Defesa & Geopolítica

Coreia do Sul confirma Meteor e Iris-T no  KF-X

Posted by

 

 
Tradução e adaptação: E.M.Pinto

À medida que as negociações com os EUA estão enfrentando atrasos, a Coréia do Sul está agora voltando para a Europa para seus principais programas de compensação de compras de armas. Entre eles, um está se concentrando na integração dos mísseis ar-ar Diehl Defence, IRIS-T e do  MBDA Meteor  para o seu caça de de nova geração  KF-X.

Em 5 de Março passado a DAPA (departamento de defesa da Coréia do Sul) revelou uma lista de 18 projetos de compras elegíveis para contratos de compensação de 2018.

“Um dos principais objetivos para esses programas de compensação é ajudar as empresas de defesa locais a adquirir tecnologia de armas estrangeiras ou participar de projetos de compras de armas”, disse o porta-voz da DAPA, Kang Hwan-Seok em uma entrevista ao Defense News.

“Se nossas pequenas e médias empresas de defesa, em particular, tiverem a oportunidade de se juntarem aos principais programas de compras de armas como fornecedores, a competitividade da tecnologia de defesa doméstica podeá avançar”, acrescentou.

Esta lista de ofertas de compensação, em particular, coloca a prioridade na transferência de tecnologias dos mísseis Meteor e IRIS-T para o avião de combate KF-X, que está sendo desenvolvido localmente e cujo lançamento é esperado para 2026. Em Outubro de 2017, a DAPA firmou um contrato com MBDA para integrar o Meteor no futuro caça Coreano.

A DAPA inicialmente planejava equipar a aeronave com um míssil fabricado nos EUA, como os mísseis A-120 e AIM-9X. O Problema é que o governo dos EUA ainda tem que aprovar a integração de mísseis no KF-X.

“Agora, planejamos armar o KF-X com mísseis europeus devido aos problemas de licenças de exportação dos EUA”, disse um funcionário da DAPA, sob a condição de anonimato explicado para a Defense News.

O Meteor da MBDA é um misil BVRAAM integrado nos aviões de combate Eurofighter Typhoon, Rafale e F-35 Lightning II.

A Coréia do Sul lançou o projeto KF-X em 2015 com o objetivo de produzir mais de 120 caças de ponta para substituir sua frota de aeronaves defasadas compostas por caças F-4 e F-5. Ele planeja despejar um total de US $ 16 bilhões no projeto até 2026, com a produção de seis protótipos programados para começar em julho do próximo ano.

 

Fonte: Air Recognition

2 Comments

  1. Pingback: Coreia do Sul confirma Meteor e Iris-T no  KF-X | DFNS.net em Português

  2. bem que o brasil poderia tentar uma participação nesse projeto 36 gripen é pouco os f5 e a amx estão chegando ao final de suas vidas e não se fala nada de um novo lote. mas o brasil vai deixar para a ultima hora quando todos os f5 e amx já estiverem fora de serviço

shared on wplocker.com