A QUEM INTERESSA O BRASIL DIVIDIDO

Posted by
Share Button

 mapa-do-brasil-etnias

“De fato, há um plano arquitetado pelos “donos do mundo” de enfraquecer as Forças Armadas dos países emergentes, sufocando-as de todas as maneiras, financeira, econômica e moralmente.

 As famigeradas ONGs e a mídia internacional, secundada pela mídia nacional, vão procurar jogar católicos contra protestantes e espíritas, brancos contra negros e índios e outros. Seu objetivo é abalar nossa coesão social, para fragilizar-nos.

Absurdas imposições externas e referendadas pelas últimas administrações, como o denominado sistema de “cotas raciais”, começam a criar conflitos antes inexistentes em nosso país.

O momento é de União. O passado foi-se. Nossos descendentes dependem daquilo que conseguirmos legar para eles. Sequer temos um Projeto Nacional de Desenvolvimento. Chega de ódio e sentimento de vingança! Houve excessos de ambos os lados e, em nome do futuro, devemos lutar ombro a ombro contra as formidáveis ameaças existentes ao nosso Progresso.”

Por Marcos Coimbra (*)

Denominamos de “países-baleias” os quatro países (Brasil, China, Índia e Rússia, componentes do grupo Bric), em virtude de disporem de gigantescas extensões territoriais e enormes mercados populacionais com crescente poder aquisitivo e qualidade de vida. É evidente que os EUA ainda são a potência hegemônica mundial e, mesmo com sua decadência, ainda terão grande importância, bem como a União Européia, no contexto internacional, além do ascendente Bric.

A China já é a segunda economia do mundo, detentora de apreciável poder militar. A Índia e a Rússia estão entre as dez maiores economias do mundo e também possuem elevado poder militar.

Em uma análise prospectiva, apesar de termos a sétima economia do mundo, vasta extensão territorial, abundantes recursos naturais existentes, da água ao titânio, passando agora pelo petróleo, além de um povo ordeiro e trabalhador, a fragilidade da expressão militar do Poder Nacional constitui uma vulnerabilidade preocupante.

De fato, há um plano arquitetado pelos “donos do mundo” de enfraquecer as Forças Armadas dos países emergentes, sufocando-as de todas as maneiras, financeira, econômica e moralmente.

É proibido o acesso à moderna tecnologia bélica, seja no tocante a engenhos nucleares, seja na área espacial. O trágico episódio da explosão do terceiro VLS brasileiro, com a perda de 21 mártires, é emblemático.

Até jatos supersônicos são proibidos. Fabricação de mísseis, nem pensar. Até a proibição da comercialização de armas e munições queriam impor ao povo brasileiro. As empresas nacionais seriam expulsas do mercado, e o Brasil ficaria dependente até da importação de um cartucho de 22. Desta forma, fica mais fácil intimidar e até agredir nosso território, direta ou indiretamente.

Os conceitos de Integração, Soberania e Integridade do Patrimônio Nacional são importantes para serem lembrados por todos nós, brasileiros, devido à insegurança vivenciada, gerada principalmente por pressões externas. Sofremos o risco de serem agravadas as tensões no plano social, com o acirramento e a indução de choques de caráter “racial”, religioso, étnico e até sexual ou de gênero.

As famigeradas ONGs e a mídia internacional, secundada pela mídia nacional, vão procurar jogar católicos contra protestantes e espíritas, brancos contra negros e índios e outros. Seu objetivo é abalar nossa coesão social, para fragilizar-nos.

Absurdas imposições externas e referendadas pelas últimas administrações, como o denominado sistema de “cotas raciais”, começam a criar conflitos antes inexistentes em nosso país.

Quanto à coesão territorial, estão acelerando o processo de demarcação de terras indígenas, para depois preparar o terreno para o “direito dos índios à autodeterminação” e para aplicar o “direito de ingerência dos mais fortes”. Isto lhes possibilitaria retalhar o território brasileiro, em especial a Região Amazônica, dividindo-a em quistos, a serem “protegidos” por uma força internacional de paz. Sob o pretexto de defender os direitos dos índios, pretendem explorar nossas riquezas e recursos naturais.

