Defesa & Geopolítica

Convergência de classes de veículos de combate blindados

Posted by

Tradução e adaptação- E.M.Pinto


Quando Carros pesados ​​e AFVs leves são substituídos por veículos intermediários AFV

Tendências interessantes convergiram e divergiram na indústria de veículos blindados. No que diz respeito à massa, vemos veículos mais leves substituindo carros pesados ​​e, similarmente, testemunhando AFVs mais pesados substituindo os AFVs mais leves. Há uma convergência onde as classes leve e pesada são cada vez mais substituídas por AFVs de classe média.

Muitas classes de veículos de combate estão começando a surgir nas linhas também. APCs Tradicionais (Transportadores de Pessoal Blindados) tornaram-se ICVs (Veículos de Transporte de Infantaria). A renomeação é necessária, uma vez que estas novas gerações de APCs são projetadas para transportar lançadores de granadas de 40 mm, contrariando o limite do Tratado de Forças Convencionais na Europa de uma arma orgânica não superior a 20 mm. [1]

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O transportador de tropas leve M113 APC é uma visão onipresente em todo o mundo. Fonte: Militar today.

Em suma⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

APC / IFV

  • Mecanização de massa e motorização de unidades de infantaria estão acontecendo ao redor do mundo enquanto falamos.
  • APCs de 10 toneladas sobre rodas deram lugar a APCs com rodas de 30 toneladas. [2] [3] [4] [5]
  • Veículos tracionados (devido ao seu constante ruído e vibração) causam fadiga às tropas. Isso reduz sua eficácia no combate após um longo período. Veículos com rodas, pelo contrário, permitem que as tropas cheguem ao campo de batalha com muito menos fadiga.
  • M133 e BMP de 11–13 toneladas foram substituídos por AFVs de 40 a 50 toneladas. Algumas delas têm capacidades defensivas capazes de derrotar armas com munições perfurantes de 30mm e ATGMs. [6] [7]
  • Armas em APC e IFV foram substituídas por armas mais pesadas. Do menor calibre 12,7 milímetros – 25 milímetros no passado para maiores 30 milímetros, 35 milímetros, 40 milímetros, 50 milímetros, 57 milímetros . [8]
  • Veículos hostis mais leves (não-MBT) serão enfrentados por essas brigadas mecanizadas e motorizadas.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Suporte de fogo direto altamente móvel

  • As plataformas de armas com rodas já existem há muito tempo. No entanto, estamos vendo um aumento na introdução de novas plataformas de armas. O progresso nas ciências de materiais, eletrônica e tecnologias automotivas é responsável por isso.
  • No passado, uma brigada de infantaria teria um pelotão de carro pesado / companhia acompanhando suas manobras para fornecer suporte direto de fogo. Esses ativos pesados ​​requerem um engenheiro de acompanhamento e uma unidade de logística para auxiliar na projeção da força.
  • Hoje, as companhias de MBT ligadas às brigadas de Infantaria estão sendo gradualmente substituídas por veículos blindados muito mais leves, com armas de grande calibre para fornecer às unidades de infantaria apoio direto contra fogo. Isso é feito em parte para reduzir o custo de manutenção dos ativos de suporte.
  • Quanto mais pesado for um ativo, mais apoio é necessário para mantê-lo em movimento. Assim, o uso de veículos mais leves mantém as brigadas enxutas e ágeis. Mais fácil de implantar sem ter que comprometer outros ativos.

Tanques de batalha principais

  • A probabilidade de se encontra carros de combate principais  em batalhas  diminuiu.
    • O espectro da guerra ficou mais amplo.
    • A proliferação de UAV e UGV é agora uma realidade.
    • Os ATGM de pelotão e até mesmo de esquadrão estão se tornando cada vez mais comuns, a moderna companhia de infantaria tem uma quantidade obscena de armamento antitanque. 
    • A guerra centrada na rede deu ao degrau mais baixo do guerreiro a capacidade de chamar muito mais poder de fogo do que seus antecessores.
  • Graças aos avanços na ciência dos materiais e outras tecnologias, a blindagem pesada não é a única maneira de proteger um blindado. Armaduras mais leves (cerâmica de titânio e aço ultra-duro) agora existem que fazem o mesmo trabalho de armaduras tradicionais mais pesadas. O futuro M1A3 ou M1A2 SEP V4 contará com uma blindagem mais leve para reduzir sua massa. [9]
  • É improvável que os carros de combate existentes reduzam o calibre de suas armas. O que pode mudar, no entanto, é a redução da massa da arma, mantendo os calibres. Mais uma vez, isso é possível devido aos avanços nos projetos de metalurgia e canhão.

Em suma, a evolução da tecnologia e da doutrina permite que você coloque em campo um exército mais flexível, onde o papel dos carros de combate principais se tornou menos aparente.

Os AFV leves ficaram mais pesados ​​enquanto a geração mais nova de MBT permaneceu abaixo da marca de 60 toneladas (K2, [10] Type-99A, [11] Typoe-96B, [12] VT-4, [13] Type-10 [14]) .

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Transportador de tropas Stryker ICV com lançador de   granadas de 40 milímetros na torre. Tem o mesmo papel que um M113, mas não pode ser chamado de APC. Fonte: Source: US Gov National Archives Catalogue.

  1. Conventional Forces in Europe Treaty
  2. Boxer (armoured fighting vehicle) – Wikipedia
  3. Eitan AFV – Wikipedia
  4. DefTech AV8 – Wikipedia
  5. Patria AMV – Wikipedia
  6. Fact Sheet: SAF’s Next Generation Armoured Fighting Vehicle: Enhanced Firepower, Mobility and Situational Awareness
  7. T-15 Armata – Wikipedia
  8. Timothy Soh’s answer to Which autocannon is best suited for the IFV role?
  9. The Lighter and More Mobile Abrams Tank
  10. K2 Black Panther – Wikipedia
  11. Type 99 tank – Wikipedia
  12. Type 96 tank – Wikipedia
  13. VT-4 – Wikipedia
  14. Type 10 – Wikipedia

⠀⠀⠀⠀⠀⠀Fonte: Defence Politics Asia

2 Comments

  1. O Osório abaixo das 35 toneladas e excelente blindagem há época, já estava na vanguarda de conceitos que estão se tornando regra. Só tivemos um exército pleno, e adequadamente equipado a um custo aceitável quando tivemos uma indústria Nacional compatível. Deriva fazer uma versão fênix, dotada da melhor doutrina contemporânea, com um poderoso canhão com capacidade ATGM e torre auxiliar remota de bom calibre, drones espiões integrados, ampla consciência.

shared on wplocker.com