Colabore com o PB

Quer saber como?

Faça uma doação

Colabore com o Plano Brasil

Estimados colaboradores, amigos e leitores do Plano Brasil, como é de conhecimento de todos, o Plano Brasil é um instrumento de comunicação independente, que não segue tendências ou está ligado a nenhum partido, empresa ou comunidade.

Desta forma, como instrumento de internet aberto e independente, propicia aos seus e participantes o direito de expressar suas opiniões, sem a restrição ou tendência impostas.

O leitor é livre para expressar e sugerir temas, matérias e assuntos correlatos. Porém para manter o site no ar, há despesas e custos atrelados a produtos e materiais necessários para tal, desta forma solicitamos aqueles que desejem apoiar e manter este espaço, que o façam espontanemante através de doação.

Para saber sobre as estatísticas do PB clique aqui

Pelo Pay Pal é seguro e imediato, você pode contribuir com o valor que desejar, não há mínimo nem máximo e você ajuda a manter este espaço democrático e independente doando ao site 10, 20, 50 ou 100 reais com a frequência que desejar, não são exigidas periodicidades ou valores fixos.

Desta forma você apoia e contribui para este veículo que lhe permite acesso as mais importantes informações sobre Defesa, Geopolítica, Tecnologia e Inteligência diariamente sem restrições de acesso e aberto para as suas opiniões.

Para os que preferirem fazer uma transferência Bancário direta, pedimos que entrem em contato por email pelo contato PlanoBrasil clicando aqui

Quaisquer dúvidas, contate-nos pelo contato PlanoBrasil clicando aqui.

E.M.Pinto

Sobre o Pay Pal

Como Funciona?

PayPal confirmará seus dados com a sua operadora de cartão de crédito e então incluirá a quantia doada ou paga no próximo boleto. Ela será depositada na conta corrente da Bam International. No próximo boleto do seu cartão de crédito a sua compra será identificada pelo código PAYPAL*PAYPAL.

Para  doar, clique no botão do PayPal na barra lateral ao lado


É Seguro?

É muito seguro utilizar o PayPal. Ele usa a tecnologia SSL para manter os seus dados seguros enquanto trafegam pela Internet. Além disso a Bam International não receberá os seus dados importantes, tais como o seu número de cartão de crédito ou endereço. Recebemos apenas o nome do Cliente, seu e-mail e a quantia da compra. Desta forma você não precisa preocupar-se com nada.

Envie Sugestões e Artigos

Então seja bem vindo, este espaço foi criado de forma a permitir ao leitor que queira enviar artigos, notas de protesto, notícias, sugestões, manifestos ou mesmo que queira colaborar com o PB.

Os artigos podem ser enviados em formato A4, Microsoft Word 97 Times New Roman tamanho 18 e espaçamento 1,5, justificado. Fotos podem ser enviadas em formato JPG. Isto pode ser através do email Contatos clique aqui, os artigos passarão por uma prévia avaliação por 2 editores após a aprovação serão configurados ao modelo do blog e assim publicados, preservando a intelectualidade e originalidade do artigo.

Colabore conosco, se você tem ideias propostas de projetos tais como os propostos do blog ficaríamos satisfeitos e publicá-los aqui.

O  PLANO BRASIL, reserva-se ao direito de não publicar artigos de cunho partidário, religioso, discriminatório, ou mesmo temas que não condigam com a filosofia e objetivos do PB.

Aproveite, e colabore, o PLANO BRASIL lhe cede este espaço e espera uma maior interatividade com os seus leitores.

Com os cordiais cumprimentos

E.M.Pinto

380 replies on “Colabore com o PB”

MINEIRINHO UAiiiiiiiiiiiisays:

Tambores de Guerra – Japão pede a Israel que evite ações militares contra o Irã
.
O primeiro-ministro do Japão, Yoshihiko Noda, pediu nesta quarta-feira ao ministro de Defesa israelense, Ehud Barak, que seu país se abstenha de empreender ações militares contra o Irã, no meio da crescente tensão com Teerã por seu programa nuclear.

