ATAGO

JAPAN-SHIPPING-ACCIDENT

SOBRE O PROJETO


A marinha Japonesa entra para o século XXI com um status de superpotência naval tão impressionante quanto no passado século.

Este status vem sendo continuado com a adoção da poderosa classe ATAGO de destroyers, os mais modernos e poderosos navios de guerra da marinha japonesa.

Fisicamente os Atago lembram a classe norte Americana Arleigh Burke, cujo projeto indiscutivelmente serviu de molde mestre para esta nova classe de navios.

De fato a classe Atago nada mais é que uma versão aprimorada da também Classe de destroyers Kongo, cujo sistema de combate foi otimizado para fazer frente as ameaças dos mísseis balísticos Chineses e Norte Coreanos, garantindo à poderosa Marinha do Japão a continuidade do status de super potência Naval do continente asiático.


SISTEMAS ELETRÔNICOS


Os Navios da classe Atago, tem por missão principal a de prover defesa Anti-aérea e para tanto o navio é equipado com o moderno sistema de radares AEGIS SPY-1D de 450 km de alcance. Os Atago possuem 4 antenas dispostas de forma a prover cobertura permanente à 360º capaz de traquear simultaneamente mais de 100 alvos,

Para controle de fogo os Atago contam com dois sistemas distintos, um deles dedicado ao controle dos mísseis anti-aéreos, baseados no radar AEGIS FCS MK-99, enquanto que as demais armas são orientadas e iluminadas por outro sistema, o radar FCS-2-21.

Para busca de superfície os navios empregam um sistema OPS-28 cujo de alcance estimado em 64 km.

Os Atago empregam o novo sonar AN/SQQ-89, mais moderno que as variantes anteriores.


SISTEMAS DE ARMAS


A principal arma de cano dos Atago é o canhão é o canhão 127 mm Mk 45 Mod. IV, porém estes navios contam ainda com defesa de ponto muito semelhante aos destroyers Norte americanos equivalentes, baseada em 2 canhões CIWS Vulcan Phalanx de 20 mm, posicionados um a proa e outro a popa do navio.

A principal função dos Atago é a defesa anti-aérea e para isto estes navios são equipados com mísseis SM-2 MR de 167 km, disparados dos 2 lançadores verticais MK-41, um de 29 e outro de 61 células o qual serve de lançador para o sistema de míssil-torpedo anti-submarino RUM-139 ASROC VLA, o qual carrega um torpedo leve MK-46 a uma distancia máxima de 28 km.

Para ataque naval os Atago contam com sistema de lançamento para 8 míssis SSM-1B.

Para guerra anti-submarina há dois lançadores triplos Type 68, para torpedos Type 73 de produção local ou mesmo o modelo MK-46.


PROPULSÃO


A propulsão desta classe de navios é provida por 4 turbinas a gás da General Electric modelo LM 2500-30 que produz 75 MW de potencia, porduzidas sobre licença pela japonesa Ishikawajima Harima.

Com isto os navios podem atingir uma velocidade de 56 km/h e uma autonomia de aproximadamente 8 334 km.


FICHA TÉCNICA


Tipo: Destróier anti-aéreo

Tripulação: 300

Deslocamento: máximo 10 000 toneladas.

Comprimento: 170 m.

Boca: 21 m.

Propulsão: 4 turbinas a gás Ishikawajima Harima/ GE LM 2500-30 de 100 000 SHP

Velocidade máxima: 56 km/h

Autonomia: 8 334 Km

Sistemas eletrônicos: Radar multifuncional SPY-1D AEGIS com 450km de alcance, radar de busca de superfície OPS-28 com 120 km de alcance, Sistema de controle de fogo FCS-2-21. Sonar AN/SQQ-89.

Sistemas de armas: 2 lançadores verticais MK-41 para 90 celulas para mísseis SM-2 MR Standard, RUM-139 ASROC VLA. 1 canhão 127 mm; 2 CIWIS 20 mm Vulcan Phalanx. 2 para 8 mísseis anti-navio Harpoon. 2 lançadores para 6 torpedos Type 68 para torpedos MK-46 ou Type 73.

Destacamento aéreo: Heliponto e hangar para um helicóptero médio modelo SH-60B ou similar.


4 replies on “ATAGO”

Caro editor,o sistema SM-2 MR com seus 167 KM de alcance,pode ser considerado o sistema anti-aéreo naval de maior alcance em operação nos dias de hoje??

Obrigado,
sds.

Ronaldo de souza gonçalvessays:

Vamos ver se o Brasil´possa um dia contar com destroir ou fragatas antiaereas com esse poder de fogo para proteger a frota,já que a tradição de nossa Marinha e misseis de curto alcance antinavio e antiaereo,tem que mudar essa mentalidade urgente

Thanks for taking the time to discuss this, I feel strongly about it and love learning more on this topic. If doable, as you acquire experience, would you mind updating your weblog with extra information? This can be very useful for me.

Superior remarkable issues here. I¡¦m quite satisfied to determine your post. Thank you a great deal and i am looking ahead to touch you. Will you please drop me a e-mail?

Leave a Reply

Your email address will not be published.