Defesa & Geopolítica

China planeja construir um porta-aviões de propulsão nuclear

Posted by

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

Segundo a Reuters a China está desenvolvendo tecnologias para construir um porta-aviões movido à energia nuclear. A Aênci de notícias cita que este planejamento faz parte de um ambicioso programa de modernização militar.

Em outubro passado o presidente chinês, discursou para os militares num colossal exercício militar que envolveu todas as forças armadas da China, na ocasião, Xi Jinping, prometeu, transformar os militares da China em uma força de combate com capacidade global até 2050 e destacou que o desenvolvimento tecnológico é a prioridade para política chinesa.

Para tal, Jinping destacou os investimentos estratégicos em caças furtivos, porta-aviões e mísseis.

A China Shipbuilding Industry Corporation (CSIC), o maior fabricante de navios do país, revelou nesta terça-feira a ambiosa lista de desenvolvimentos tecnológicos que a empresa espera alcançar como parte das atualizações das armas para a marinha chinesa até 2025. O anúncio do CSIC parece ter sido posteriormente editado no site da empresa para remover a menção de embarcações movida à energia nuclear, mas continua a ser amplamente disponível na internet chinesa.

“Nós devemos … acelerar avanços chave, como a realização de porta-aviões movido à energia nuclear, novos submarinos nucleares silenciosos e sistemas inteligentes de defesa subaquática não tripulados”, disse o documento original, de acordo com o Global Times. O CSIC recusou-se a comentar imediatamente o artigo do Global Times.

O CSIC construiu o primeiro porta-aviões construído em casa o qual foi lançado em abril do ano passado e espera entrar no serviço em 2020, uma vez que este estiver equipado e armado. O navio foi projetado com base no primeiro navio do gênero da China, o Liaoning, que foi comprado em segunda mão da Ucrânia em 1998 e remodelado para a China.

O CSIC também afirmou que está trabalhando em um terceiro navio que será projetado, construído e equipado inteiramente usando a própria tecnologia da empresa. Pouco se sabe sobre o programa do novo porta-aviões chinês, uma vez que se trata de um segredo de estado.

A mídia estatal chinesa citou especialistas dizendo que o país precisa de pelo menos seis navios, num esforço esperado para levar décadas. Os Estados Unidos operam 10 e planejam construir mais dois. A marinha da China tem assumido um papel cada vez mais proeminente e ao longo do ano passado, com seu primeiro porta-aviões navegando no torno de Taiwan demonstrou sua capacidade além de projetar  a sua frota de modernas fragatas e destroyers para regiões cada vez mais distântes do mar territorial chinês.

Fonte: Reuters

35 Comments

  1. Pingback: China planeja construir um porta-aviões de propulsão nuclear | DFNS.net em Português

  2. César Pereira says:

    Um verdadeiro ”player” mundial,planejando e executando !

  3. bora vê até quando a china sustenta esse fôlego tanto econômico quanto militar

    • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

      Vamos ver até quando sua economia fascista planificada chinesa aguenta o tranco… observe como os preços dos produtos chineses vem se igualando aos demais países… isso significa que o dumping chinês tem limites e que, como em qualquer infecção, o corpo infectado reage… o ocidente vem reagindo… devagar, é certo… mas reage… isso é o que importa…