Noda fez este pedido a Barak durante uma reunião realizada em Tóquio, onde o ministro israelense iniciou uma visita de cinco dias durante a qual estão previstas reuniões com representantes dos departamentos de Defesa e Relações Exteriores.

Segundo a agência local “Kyodo”, que cita uma fonte de Relações Exteriores, o primeiro-ministro do Japão insistiu a Barak que uma ação militar contra o regime de Teerã seria “extremamente perigosa” e levaria a uma “escalada” da atual situação, e pediu a resolução do assunto com medidas diplomáticas e pacíficas.

Já Barak ressaltou a importância de que a comunidade internacional coopere e tome medidas contundentes contra Teerã, segundo “Kyodo”.

A reunião, que se prolongou durante mais de meia hora, aconteceu com a crescente preocupação de que Israel recorra à opção militar contra o Irã por seu programa nuclear.

Assim, Noda insistiu que o Japão compartilha da preocupação da comunidade internacional pelo desenvolvimento nuclear iraniano e continuará com sua política de diálogo unida a medidas de pressão.

Atualmente, o Japão importa do Irã cerca de 10% do petróleo que consome, e o primeiro-ministro indicou a possibilidade de reduzir estas importações enquanto enfrenta a questão nuclear com o Irã de modo pacífico.

Durante o encontro, Noda também transmitiu a Ehud Barak sua consternação pelos recentes ataques aparentemente dirigidos contra diplomatas israelenses em Nova Délhi e Geórgia, que classificou como ações “inaceitáveis”.

Já o ministro da Defesa de Israel insistiu que os atentados, assim como as explosões de terça-feira em Bangcoc, são uma violação das “regras da diplomacia”.

Tanto Noda quanto Barak expressaram, além disso, seu compromisso de melhorar as relações entre os países, coincidindo com o 60º aniversário do estabelecimento de laços diplomáticos realizado este ano.

Durante sua estadia em Tóquio, Ehud Barak deve se reunir também com o chanceler japonês, Koichiro Gemba, e com o titular da Defesa, Naoki Tanaka, para trocar pontos de vista “sobre relações bilaterais e assuntos regionais”, segundo o departamento de Relações Exteriores

MINEIRINHO UAiiiiiiiiiiiisays:

Peru pode comprar 10 super tucanos da Embraer, diz ministro
O acordo poderia ser valorado em cerca de 150 milhões de dólares, de acordo com uma fonte do governo
.

São Paulo – O Peru está considerando comprar dez aeronaves leves de ataque Super Tucano da Embraer enquanto trabalha em conjunto com o Brasil para fortalecer a vigilância sobre a fronteira de selva, disse o ministro da Defesa Celso Amorim nesta terça-feira.

Amorim disse que o exército peruano também está interessado na aeronave de carga KC-390, também da Embraer, e no veículo encouraçado de terra Guarani, um projeto do exército brasileiro cuja produção deve começar este ano.

“(A venda de Super Tucanos) tem sido objeto de conversas já há algum tempo… Nesse contexto em que estamos trabalhando com a possibilidade de 10 aviões”, disse Amorim a repórteres em Brasília.

Ele disse que a negociação também incluiria o compartilhamento de tecnologia e cooperação industrial.

Amorim se reuniu com o ministro da Defesa do Peru, Alberto Otarola, na capital brasileira para discutir maior cooperação na patrulha da fronteira entre ambos os países na Floresta Amazônica.

Otarola não especificou o número de aeronaves Super Tucano, mas reconheceu a existência de negociações com a Embraer. Ele visitará os escritórios da Embraer em São José dos Campos (SP) na quarta-feira.

“Esperemos que essas negociações sejam bem-sucedidas”, disse.
O acordo poderia ser valorado em cerca de 150 milhões de dólares, de acordo com uma fonte do governo.

A Embraer, terceira maior fabricante de aeronaves do mundo, vê possibilidade de vender outros 50 Super Tucanos na América Latina após ter vendidos mais de 60 até agora na região. A empresa também busca mais vendas a nações-membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) após ter assegurado uma encomenda da Força Aérea dos Estados Unidos.

