Defesa & Geopolítica

ADSUMUS: Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais (BtlEngFuzNav) comemora o 60º Aniversário

Posted by

Tripulação formada com militares da ativa e reserva
que já passaram pelo Batalhão

Em 30 de maio, o Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais (BtlEngFuzNav) realizou uma cerimônia em comemoração ao seu 60º aniversário, juntamente com o encontro dos engenheiros de combate, no qual, militares da ativa ou da reserva, que já passaram pelo batalhão, juntaram-se à atual tripulação para participar do evento.
Após a cerimônia, houve o lançamento de um livro referente aos sessenta anos de história da unidade e como ela está estruturada nos dias atuais para o apoio de engenharia de combate ou defesa nuclear, biológica, química e radiológica.
Os eventos comemorativos contaram com a presença do Comandante Geral e Engenheiro de Combate mais antigo do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN), Almirante de Esquadra (FN) Alexandre José Barreto de Mattos, e diversas outras autoridades, entre os quais os antigos Comandantes do BtlEngFuzNav, como o atual Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, Vice-Almirante (FN) Paulo Martino Zuccaro. Estiveram presentes, ainda, comandantes de organizações militares do Exército Brasileiro e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro.
A participação dos veteranos do BtlEngFuzNav foi marcada pela homenagem do Almirante Alexandre, em seu discurso, a todos os engenheiros de combate, representados na figura do Terceiro-Sargento (FN-MO) João de Souza Belém, componente da primeira tripulação do batalhão, tendo servido, em dois períodos, um total de quinze anos na unidade.
A história do BtlEngFuzNav teve início em 1º de abril de 1958, quando a então 1ª Companhia de Engenharia da Força de Fuzileiros da Esquadra instalou-se no Saco do Valente, no Campo da Ilha do Governador. Fizeram parte do primeiro efetivo três oficiais e quarenta e duas praças, todos recém-cursados no 1º Batalhão de Engenharia de Combate do Exército Brasileiro. No ano seguinte, transferiu-se para a margem do Rio Meriti, em Duque de Caxias, onde construiu seu próprio aquartelamento e permanece até hoje.

Comandante Geral do CFN homenageia o Terceiro-Sargento
(FN-MO) Belém durante discurso

Comments are closed.

shared on wplocker.com