  4. Shipbuilding Industry Corporation, 100% estatal. Se China estivesse esperando a mão invisível até hoje, já tinha dobrado as exportações de chá. E o Brasil experimentando a maior desindustrialização da história. Más fazer o que? Nosso negócio é soja, principal produto de exportação, 80% de toda a produção vai para China com “alto” valor agregado para produzir ração animal. Complexidade econômica de – 0,1. Nós gostamos mais do Tio Sam que do Dragão, seguimos a cartilha e nós alinhados com primeiro. Más nos vendemos para todos sem muita distinção. Não criamos fórmula própria, nem projeto. A Inglaterra tendo que se reinventar econômicamente para sair da UE foi para baixo da asa do seu tradicional aliado os EUA. Só que não! Foi fechar acordos com com mão visível da China. Porque? Simples, são melhores e mais promissores para os Britânicos. A maior balança comercial do mundo hoje é a China! Há “nacionalistas” apoiando o “vantajoso” aluguel de Alcântara por 14 milhões por ano, sem contrapartida e sendo vedado uso dessa merreca para para defesa ou ciência. Há ainda alguns beócios apoiando o “vem a nós! Ao vosso reino, Nada!” da Boieng para com EMBRAER. A empresa tem hoje salvaguardas estatutárias justamente para manter o controle Nacional independentemente da composição acionária (Ex. O total de votos permitido a acionistas estrangeiros, seja isoladamente ou em grupo, esta limitado a 40% do total de acionistas presente às assembleias. 65,1% das ações estão nas mãos de acionistas ou grupos de investidores que possuem, cada um, menos de 5% dos papeis da companhia). O desgoverno quer abrir mão das salvaguardas e entregar “só” 51%. Inviabilizando o que sobrar! Pois o birô de engenharia é um só e a defesa não sobreviveria.

  5. MELHOR A CHINA DO QUE A CORÉIA DO NORTE. VÃO BATER DE FRENTE COM OS EUA.

  6. O Brasil deve criar fórmula própria. Cingapura é hoje o exemplo mais bem sucedido de um país com desenvolvimento pragmático e não ideológico. Quando lemos sobre Cingapura no The Wall Street Journal e na revista The Economist sempre ouvimos falar da política de livre comércio e o acolhimento positivo que o país tem com o investidor estrangeiro. O que é verdade. Más não se fala que 90% das terras são de propriedade do Governo, 85% das casas são de propriedade do governo e 22% do PIB é produzido por empresas públicas. Eles tem um modelo pragmático que mistura elementos do capitalismo de livre mercado e do socialismo do Estado de Bem Estar Social. Eles não são socialistas nem capitalistas. São praguimatistas. “Eu não ligo se o gato e Branco ou Preto, contanto que seja bom em pegar ratos”. Deng Xiaoping.

    • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

      Essa frase do líder chinês surgiu quando explicava porque teria contratado um ECONOMISTA CAPITALISTA OCIDENTAL para compor o projeto econômico de lançar a China onde ela se encontra hoje… o NORTE AMERICANO Mister MILTON FRIEDMAN… socialistas são bons para impor revoluções, mas na hora de tocar a máquina pública recorrem aos liberais porque sabem que o marxismo é uma falácia que não encontra eco na realidade… como diz Mister Milton Friedman, NÃO EXISTE ALMOÇO GRÁTIS… os nossos socialistas deviam ouvir esse conselho que o líder chinês soube compreender e aplicar… http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,a-cor-do-gato-imp-,957251

      • Os 10 melhores IDHs do mundo respectivamente, Noruega, Islândia, Austrália, Países Baixos, Suíça, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Irlanda e Finlândia. (Fonte. PNUD). Todos com a mão visível do estado atuando, fomentando a mão invisível e atuando com a mão visível onde a invisível é inerte ou onde o principal objetivo não é lucro. Como habitação (financiamento com subsídios ou disponibilidade literal), Saúde, educação, infraestrutura pública ou coletiva (autobahn são as melhores estradas do mundo, são caras de construir e custam “nada” para andar nelas), agricultura, defesa, riquezas minerais (Satatoil), renda mínima, transporte. Más aqui há uma fórmula alienígena, que é infalível, mesmo tendo falhado duas vezes é esta caminhado para terceira, é quase uma religião, más assim como um pastor da teoria da prosperidade, nem seu pregador a pratica, a não ser quando é conveniente e por pura perfídia.