As unidades de defesa da Embraer prometem crescimento constante, aliadas às Forças Armadas do Brasil conforme o país fortalece a proteção de suas vastas fronteiras e distantes reservas costeiras de petróleo. Isso deve reduzir a dependência da empresa em receitas altamente cíclicas vindas da aviação civil.

Nos últimos anos, a Colômbia, Equador e Peru compraram aeronaves de defesa da Embraer para fortalecer sua defesa aérea conforme aumentavam a vigilância de suas fronteiras, lutavam contra rebeldes armados e confrontavam o tráfico de drogas.

MINEIRINHO UAiiiiiiiiiiiisays:

Irã instala centrífugas três vezes mais potentes
.
Teerã, 15 Fev 2012 (AFP) – O Irã instalou uma série de novas centrífugas que são três vezes mais potentes que as existentes, declarou Fereydun Abasi Davani, diretor da Organização Iraniana de Energia Atômica, em um discurso exibido ao vivo na televisão.

“Hoje assistimos o início das atividades da primeira série destas centrífugas, que tem uma capacidade de enriquecimento três vezes maior que as precedentes”, declarou Abadi Davani.

“É uma resposta forte a todas às sabotagens dos ocidentais”, completou.

Irã introduz seu próprio combustível nuclear no reator de Teerã

televisão iraniana difundiu nesta quarta-feira ao vivo as imagens da introdução de uma barra de combustível nuclear – enriquecida a 20% e fabricada localmente no Irã – no núcleo do reator de pesquisas de Teerã, na presença do presidente Mahmoud Ahmadinejad.

As imagens mostraram especialistas iranianos quando introduziam a barra no interior do reator, que produz isótopos para doentes com câncer.

O procedimento foi saudado como um avanço técnico no Irã, mostrando que a república islâmica dominou todos os aspectos do ciclo de energia nuclear apesar das duras sanções ocidentais e da ONU.

A televisão mostrou Ahmadinejad, o presidente da Organização de Energia Atômica, Fereydoon Abassi Davani, e outros oficiais vestidos em jalecos brancos dentro do reator, e observanod um haste de metal ser introduzida na instalação.

O Irã anunciou também nesta quarta que decidiu suspender as exportações de petróleo para seis países europeus: Holanda, Espanha, Itália, França, Grécia e Portugal, em resposta às sanções impostas pela União Europeia (UE) ao país.

MINEIRINHO UAiiiiiiiiiiiisays:

Governo anuncia bloqueio de R$ 55 bilhões no Orçamento de 2012
.
Objetivo do corte é atingir meta de R$ 140 bilhões de superávit primário.
Bloqueio também ajuda no controle da inflação e na redução dos juros.
.

.

Em 2011, governo contou com ajuda da arrecadação para fechar as contasMaior corte no orçamento, de R$ 5,4 bilhões, foi no Ministério da SaúdeBloqueio no orçamento atinge R$ 25,5 bilhões em investimentosPAC, Minha Casa e Brasil Sem Miséria não terão cortes, diz governoO governo federal anunciou nesta quarta-feira (15) um bloqueio de gastos de R$ 55 bilhões no Orçamento federal de 2012, segundo informações do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

O montante é superior ao contingenciamento inicial de R$ 50 bilhões anunciado no ano passado. O valor também supera os R$ 32 bilhões em despesas adicionadas pelo Congresso Nacional – em relação aos valores propostos incialmente pelo governo federal.

Segundo os dados divulgados nesta quarta, o ministério que mais sofreu com o bloqueio de recursos no orçamento deste ano foi o da Saúde, cujo corte totalizou R$ 5,47 bilhões em relação aos valores aprovados pelo Congresso Nacional. Em segundo lugar, aparece o Ministério das Cidades, que sofreu um contingenciamento de R$ 3,32 bilhões, seguido pelo Ministério da Defesa, com um bloqueio de gastos da ordem de R$ 3,31 bilhões.

