Defesa & Geopolítica

Beneficiada por ‘monopólio’, Taurus financiou 21 políticos e 4 partidos em 2014

Posted by

Principais beneficiados pelas doações foram os parlamentares da “bancada da bala”, como é chamado o grupo que luta para alterar o Estatuto do Desarmamento

Principal fornecedora de armas para as polícias e Forças Armadas graças às legislações vigentes que permitem uma espécie de reserva de mercado às empresas nacionais, a Taurus doou R$ 870 mil para financiar campanhas de políticos e partidos durante as eleições de 2014. Os principais beneficiados pelas doações foram os parlamentares da “bancada da bala”, como é chamado o grupo que luta para alterar o Estatuto do Desarmamento. Em 2014, ainda eram permitidas doações de empresas a campanhas eleitorais.
A Taurus doou R$ 595 mil diretamente a 21 candidatos nas eleições de 2014. A maioria era de candidatos a deputado federal e estadual. Somente uma doação foi feita a candidato a governador. Trata-se do ex-deputado federal e procurador de Justiça Carlos Eduardo Vieira da Cunha, que concorreu pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) ao cargo de governador do Rio Grande do Sul. Ele recebeu R$ 40 mil da Taurus para financiar sua campanha. Acabou derrotado ainda no primeiro turno.

Das outras doações a candidatos, 12 foram feitas para quem disputou vaga de deputado federal. Dessas, quatro foram para políticos do Rio Grande do Sul: Darci Pompeo de Mattos (PDT), Onyx Dornelles Lorenzoni (DEM), Jerônimo Pizzolotto Goergen (PP) e Nelson Marchezan Junior (PSDB). Eles receberam, respectivamente, R$ 20 mil, R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 30 mil. Todos eles foram reeleitos.

Depois, aparecem dois políticos de Minas Gerais. Marcos Montes Cordeiro (PSD) recebeu R$ 15 mil e Misael Artur Ferreira Varella (DEM), R$ 10 mil. Os dois foram eleitos para o cargo de deputado federal. Ou outros seis políticos que tiveram sua candidatura a deputado federal financiada pela Taurus foram Luiz Gonzaga Patriota (PSB-PE), com R$ 30 mil; Sandro Torres Avelar (PMDB-DF), com R$ 20 mil; Efraim de Araújo Morais Filho (DEM-PB), com R$ 50 mil; Marcelo Borges Sereno (PT-RJ), com R$ 20 mil; Ronaldo José Benedet (PMDB-SC), com R$ 20 mil; e Guilherme Campos Junior (PSD-SP), com R$ 30 mil. Foram eleitos Gonzaga Patriota, Efraim Filho e Ronaldo Benedet.

A Taurus também financiou a campanha de oito candidatos a deputado estadual. A maioria é do Rio Grande do Sul: Marcio Ferreira Bins Ely (PDT), Enio Egon Bergmann Bacci (PDT), Lucas Bello Redecker (PSDB) e Tiago Chanan Simon (PMDB). Eles receberam, respectivamente, R$ 10 mil, R$ 20 mil, R$ 20 mil e R$ 30 mil. Bacci e Redecker foram eleitos.

Os outros quatro candidatos que tiveram sua candidatura a deputado estadual financiada pela Taurus foram João Lúcio Magalhães Bifano (PMDB-MG), com R$ 30 mil; Aldo Schneider (PMDB-SC), com R$ 40 mil; Jose Francisco Cerqueira Tenorio (PMN-AL), com R$ 30 mil; e Nelson Souza Leal (PSL-BA), com R$ 50 mil.

O grande número de doações a candidatos do Rio Grande do Sul é explicado pelo fato de a sede da Taurus ser em São Leopoldo (RS), estado onde também está instalada uma das suas fábricas. As outras fábricas da companha estão situadas no Paraná, na Bahia e nos Estados Unidos.

Doações para partidos

Além das doações diretas a candidatos, a Taurus doou R$ 275 mil a quatro partidos, sendo duas vezes para o DEM. O PP e o PMDB do Rio Grande do Sul receberam, cada um, R$ 50 mil. O maior valor foi pago ao DEM do Distrito Federal, que ganhou R$ 80 mil, seguido pelo DEM do Paraná, com R$ 75 mil. O PSC de Pernambuco recebeu o menor valor, R$ 20 mil.

Em alguns casos, há informações sobre o que foi feito com o dinheiro pelo partido. O DEM-PR repassou R$ 74,9 mil à campanha de Pedro Deboni Lupion Mello, candidato eleito deputado estadual em 2014. Já o DEM do Distrito Federal transferiu R$ 80 mil à campanha de João Alberto Fraga Silva, eleito deputado federal em 2014.

O PP do Rio Grande do Sul repassou R$ 25 mil para Adilson Troca e mais R$ 25 mil a Jorge Cladistone Pozzobom, ambos eleitos deputado estadual. Não há dados sobre o destino das doações feitas ao PMDB-RS e PSC-PE.

Abertura do Mrcado

Apesar de a empresa ser uma das principais financiadoras de campanhas de parlamentares ligados à bancada da bala, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) afirma que vai acabar com o “monopólio da Taurus” se eleito presidente.

A ideia do pré-candidato é abrir o mercado para que companhias estrangeiras possam vender produtos controlados pelo Exército. Atualmente, Estados e Forças Armadas só conseguem comprar armas estrangeiras quando não há produto similar nacional. Ainda assim, precisam da autorização do Exército.

Dona da Taurus, CBC doou mais de R$ 1 milhão

Outra grande financiadora de campanhas foi a Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC), fabricante de armas e munições que anunciou a compra do controle acionário da Taurus em 2014, com a operação sendo concluída e aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) em 2015. Atualmente, a CBC detém 91,90% das ações ordinárias (com direito a voto) da Taurus.