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        Ninguém afirma que o Estado não é AGENTE INDUTOR de políticas públicas… o que não se pode é achar que o Estado é capaz de implementar ações que somente a iniciativa privada consegue com baixo custo, eficiência e sem corrupção, senão quando alinhada aos interesses estatais promíscuos por pura necessidade de competição para poder sobreviver… é o caso da Odebrecht e demais empreiteiras que, se não pagassem a propina aos agentes corruptos do Estado não conseguiriam obras… o Estado pode sim, participar do enriquecimento da sociedade nacional sendo AGENTE FINANCIADOR de obras e pesquisas que não possam ser custeadas pela sociedade… mas aqui preferiram emprestar o dinheiro destinado a esse mister para países que nunca pagarão sua dívida conosco por puro interesse escuso e alinhamento ideológico… o Estado, sob minha óptica, não deve se meter na produção, somente no incentivo e financiamento quando houver necessidade… resumindo… é o que os EUA vem fazendo desde o começo do século passado… e tem dado certo…

    • Pior que uma mentira é uma meia verdade, e é isso exatamente que a nossa imprensa loca faz. Vendem apenas a metade da historia para o povão acreditar que o Estado é uma merda que não tem solução, e com isso sobra mais Estado para esse pessoal (vide o exemplo de um apresentador que adora um financiamento do BNDS para comprar jatinho).

      Sds

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        O Estado do hell de janeiro é um bom exemplo que o Sr. está EQUIVOCADO… realmente, o Estado em países com leis frouxas e CF preparada para a usurpação do Estado por políticos mafiosos, é uma merda para a sociedade pagadora de impostos… FATO…

      • A Máquina Troll says:

        Das 500 maiores empresas do mundo 98 são Chinesas(dados de 2015 – Fortune Global 500 List)…As top 12 da China são todas estatais…Dessas 98 apenas 22 são privadas…Em 2010 apenas 46 empresas Chinesas apareciam na lista…Em 2000 apenas 10…E a China está em vias de se tornar a maior economia do mundo…criando milionários mais rapidamente do que qualquer outro país…

        Brasil ou China quem esta certo?1997 :

        https://www.youtube.com/watch?v=T4nq-X7Bue8

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        O fascismo sempre foi profícuo em dominar o empresariado e a sociedade mas nunca em tornar essa sociedade um mundo melhor para seus cidadãos com mais liberdade e sem estratificação social que beneficie somente meia dúzia de alinhados políticos/ideológicos em detrimento da grande maioria…

  7. Bom dia senhor – BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA, BrComenta, Casuar, S-88, Hms tireless, MIB, Brasileiro de Verdade, Ze Ninguém… Etc. O senhor se reproduz por partenogênese? A questão é que não há uma fórmula perfeita, mesmo o senhor MILTON FRIEDMAN, que acreditava em muitos benefícios do capitalismo, para amortecer o seus efeitos nocivos, foi ferrenho defensor de muitas medidas positivas efetivadas pelo “Estado”, como estabelecimento de renda mínima, até mesmo sem contraprestação, como o Snap (o bolsa família americano) que atende quase 50 milhões de americanos. O Estado de Bem-Estar Social onipresente nos 10 melhores IDHs do mundo tem como grande percursor teórico um autêntico liberal inglês que teve mais influência de Marx do que gostaria de admitir. Marx e Adam Smith. foram revolucion2ários e não evolucionarios, quebraram o The establishment de seu tempo, estão descentralizados e é temerária a literalidade.

    • “estão descontextualizados e é temerária”

    • Marx defechou o óbvio acrescentando tumores utopico .

    • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

      “Bom dia senhor – BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA, BrComenta, Casuar, S-88, Hms tireless, MIB, Brasileiro de Verdade, Ze Ninguém… Etc. O senhor se reproduz por partenogênese?”… não entendo a relevância de se levar para o lado pessoal um debate acadêmico sobre geopolítica como se discutíssemos religião em boteco de modo apaixonado… no mais, é costume do mainstream esquerdista acreditar que políticas compensatórias só podem partir de governos socialistas… tanto em governos socialistas como nos conservadores essas políticas públicas ditas compensatórias não passam de um CALA BOCA para as massas ignaras e não tem o condão de retirar ninguém do status quo em que se encontra… é para manter na jaula como se faz com galinhas… comendo e bebendo até o abate… por isso que só acredito no esforço pessoal como meio de se promover… quem for sábio o suficiente para entender isso e usar bem as tais políticas públicas compensatórias ainda tem alguma chance de galgar alguns degraus na sociedade… isso em países ocidentais… em países socialista e muçulmanos é quase impossível, dada a hierarquia ferrenha em que se mantém essas sociedades que servem de exemplo para muitos como uma coisa boa, quando de fato não são… saudações…

  8. Sergio l. Pereira says:

    Tudo isto é reflexo da política anti desarmamento que os EUA está praticando. Todos se preparando para evitar a guerra em seu território.