MINEIRINHO UAiiiiiiiiiiiisays:

este Phone: 55 11 7154 0055

so da fora de area

O que os vetos russos e chineses significava na realidade: o fim das tentativas de derrubar o regime de Bashir, de acordo com esse cara. Esse cara está muito bem informado. Ele é o primeiro que começou as dúvidas sobre os ataques de 11 de setembro, graças ao serviço de inteligência francês (a facção não atlantista/Sarkozy).
.
http://www.voltairenet.org/Se-termina-la-partida-en-el-Medio

PLANO BRASIL – defesa geopolítica soberania (defense geopolitics strategy intelligence security) – Colabore com o PB I was suggested this website by my cousin. I am not sure whether this post is written by him as no one else know such detailed about my trouble. You’re wonderful! Thanks! your article about PLANO BRASIL – defesa geopolítica soberania (defense geopolitics strategy intelligence security) – Colabore com o PB Best Regards Agata Veronica

Pessoal,vou me afastar do meio militar e político. Motivo: Decepção total com os dois. Todos os meus projetos tecnológicos que tenho em mente, irão para o cemitério – Blindagem inteligente, o fuzil perfeito, etc. O Brasil não me merece. Não retornarei mais aqui. Tudo de bom para vocês.

Pessoal,vou me afastar do meio militar e político. Motivo: Decepção total com os dois. Todos os meus projetos tecnológicos que tenho em mente, irão para o cemitério – Blindagem inteligente, o fuzil perfeito, etc. O Brasil não me merece. Não retornarei mais aqui. Tudo de bom para vocês.

Pessoal,vou me afastar do meio militar e político. Motivo: Decepção total com os dois. Todos os meus projetos tecnológicos que tenho em mente, irão para o cemitério – Blindagem inteligente, o fuzil perfeito, etc. O Brasil não me merece. Não retornarei mais aqui. Tudo de bom para vocês.

Pessoal,vou me afastar do meio militar e político. Motivo: Decepção total com os dois. Todos os meus projetos tecnológicos que tenho em mente, irão para o cemitério – Blindagem inteligente, o fuzil perfeito, etc. O Brasil não me merece. Não retornarei mais aqui. Tudo de bom para vocês.

Pessoal do PB.

O servidor do blog está infectado, contaminado ou algo assim. Sempre aparecem comentarios em ingles cm se fossem propagandas de bancos e outras coisas. Além disto muitas das vezes quando entro em algum link do site surge tambem outro em seguida sobre venda de sapatos.. e outros artigos heueheh.

Milton Brás Cabralsays:

Espanha critica endurecimento do Brasil para entrada de turistas do País
http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,espanha-critica-endurecimento-do-brasil-para-entrada-de-turistas-do-pais,841617,0.htm

“No final de 2011, a reportagem esteve no consulado do Brasil em Madri, apenas para constatar as longas filas de espanhóis fazendo solicitações de vistos para trabalhar no Brasil. Fontes do Itamaraty, porém, admitiam já na época que um número importante de espanhóis estava desembarcando como turistas no Brasil e então partindo em busca de emprego.”

Saci Triquesays:

De acordo com mensagens internas da Stratfor, vazadas pela Wikileaks, a Russia teria fornecido a Israel os códigos secretos de acesso ao datalink dos sistemas Tor-M1 vendidos ao Irã, em troca dos códigos de acesso ao datalink dos UAVs que Israel vendeu para a Geórgia.

http://www.ynetnews.com/articles/0,7340,L-4196357,00.html

Argentina-Mísseis-Malvinas-Espionagem- Projeto Secreto- etc.

(Infodefensa.com) Madrid – A empresa de Inteligência dos EUA Stratfor Global, wikilinks definida como “a CIA paralela”, investigou o desenvolvimento pelo Ministério da Defesa da Argentina foguete PXC Gradicom para a hipótese de que se destinava a atingir Ilhas Malvinas, cuja soberania reivindica Buenos Aires.

