficam viajando na Hellmann’s, achando que a MB vai comprar esse navio e transforma-lo no Opalão 2.0 o retorno. rsrs

    • Adriano Madureira says:

      Eu não falei que era especialista e se o almirantado inglês não o chama de carrier,simplesmente ou é porque são estúpidos ou cegos…

      Um navio que pode transportar 40 veículos,8 helicópteros que podem ser do tipo AW-101 Merlin, AW-159 Wildcat,Boeing Chinook e o AH-64 Apache,então eu não sei que designação possa dar.

      Pode não ser um Aircraft-Carrier mas é um transportador.

      E sim,ele poderia transportar jatos de combate como Harriers ou F-35B, mas o navio precisaria de adaptações no convés e em sua estrutura para poder dar suporte operacional a este tipo de aeronave.

      • Certo, os almirantes ingleses, que estudaram e se prepararam durante anos para exercer seu ofício em uma das marinhas mais tradicionais e operacionais do mundo são cegos e idiotas, você que entende do riscado. Parei para ir aqui. Depois dessa sua declaração não há mais o que se dizer.

  7. claudio quadros says:

    claro hms ocean já nosso do Brasil ainda tem comissão rs

  8. A Máquina Troll says:

    “Ainda no século 21, o cavalo de troia é atual.”

    Dioni Santos

    • correto maquina ótima frase sobre o navio

      acho assim o especialista do texto ,deve ser igual aos especialistas aqui no brasil de economia

      quando estava razoável estava ruim para eles hoje esta uma porcaria e esta bom para eles igual miriam leitoa

      mas voltando ao assunto navio inglês , vejo assim se a Inglaterra quer vender é que SIM ela sabe que é melhor vende-lo do que ficar com ele
      especialista são quem esta la na manutenção do navio

      esses sim devem reportar para o comando a realidade dos fatos o comando passou para os políticos ingleses e esses puseram a venda ok

      é tipo um carro usado em concessionaria vem cheio dos defeitos mas maquiados , só você usando e passando da data de garantia você começa a perceber o buraco que se meteu

      e outra esse NAVIO é o CANTO DA SEREIA que o temer passou nesse comandante da ,marinha

      não vai haver din din no caixa para bancar nada , os navios estão ai sendo usados ate o ralo

      mas o comandante da marinha foi o único dos comandantes que não se manifestaram sobre o orçamento vamos ver se em setembro ele ACORDA É ALVORADA .

    • A Máquina Troll says:

      “PÉ DE CÃO
      19 de agosto de 2017 at 12:20

      correto maquina ótima frase sobre o navio ”

      Obrigado amigo PÉ DE CÃO…. 😀

  9. ………….bom …o cidadão inglês é um bom patriota…ta preocupado com o vaso que ainda é novo…porém a tal Royal Navy quer vender mesmo….se for pra MB será uma boa…………….esperar pra ver……………

  10. jose luiz esposito says:

    O que sempre me irrita são os comentários sobre a falte de Dinheiro , a Falta mesmo é de Vergonha ,reparem que a Turminha das Castas ficaram Irritadas com os Cortes de seus Pequenos ** Reajustes ** , de apenas de 41% , já os Desgraçados Políticos nos enfiarão mais aumentos ao Fundo Partidário e e a criação do Fundo Eleitoral ,neste caso o GF já tirou de alguém Dez Reais do Salário Mínimo , então aparece sempre ** ALGUEM ** e publica quero ver comprar isso ou aquilo se não temos Dinheiro , mas sempre para os interesses da Nação , para as CASTAS além de aparecer , ainda colocam nessa Desgraçada Constituição Lixo da Republiqueta !

    • verdade tem dinheiro sim pois senão como poderiam pagar 500 mil para juízes por mês nesse pais ?

      sobre a constituição para mim ela não é ruim , o que aconteceu foi que eles so colocam em pratica o que lhes favorece

      a republica é um lixo mesmo , com essa democracia que um constrói e outro destrói virou um circulo vicioso que no final ficamos parados no mesmo lugar

      enquanto não vier a monarquia , te no menos pior , pois se votar no entreguistas não haverá nem estado para a volta da monarquia antes tarde do que nunca

  11. Para a função de Navio de assalto anfíbio já temos o Bahia, o operamos a contento, certamente já é um desafio. Até o presente momento não é nossa tradição invadir outras Nações. O custo operacional anual deste único navio (Ocean), incluindo escoltas será elevadíssimo. A meu ver é melhor focar em meios de aéreos, submarinos e de superfície, mais necessários em caso de uma possível agressão. A aquisição será provalvemente uma estratégia cara e equivocada dentro da doutrina da nossa marinha. Neste caso manter é muito mais difícil que comprar.

    • Roberto Lopes says:

      Discordo, respeitosamente, de tudo o que você escreveu, Gripen BR.

      • Roberto, sua experiência o qualifica certamente a um ponto de vista mais refinado e realista que o meu. Gostaria realmente de saber qual a sua opinião. Podemos de fato operar a contento este navio? O mesmo trará significativos ganhos a esquadra e não exigirá sacrifício de outros meios? Obrigado.

        • Roberto Lopes says:

          Bom dia, Gripen BR.
          Acho a eventual vinda do “Ocean” para o Brasil um ganho importante para uma Força que tem, como característica, a possibilidade de atuar bem longe das nossas fronteiras.
          Operar na costa africana com um NaPaOc tipo Amazonas é uma coisa, estar presente no Golfo da Guiné com um porta-helicópteros (como faz a França, por exemplo, é outra coisa bem diferente).
          Pare para pensar que temos FFAA puramente defensivas (como manda nossa Constituição) mas que isso nos esvazia do poderio ofensivo que precisaremos ter em caso de emergência.
          Isso para não falarmos na revolução do adestramento de pessoal e de doutrina de emprego que conseguiremos operando um navio de claras possibilidades ofensivas.
          O porta-helicópteros nos daria a possibilidade de apoiar, de verdade, a incursão de uma Brigada Anfíbia.
          Bom domingo!

  12. Não falta dinheiro, como um todo. Más para operar e manter a porcentagem do orçamento é mínima, o que corresponde na prática a um “pequeno” orçamento para este fim. E não se pode dar ao luxo de ser esbanjado ou mal gerido. É a realidade, não adianta fantasia la. O custeio com folha, pensões e mimos é um saco sem fundo que ninguém ousa por a ✋. Há de ter pragmatismo para com as decisões então. É evidente que eu gostaria de ver nossa marinha com porta aviões e grupos de batalha hollywoodianos mas a realidade por enquanto não nos permite.

  13. ……………..realmente o grande custeio ,pensões e em especial os “mimos” são o “nó gordio” não só da MB como das outras Forças ,,,,,,,com o atual quadro de “corrupção”, jamais haverá iniciativa pra acabar com prática tão daninha pro reequipamento tão necessário das FFAAs brasileiras…………lastimável…………………

  14. Venha Ocean, venha. E venha logo!

  15. andrepoa2002 says:

    Seria bom se viesse, mas agora só temos dinheiro para emendas “compra-deputado”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shared on wplocker.com