  9. É interessante tentar imaginar o senário para os porta-aviões nas próxima década, já que a própria China investe em armas para destruir essas naves a longas distancias. Uma coisa interessante será ver qual será a resposta dos EUA/OTAN para essa ameaça Chinesa (imagino que não sera apenas um porta-aviões que será construído), já que a motivação para desenvolver armas especificas para esse fim era pequena na guerra fria.

    Sds

  10. GripenBR,

    Interessantes colocações.

    Eis um ponto que liberais, libertários ( e mesmo boa parte dos conservadores ) não entendem: NÃO é a economia que determina o curso de um país…

    Mesmo Ludwick von Mises, que é um grande mentor dos libertários atuais, admitia a necessidade de um Estado ( mesmo que fosse para o mínimo de se garantir a ordem pública ).

    Se o Estado pode ser um agente fomentador, é evidente que pode sê-lo. Mas há limites… Não se podem permitir distorções como a criada pelos americanos através de suas agências de fomento para mercado imobiliário nas décadas de 90 e 2000.

    Deve-se observar até onde o Estado pode ir sem comprometer as liberdades fundamentais do indivíduo e a capacidade das pessoas em conceber os meios para gerar seu próprio sustento ( o que culmina na produção de riqueza em si ), ou os ganhos pelo trabalho.

    Na Suécia ( exemplo citado por você ), nos anos 70 e 80, chegou-se ao cúmulo de haver 100% de imposto de renda e uma carga tributária que chegou a absurdos 50%! Evidente que o poder de compra do cidadão diminuiu então, e os suecos entraram em crise profunda nos anos 90, de modo que tiveram que reformular consideravelmente sua política econômica, aplicando severes cortes na máquina pública, inclusive cortando benefícios em áreas secundárias. Em suma, eles são prova inconteste de que mesmo o modelo de ‘Welfare State’ tem limites, e estes estão intrinsecamente ligados a produção de riqueza. É um equilíbrio muito delicado…

    Outro exemplo interessante a ser estudado: Nova Zelândia. Por volta dos anos 80, o país estava a um passo da quebradeira, sendo extremamente burocratizado e estatizante. Reformulou os gastos públicos ( só para se ter uma ideia, certas repartições públicas cortaram seus funcionários em mais de 90% ), cortou benefícios, deu mais liberdade ao empreendedorismo, e experimentaram considerável progresso já a partir dos anos 90.

    Enfim… Uma política de sólidos benefícios, que contemple um sistema de saúde e previdência, é viável e absolutamente desejável. Mas a política de “direitos integrais do berço ao túmulo” pode se revelar desastrosa…

    As medidas de fomento do Estado, entendo eu, devem estar focadas nas áreas essenciais a produção de riqueza ( infraestrutura, de forma geral ), e não no mero estímulo do consumo.

    Portanto, baseado em exemplo claros, chegamos ao que deve ser um ponto comum: o Estado de Bem Estar Social está – como disse acima – intrinsecamente ligado a produção de riqueza. Sem isso, nada feito, posto ele depender obviamente dos impostos gerados. Daí que o que faz esses países serem o que são hoje, em última instância, parte de uma legislação que seja a mais simples o possível… Em outras palavras, precisa-se de um corpo legislativo consciente e determinado a FACILITAR as relações entre corpos privados para que haja uma verdadeira economia autônoma, além de gastar com racionalidade ( gasta-se aquilo que se arrecada ). Esse é o verdadeiro exemplo de Singapura.