Em 2014, a CBC doou R$ 615 mil diretamente à campanha de 16 candidatos e R$ 425 mil a quatro partidos. Os principais beneficiados pelas doações foram os parlamentares e partidos ligados à bancada da bala, assim como aconteceu com as doações da Taurus.

Prestação de contas

Todos os valores citados nesta matéria constam no sistema de prestação de contas eleitorais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Eles são referentes às eleições de 2014.

Fonte: Gazeta do Povo

12 Comments

  1. Se houve prestação de contas no TSE , então não houveram irregularidades .
    O crime é o uso de caixa dois e o desvio de recursos de autarquias e estatais , como foi escancarado pelo ministério público . Dinheiro este utilizado com o intuito de financiar campanhas bilionárias e o bem estar de políticos e suas camarilhas .
    Deputados e senadores são eleitos pelo povo , cujo voto é movido por algum tipo de interesse .

  2. César Pereira says:

    Essa questão da Taurus já passou dos limites, se o produto dessa empresa é ”porcaria”, eu pergunto,para que serve o INMETRO ?
    Que abram o mercado,com a condição que as armas sejam fabricadas aqui !

  3. O general Dwight D. Eisenhower, já como presidente da republica alertou sobre as influencias de corporações na politica, isso lá nos EUA. Aqui não é diferente, ou alguém acha que algum empresario ou banqueiro vai doar por pura ideologia sem pedir nenhum favor? Não é difícil imaginar uma situação em que outras empresas estrangeiras do setor comecem a por dinheiro aqui na nossa politica para quebrar esse monopólio, e da pior maneira possível.

    Sds

    • muttley seja especifico. Eisenhower alertou sobre o risco para o governo democratico que o crescimento desenfreado do Complexo Industrial Militar representa. Longe estava da mente dele, comentar sobre as influencias das corporacoes na politica. Os Rockffellers,os Morgans, Du Point, Ford, IBM, General Motor ja existiam e exerciam suas influencias de ha muito tempo antes de Eisenhower ser eleito presidente dos EUA e continuam, apesar de alguns nomes ter desaparecido do cenario, exercendo suas influencias, comprando, subornando, politicos em todas as esferas do poder.
      .O crescimento desenfreado do Complexo Industrial Militar e assunto mais serio, porque alem de possuir meios financeiros para subornar, comprar, corromper politicos, eles tambem possuem o poder de usar a violencia, assassinato, para conseguir seus objetivos.
      Sempre que tenho oportunidade eu recomendo ouvir a entrevistas no YouTube de Kay Griggs, quase 8 horas de duracao, onde ela entre outros assuntos, fala sobre o que fazem os Oficiais militares de alta patente nos EUA. Kay Griggs foi esposa de um coronel marine, inteligencia, que gostava de se embebedar quando estava livre em sua casa. Bebado ele gostava de falar com sua esposa sobre o que fazia como Coronel, e quando ela em choque, lhe fazia perguntas, ele elaborava o que falava, e revelava qual era a verdadeira missao dos Oficiais militares dos EUA, treinar Comandos, Direcao, Liderancas, assassinos profissionais, trafico de armas e de narcoticos e servir de assassinos para a Mob. A Mafia. o Crime Organizado. Ela fala um pouco sobre Eisenhower. Ver Kay Griggs Interview 1998-Satanism in the Military https://www.youtube.com/watch?v=Cwark7uIhIM

  4. Muitas empresas e empresários financiam campanhas por ai, se a taurus faz pra ajudar a eleger políticos contra o desarmamento ótimo.

  5. Se a bancada que defende o fim do monopólio da PF em autorizar a compra de armas por civis é chamada de bancada da bala, logo, a outra, que quer que as pessoas continuem sendo vítimas sem direito a defesa própria, devia ser chamada de BANCADA DA BANDIDAGEM.

    • jose luiz esposito says:

      O que sempre coloco , existe a Bancada da Bala , apelido criado pelos defensores desta situação calamitosa do país , mas parece que estes políticos chamados por este apelido , são tão Idiotas que ainda não responderam a Altura , os chamando de Bancada dos Bandidos ou da Bandidagem ,Pronto responderiam na mesma altura !

      • É que há muitos josés luiz esposito por ai atrapalhando quem quer trabalhar de verdade. Talvez seja esse o X da questão.

  6. sr. Roberto B., ninguém disse em irregularidades nas doações. O problema, é a imoralidade desse monopolio.

    • Concordo .

    • jose luiz esposito says:

      Sr Vitor Hugo , soubeste de quando o Plebiscito do desarmamento , que a Glok colocou dinheiro no Viva Rio , para fazerem a campanha a favor do desarmamento , que perderam , mais levaram , somente no Brasil isto acontece , nos ganhamos por quase 2/3 , mas ao final, nos enfiaram uma Lei praticamente proibindo o cidadão de bem de ter um,a arma em casa para proteção de sua propriedade e família , como também no Campo . Somente no Brasil , se alguém invadir minha propriedade , eu não poderei chamar a Policia , devo entrar na Justiça e esperar a Boa Vontade do Pior , Mais caro e Corrupto JUDICIÁRIO do MUNDO , mas o senhor e muitos outros estão preocupados com o Monopólio da Taurus apenas !!

  7. “tulio762
    24 de junho de 2018 at 19:58

    Muitas empresas e empresários financiam campanhas por ai”

    A HISTÓRIA DAS COISAS COMPLETO DUBLADO EM PORTUGUÊS :

    https://www.youtube.com/watch?v=Qd1fY0nxgVE

shared on wplocker.com