O revolver de chagas abertas há cerca de 50 anos, abrindo feridas que deveriam estar cicatrizadas, com a Lei da Anistia referendada pelo Supremo Tribunal Federal, por mais motivações que apresentem, representa justamente o desejo do inimigo externo.

Enquanto olhamos pelo espelho retrovisor, digladiando-nos ferozmente por várias razões, algumas justificáveis, outras não, em virtude da parcialidade evidente, dando voz a apenas um dos lados participantes da luta armada no país, os “donos do mundo” enxergam com farol de milha, deleitando-se com nossa divisão interna e avançando sem a devida resistência em nossas riquezas, afrontando nossa soberania.

O momento é de União. O passado foi-se. Nossos descendentes dependem daquilo que conseguirmos legar para eles. Sequer temos um Projeto Nacional de Desenvolvimento. Chega de ódio e sentimento de vingança! Houve excessos de ambos os lados e, em nome do futuro, devemos lutar ombro a ombro contra as formidáveis ameaças existentes ao nosso Progresso.

(*) Marcos Coimbra, é Conselheiro diretor do Cebres, titular da Academia Brasileira de Defesa e da Academia Nacional de Economia e autor do livro Brasil Soberano.

mcoimbra@antares.com.br   

 

www.brasilsoberano.com.br

 

Fonte: Monitor Digital via Monitor Mercantil (http://www.monitormercantil.com.br/index.php?pagina=Noticias&Noticia=133281&Categoria=OPINIAO)

11 Comments

  1. O Brasil como qualquer outro pais no mundo ja e um pais dividido. Existem grupos sociais diferentes com interesses que as vezes sao antagonicos. Isso nao quer dizer que nego que potencias estrangeiras tem interesses em formentar caos e confusoes baseados nessas divisoes que ja existem. Mas a semente dessas divisoes ja existem. Existem diferentes classes sociais,para nao falar no antagonismo racial. Na medida que o centro do imperio se estagna economicamente sua elite se torna mais paranoica e passa ver inimigos,ameacas onde nao existem. O Brasil.como crianca bem comportada nao ameaca os Estados Unidos. Eu creio que o Banco Central brasileiro e o unico dentro do chamado BRIC que nao serviu se da queda no preco do certificados de ouro para nao comprarem ouro fisico, barras, bulhao, seja la qual for o nome que se da a uma quantia especifica de ouro. China,India, Russia e Africa do Sul o fizeram. Brasilnao quis ofender o EUA, cujo FED manipulou,usando metodos fraudulentos, a queda do preco de ouro a fim de salvar o dollar que esta em perigo de ser exposto como nao tendo mais valor que a moeda de Zimbabwe.Mas assim como quem comanda ovelhas nos pastos se servem de um chicote e vez quando chicotea um carneiro so para mostrar quem esta em controle, eu creio que vez em quando a CIA provoca em acirramento nesses antagonismos que existem,so para mostrar aos politicos tupiniquim que o patropi e um pais subalterno e quenao ousa jamais pensar em ser alguma coisa diferente,

  2. PÉ DE CÃO says:

    engraçado quando o plano do dono do mundo era matar estudante de faculdade ,e fazer o brasil virar uma colônia yanke ,ai podia agora não ,não o brasil não esta dividido pois a maioria não paga para gringo nem para russo ,para dividir teria que ser metade ,mas não são uns estrelas que pela idade não sera e nem pagara pelo que fez
    mas a historia estará escrita da forma que foi e não uma invenção de comunismo libertação brasil uma cuba ,acorda para vida apenas nos transformaram em uma colônia americana e fez o nosso EB virar uma policia americana ,quer colocar as ongns no mesmo barco as ongns tem que ser tradadas como na russia investigadas pela abin

    • Os inimigos não estão fora ( talvez os patrocinadores) mas aqui dentro mesmo, dividir para conquistar, vide Raposa Serra do Sol.

  3. Blue Eyes, Na Resistência says:

    O grande inimigo sempre foi e sempre sera o interno… no mais, como animal ferido, o Brasil fica a merce de bucaneiros que, como urubus, goram o pais como se fossemos cavalo gordo, pois nossas forças armadas estão sem condições de deferder nossa soberania, ainda que em ambito interno…

    • leonardo_sp says:

      concordo plenamente com todos, o maior problema do brasil vem de ações internas, e até isso ser corrigido, nao sei nao viu acho que talvez nunca.