Em um e-mail datado de 23 de dezembro de 2010, Reva Bhalla, diretor da empresa Inteligência Geopolítica especializada em espionagem, pede aos seus analistas para investigar se este foguete pode alcançar as Ilhas Malvinas e recolher todas as informações há a questão.

Bhalla dito que o Gradicom PXC, cujo primeiro ensaio foi conduzido em Dezembro de 2009, poderia levar uma ogiva de até 500 quilos a uma distância de até 300 km, isto é, potencialmente, na gama de Malvinas .

Em resposta, um de seus analistas, Ferirka Allison, observa que as Ilhas Malvinas são 300 milhas (482 quilômetros) da costa da Argentina, reconhecendo que mais informações técnicas necessárias para determinar com precisão as suas capacidades.
Também entre as mensagens desclassificados, é um Michael Wilson, analista sênior da empresa, que recolhe a informação disponível e onde se diz que o governo argentino está secretamente desenvolvendo um míssil de médio alcance chamado PXC Gradicom 2009 para substituir o argentino Condor projeto II também.

Pressione Informação

Especificamente, Wilson ecoa um extenso artigo escrito por jornalista argentino perfil revista Fernando Oz e detalhes sobre o programa para a frente. De acordo com Wilson, “ninguém no Ministério da Defesa (Argentina) quer comentar e da Embaixada dos EUA (em Buenos Aires) têm sido limitados:” nós não comentar “.

Os artigos afirmam que os cientistas e técnicos argentinos receberam do então ministro da Defesa Nilda Garre, a “aprovação” do governo para equipar um sistema de orientação de mísseis modernos e produzir em escala industrial. Em princípio, o míssil deve ter um raio de 500 quilómetros, por isso não violaria os tratados internacionais sobre controle de armas assinado pela Argentina.

O projeto Gradicom (compostos Grandes Dimensões) é, adicionar, melhorar a “tecnologia” para o Condor II míssil, que foi desmontada pelo ex-presidente Carlos Menem na década de 90 à pedido dos EUA. O Condor II tinha um alcance de 1.000 quilômetros e poderia carregar uma bomba de 500 quilos. Como um míssil de médio alcance e seu uso foi questionado pelo Controle de Tecnologia de Mísseis Regime (MTCR).

Em julho de 2011, os técnicos argentinos concluiu com êxito o lançamento de um foguete Gradicom II em duas fases atingiu uma altitude de 100 quilômetros e 120 quilômetros de distância. De acordo com a informação, então, o objetivo foi desenvolver um protótipo com 120 segundos de vôo no espaço exterior e sistemas de experiência (ver notícia).

É claro que o resultado da investigação, que não revelou telegramas wikilinks outros sobre este assunto. O spread sobre Malvinas referem-se ao progresso da empresa de petróleo examina seus arredores.(Google Tradutor)
——
http://www.infodefensa.com/?noticia=la-empresa-stratfor-investigo-el-cohete-argentino-gradicom-pxc-en-relacion-con-las-malvinas
————-
http://www.youtube.com/watch?v=pInnC4iih2g

Está no Site inovação tecnologica
Agência Espacial Brasileira irá incorporar o INPE

Agência espacial reforçada

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, deu como certa a integração da Agência Espacial Brasileira (AEB) com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Raupp revelou ainda haver no governo federal consenso de que os institutos de pesquisa deverão se alinhar às políticas executadas pelas secretarias e agências subordinadas ao ministério.

A integração da AEB com o Inpe é defendida por Raupp desde o tempo em que ele presidia a agência, como forma de aperfeiçoar o programa espacial brasileiro.

“A AEB foi criada muito depois do Inpe e apenas para mostrar ao mundo que o programa brasileiro era civil. Mas não atribuíram a ela o comando das entidades tecnológicas. Isso prejudicou muito o funcionamento do sistema”, afirmou o ministro.

Segundo Raupp, a integração seria a única forma de contornar o problema sem criar grandes conflitos. “A ideia já foi aceita no governo. O diretor do Inpe será membro da diretoria da AEB”, explicou.

