Defesa & Geopolítica

ARLEIGH BURKE

burke1

SOBRE O PROJETO


O Destroyers da consagrada classe Arleigh Burke, DDG 51, foram projetados com o objetivo de substituir os antigos navios em serviço na US NAVY desde os anos 60. Estes navios foram os primeiros da US Navy a incorporar avançadas técnicas de redução da assinatura radar, como resultado, esta classe de navios tornou-se um ícone e modelo para todo e qualquer projeto de escoltas que o sucederam nos países alinhados do dito bloco ocidental. Os navios desta classe são inteiramente construídos em aço e recebem em partes sensíveis reforços em kevlar.

Originalmente Os DDG-51 foram idealizados para prover defesa contra mísseis de cruzeiro e submarinos nucleares da ex-União Soviética, no entanto as mudanças ocorridas com a queda daquele bloco refletiram diretamente na doutrina de emprego da US-Navy, e a partir daí estes navios foram adaptados as funções de anti-aéreo, anti-submarino e anti-superfície.


SISTEMAS ELETRÔNICOS


Equipados com o revolucionário sistema de combate AEGIS, que integra os sensores do navio com os sistemas de armas, para a defesa contra mísseis de ataque superfície-superfície ou balísticos, os Burke congregam ainda outros sub-sistemas como o radar multi-função AN/SPY-1D, Sistema de Comando, e sistema de controle de armas. Imageador térmico Thales HDTI5-2F integrado ao Radar o qual controla o sistema CIWIS d edefesa de ponto e sistema de contra-medidas eletrônicas e AN/SLQ-32 para alerta radar e jamming, lançadores de chaffs flares, e despistador de torpedos AN/SLQ-25A Nixie.

Os navios contam ainda com sistemas guerra anti-submarino Lockheed Martin SQQ-89, que inclui o sonar ativo de busca e ataque AN/SQS-53C e o sonar passivo AN/SQR-19B.


SISTEMAS DE ARMAS


O armamento da classe Arleigh Burke, são equipados com 90 celulas lançadora do lançador vertical (VLS) MK41, para mísseis Standard antiaéreos, mísseis de cruzeiro Tomahawk, e mísseis/torpedo Asroc anti-submarinos, nas versões mais recentes, foi introduzida ainda o sistema de defesa baseado em mísseis ESSM Sea Sparrow.

Os Burke são ainda dotados de um canhão MK 46 MOD 1 de 127 mm cujo alcance de 24 Km, foi em muito ampliado graças a adoção de munições especiais guiadas de longo alcance conhecida como ERGM, cujo alcance de 125 Km e guiagem INS/GPS dotam esta arma de uma efetiva capacidade de apoio a fogo terrestre e de supressão de defesa, bem como de ataque naval à longa distância.

Para ataque naval os destroyers da Classe Arleigh Burke utilizam dois lançadores quadruplos de mísseis Harpoon.

Para defesa de ponto, os Burke contam com 2 canhões CIWS Vulcan Phalanx MK 15, de 20 mm de cadência igual a 4500 tiros por minuto, para a guerra anti-submarina, estes navios operam dois lançadores triplos para 6 torpedos leves MK 34, MK 46 ou mesmo o modelo MK 50.


PROPULSÃO


Os primeiros Burke inauguraram uma nova era no que tange aos sistemas de armas e sensores, mas também das plantas propulsoras, o resultado disso é que qualquer programa de navios desta categoria que esteja em desenvolvimento toma por base este bem sucedido projeto.

Os navios desta classe estão equipados com um sistema de propulsão baseados em 4 turbinas a gás General Electric LM 2500 de 80 000 SHP as quais provem ao navio velocidades de 60 km/h e autonomia de mais de 8 000 km.


FICHA TÉCNICA



Tipo:Destroyer de defesa Anti-aérea e guerra de superfície.

Tripulação: 346 tripulantes.

Deslocamento: 9033 toneladas .

Comprimento: 153.8 m.

Boca: 20.4 m.

Propulsão: 4 turbinas a gás GE LM 2500 de 100 000 hp.

Velocidade máxima: 60 km/h.

Alcance: 8 149 Km.

Sistemas eletrônicos: Radar multifuncional SPY-1D AEGIS, radar de busca de superfície AN/ SPS 67 V, sistema de controle de fogo composto por 3 radares SPG-62 (MK99). Sonar SQQ 89 (V)6.

Sistemas de Armas: 2 lançadores verticais MK41 de 90 celulas para mísseis Tomahawk, Standard SM2, Asroc. 1 canhão MK46 de 127 mm. 2 canhões MK15 Phalanx de 20 mm CIWS. 2 lançadores quádruplos de mísseis Harpoon Anti-navio. 2 lançadores triplos para torpedos leves MK 34/ MK46/ MK50

Grupamento aéreo: Heliponto para até 2 helicópteros do tipo SH-60 ou similares, sem Hangares ( previsível somenta para as últimas unidades).


shared on wplocker.com