  4. O inimigo sempre esteve aqui dentro, desde a adoção do regime escravocrata. Os índios chegaram primeiro, não reconhecer seus direitos também é dividir. A guerra entre os brasileiros não vai ter fim enquanto uma casta achar que só ela tem direito a invadir e cercar terras, meter a mão no patrimônio público, não ser perturbada com os imperativos de lei, mandando matar ou matando quem bem entende. Mentindo através de seus meios de comunicação, defendendo irrestritamente o SUA liberdade de imprensa e dominando nosso sistema de justiça.

    • Blue Eyes, Na Resistência says:

      Vamos dar nomes aos bois… eu por exemplo, não me intimido em falar com clareza que social-democratas são democratas sim, mas com o dinheiro dos outros… como dizia Mrs Tatcher, O SOCIALISMO ACABA QUANDO ACABA O DINHEIRO DOS OUTROS… o resto é blablabla de pseudo intelectual… agora, que eles tem um plano de unificar a AL em uma URSAL cubanizada e retrograda em todos os termos, ah, isso eles tem… vamos viver de biscates e favores do grande pai ESTADO… bom mesmo sera para a NOMENKLATURA que vivera de forma nababesca a custa da miseria geral… estratificação de classes FORÇADA… lamento acabar com seus sonhos megalomaniacos, caro Wal…

    • Como disseram Blue Eyes e Capa Preta, o maior inimigo é interno. O país está entregue a uma máfia, sendo o maior exemplo disto que o sr. José Dirceu seria virtual candidato a presidência da República, o mesmo que disse que temos “excesso de liberdade” de imprensa (http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,dirceu-ve-midia-com-excesso-de-liberdade,610079,0.htm)

      Esta é a liberdade pregada pelos nossos patrulheiros ideológicos de plantão?

  5. O plano é comprarmos terra baratinho, lá no norte e nordeste, e por nossa conta mesmo astearmos a bandeira listrada e estrelada. Vamos ser pioneiros do século 21, num território selvagem, atrasado e sem dono.
    No fundo aquelas regiões pobres e semi abandonadas estão caindo de maduro para new colonizadores.
    Essa história de Brasil – carnaval – samba – futebol ser dono daqueles espaços físicos só pode ser piada. Esse tal país não dá conta de levar progresso nem para uma simples agromeração urbana de morro carioca.
    -
    A hora que quiserem tomar aquilo declaradamente de nós vão nos tomar mesmo. A coisa só não aconteceu ainda por conveniência dos donos do mundo. No fundo somos o plano B (B de Brasil é mera coincidência).

  6. Oportuna essa matéria… Olhem esta notícia:

    “Bolsa Família e os ministérios fracos
    Por Antônio Mello, em seu blog:

    O boato sobre a extinção do Bolsa Família atingiu 12 estados. Milhares de brasileiros (os mais pobres) correram às agências da Caixa com medo de não receberem o benefício.

    Dizem que o boato começou na internet. Pode ser. Mas duvide-o-dó que tenha sido espalhado por ela. Aí tem rádios populares, com toda certeza, pois o povão do Bolsa Família só tem computadores, carros e aviões na mensagem distorcida da mídia corporativa.

    Esse atrevimento de bolar e botar em execução um plano com esse alcance só acontece porque temos três ministérios fracos, acocorados – o da Justiça, o da Comunicação e a Secretaria de Comunicação, que enche de verba o inimigo que lhe ataca. Três bananas.

    A presidenta Dilma que não se engane: esse boato plantado, e que atingiu seu objetivo de provocar pânico, é apenas balão de ensaio do que vem por aí.”

    A Casa grande não tolera perder mais uma eleição…

    • Blue Eyes, Na Resistência says:

      Nascimento, meu caro, Dilma nasceu na casa grande… deu pra entender agora?… acorda filho… no Brasil temos que ver as coisas por espelhos, senão acabamos enganados… esse governo NUNCA foi popular… pode ter sido populista… e pelo jeito deu certo… convem nascermos de novo…

shared on wplocker.com