Justificando a existência

Seguindo a mesma linha, o ministro pretende aumentar a influência das outras agências e secretarias ligadas ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) sobre todos os institutos de pesquisa federais.

“Hoje eles têm uma atuação completamente autônoma e independente em relação às políticas que esses agentes estão desenvolvendo”, disse.

Para exemplificar, Raupp disse que a Secretaria de Política de Informática ficaria responsável por supervisionar o trabalho de todos os institutos que trabalham com estudos nessa área.

“Acho isso muito importante para justificar a existência desses institutos. Não tem sentido eles ficarem se comportando como institutos universitários”, completou.

ESPETACULAR

Extra-RJ Marinha emerge embarcação de óleo na Antártica

RIO – Em nota divulgada à imprensa na tarde deste sábado, a Marinha informou que a embarcação de óleo que havia afundado no fim de 2011, nas proximidades da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF) – incendiada no dia 25 de fevereiro -, foi levada de volta à superfície. Ainda segundo a força, a chamada “chata” “se encontra em segurança, sem causar qualquer dano ambiental”.

Leia a íntegra da nota:

“A Marinha do Brasil (MB) informa que a chata de óleo que havia afundado no final do ano passado, nas proximidades da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), quando realizava transporte do óleo “gasoil arctic”, foi reflutuada e levada para terra, onde se encontra em segurança, sem causar qualquer dano ambiental.

A reflutuação foi conduzida por mergulhadores embarcados no Navio “Gulmar Atlantis”, cedido pela PETROBRAS, e apoiado pelo Navio Polar (NPo) “Almirante Maximiano” da MB. A operação levou cerca de cinco dias para ser executado.

No primeiro dia, 28 de fevereiro, foi feita uma inspeção por meio de um Veículo Submersível de Operação Remota (ROV) e mergulhadores, quando se observou que as condições da chata eram semelhantes às da filmagem realizada em dezembro, por uma equipe da Marinha.

No segundo dia, 29 de fevereiro, as equipes de mergulhadores se revezaram e foram feitas diversas excursões à chata, preparando-a para a reflutuação. Foram retirados componentes instalados nela, que poderiam dificultar seu içamento, tais como: as rampas de acesso e a barreira de contenção de óleo que sempre é colocada quando é feita uma faina de abastecimento, e, que, também afundou.

No terceiro dia, 1º de março, a chata foi levantada parcialmente para que as equipes pudessem passar as cintas por baixo de seu casco, de forma que toda a sua estrutura fosse içada pelo guindaste do Navio “Gulmar Atlantis”. O trabalho teve que ser interrompido diversas vezes tendo em vista que as condições meteorológicas reinantes não permitiam que os mergulhadores executassem suas tarefas com a devida segurança. Essas atividades foram concluídas na manhã de hoje (3). Após a colocação deste dispositivo, ela foi içada ao lado do navio. Uma vez na superfície, os mergulhadores instalaram uma série de flutuadores ao longo de seu casco e após isso, iniciou-se o bombeamento do óleo que estava nos seus tanques, para ser armazenado em recipientes que foram disponibilizados para o navio. Com a chata flutuando em segurança, os botes do NPo “Almirante Maximiano” e da EACF a conduziram até a praia, onde ela se encontra. Os recipientes com o óleo serão trazidos para o Rio de Janeiro pela MB.

Durante toda a operação, foi estabelecida uma barreira, com equipamentos da PETROBRAS, para conter possíveis vazamentos de óleo, que não ocorreram.

A Marinha do Brasil reconhece que só foi viável realizar essa complexa operação de reflutuação, no presente verão Antártico, com a parceria da PETROBRAS que, desde o início do planejamento, reconheceu que evitar qualquer dano ao ambiente Antártico é um compromisso da nação brasileira.”

http://www.mar.mil.br/menu_v/sinopse/2007/sinopse.htm#not60897

Cade a notícia do Prínce Harry fazendo lobby/apoio no Brasil contra Malvinas?

Leave a Reply

Your email address will not be published.