    Logo, as questões relacionadas ao nosso desenvolvimento estão diretamente relacionadas a nossa inútil legislação, verborrágica e indutora de extrema burocracia.

    • De joelhos gripenbr , este passa moleque pode te ajudar a rever seus conceitos,organizar seus pensamentos e não replicar que se lê em publicacoes de Cunha facistas socialista . Bravo Sr RR

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        Cá entre nós… o amigo RR é de uma pedagogia que me causa inveja… rsrsrsrsss… e olha que não costumo cantar alvíssaras a qualquer gajo… rsrsrssrssss… parabéns ao colega RR pela precisão das colocações acima… desmoronou completamente aquela falsa premissa que os socialistas fazem em trazer para o próprio colo as benesses transitórias que a tal política do “bem estar social” produz em tese, quando na verdade, elas nada tem de subjugação ao ideário socialista, senão um subterfúgio ao modelo capitalista pautado na visão dos keynesianos para aplacar movimentos de insurgência nas suas fileiras operárias incitadas pelos de sempre…

    • A Máquina Troll says:

      “Enfim… Uma política de sólidos benefícios, que contemple um sistema de saúde e previdência, é viável e absolutamente desejável. Mas a política de “direitos integrais do berço ao túmulo” pode se revelar desastrosa…”

      Escravidão moderna no Brasil :

      https://www.youtube.com/watch?v=4ISVX_RCW2A

      “O maior inimigo do conhecimento não é a ignorância; é a ilusão do conhecimento”.

      Stephen Hawking

    • A Máquina Troll says:

      Especialista em orçamento público Grazielle David :

      https://www.youtube.com/watch?v=Pay9N39Uks8

    • A Máquina Troll says:

      ENÉAS – 15 ANOS ATRÁS PREVIU :

      https://www.youtube.com/watch?v=-RbHtA76rwM

  11. Adriano Corrêa says:

    O ocidente perdeu a superioridade tecnológica, econômica e militar.

    Existem muitos fatores determinantes que estão elevando a China como nova super potência.

    A desigualdade social nos EUA e na Europa está tronando-se muito grande. O Mundo mudou completamente e aquele modelo de capital e livre mercado que fizeram não funciona, pois os que faziam a máquina do capital girar estão se erguendo e tomando a liderança.

    • Graças aos socialistas que abriram as pernas para refugiados e imigrantes , a Europa ocidental já era .

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        Por supuesto… uma casa dividida contra si mesma não subsistirá… por isso foi dito: aquele que mete a mão no prato comigo é que me há de trair… é bíblico… a Europa cristã foi traída pelos adoradores do coisa ruim… tanto o barbudo quanto o careca… os mesmo que carregavam o raminho na boca, conforme Deus mostrou ao seu profeta…

  12. Se eu fosse dirigente chinês com voz sobre qual política de defesa a adotar, eu diria para o país não embarcar numa corrida armamentista tentando se igualar aos EUA, pois já viu o que aconteceu com a finada URSS no final dos anos 80, quando entrou no jogo dos americanos.
    Li em algum lugar na internet que, décadas atrás, um general indiano já teria dito que a única forma de combater os EUA é através de arsenal nuclear, o que considero certo, pois é a única arma verdadeiramente de dissuasão. E, como a China também investe forte em pesquisas sobre hipervelocidade (tem até um artigo na BBC sobre isso), acho que nas próximas décadas podemos esperar uma arma que deve de vez enterrar qualquer possibilidade de guerra entre as grandes potências, visto que americanos e russos também pesquisam nessa linha: mísseis intercontinentais de ogiva múltipla dotadas de hipervelocidade.
    Ou seja, num futuro talvez ainda distante, guerra somente será entre países ‘chinelões’, talvez usados como fantoches manipulados pelas grandes potências que jamais guerrearão entre si, deixando destruição e morte para países de ‘menor’ importância, ou usando um termo que um aí escreveu: guerra somente para os que não forem ‘players’ mundiais.

shared on wplocker.com