Defesa & Geopolítica

Rússia deve iniciar a construção do primeiro “Destroyer” Classe Leader em 2023

Posted by

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

Segundo o diretor do Instituto de pesquisa Krylov, Pavel Filippo, a construção do mais novo destróier nuclear projeto “Líder” está prevista para começar em 2023.

O conceito e desenho avançado deste navio foi desenvolvido pelo Centro Krylov. Em 2016-2017, o Northern Design Bureau (PKB) começou a criar um projeto técnico o qual ainda está em andamento.

Segundo informou Filippo em uma entrevista a Ria Novosti, o navio foi originalmente planejado para possuir uma unidade de propulsão CODAG cujo grupo principal seria uma Turbina a Gás, o navio era planejado para deslocar de 12-13 mil toneladas.

Frente  esta realidade e dada a necessidade de um grupo propulsor mais potente, foi então optado pela adoção de propulsor movido a energia nuclear e seu deslocamento imediatamente aumentou para 18 mil toneladas.

Como relatou Filippo:

“Qual é o resultado final? nós ainda não sabemos, é necessário perguntar ao PKB do Norte. E até onde eu sei, em 2023 devemos começar a construir este “Navio a vapor”

Na criação de uma nova geração de Destroyers para as forças navais da Rússia tornou-se conhecido em 2010. Ele será armado com mísseis anti-navio, mísseis de cruzeiro para ataques contra alvos terrestres e sistemas avançados de defesa antiaérea e defesa antimísseis. Sua principal arma deve ser o sistema de disparo universal, que pode ser carregado com diferentes mísseis.
Além disso, o “Destroyer” terá sistemas antiaéreos de mísseis e canhão principal de elevado calibre, não é descartada a doção de uma arma eletromagnética que está em desenvolvimento.

9 Comments

  1. BobSap says:

    O nosso amigo HMSTirelles gosta de fala que a Rússia está quebra e que não tem dinheiro para nada. A Resposta está ai. Rússia sabe investir e gastar o que tem com sabedoria.

    • HMS TIRELESS says:

      Que sabedoria há em planejar construir um navio que sequer têm condições de manter? ademais a data de início de construção desse monstrengo já foi adiada “N” vezes. Ou seja, a chance de ele não passar de uma maquete é altíssima…..

      • mowag45 says:

        The envelope affair tirou o sono dos seus patrõezinhos… e logo logo vcs receberão um também, só que contendo o seguinte aviso: Equipe HMS TIRELESS, seus serviços não são mais necessários. Passar no RH para acerto de contas….rsrsrs!

    • Jorge Knoll says:

      Nós que não aprendemos com eles, ate os indianos tem a nos ensinar.
      Uma vergonha

    • CESAR ANTONIO FERREIRA says:

      E tem quem ainda perca tempo com o ser dos mil nicks?

      • HMS TIRELESS says:

        Logo você falando em multiplicidade de nicks meu caro brigadeiro salomé/Higgins! Ou seria Xarliane?

  2. Adriano Madureira says:

    Essa história de que a Rússia está quebrada,está quebrando ou irá quebrar eu já ouço a tempos,mas acho estranho um país que está em falência,bater recorde em compra de ouro…

    mas cada um acredita no que quer.

  3. Marquês de São Vicente says:

    Eu mando bem em modelagem 3d. Acho que daqui a pouco eu posso ter uma marinha igual à Russa.

  4. Adriano Madureira says:

    É mais provável alguns projetos russos saírem do papel do que alguns projetos brasileiros,boto mais fé em um LHD ou uma NAe russa de quê uma NAe Brasileira…

    O projeto russo é para longo prazo,então somente o tempo dirá quem estava certo ou errado.

    Ao contrario de nós eles tem inimigos e não dependem de ninguém para seus projetos navais,estão sempre pondo no mar um navio ou submarino,não em grande ritmo mas sempre estão,e quanto a nós?!
    Nem a porcaria de um NPa classe macaé nós conseguimos pôr novamente no mar.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

shared on wplocker.com