Defesa & Geopolítica

Rússia inicia a produção de novos mísseis WVR R-74 (RVV-MD)

Posted by

Rustam, Moscou para o Plano Brasil

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

Rússia dá início a produção em série do novo míssil ar-ar de curto alcance (WVR) R-74 (RVV-MD).

A arma passou nos testes de avaliação e segundo as informações técnicas é bastante resistente às interferências.

O míssil foi projetado para engajar aeronaves de asa fixa e helicópteros em cenários de combate aéreo de curta distância. O R-74 é muito mais manobrável que as armas de séries anteriores e utiliza um buscador de IR passivo multispectral que permite engajamentos em diferentes condições, uma vez que varre o espectro eletromagnético dificultando o trabalho das “iscas” e “chamarizes” projetados para ludibriar mísseis de guiamento IR .

A arma é muito mais manobrável e conta com controle de vetoração de empuxo, um motor de combustível sólido de propulsão fixa e um detector de proximidade de radar ou um defletor de proximidade a laser (versão RVV-MDL).

Para destruir o alvo a arma conta com uma ogiva de 8 kg. O RRV-MD é desenvolvido a partir do míssil R-73 e será fornecido para a última geração de aviões de caça russos, como o Su-57 o qual possuirá uma versão diferenciada.

A unidade  de Kurganpribor STKB, pode produzir 100 unidades por mês, os quais servirão tanto para exportação quanto para a Força Aeroespacial Russa. Segundo a nota oficial da Vympel NPO, o ciclo de produção completo já é plenamente dominado e todos os componentes do míssil são oriundos da Rússia.

Para melhorar o desempenho de combate e garantir resistência às contramedidas, o R-74M como também é conhecido, utiliza um homing de duas bandas. Como em algumas versões anteriores do R-73, a arma utiliza-se tamém de um fotodetector resfriado. Segundo nota do fabricante o sistema de detecção é capaz  de engajar alvos localizados em  setores de 120 °.

Na busca o sistema de controle pode desviar 75 ° da posição neutra. O sistema diretor do míssil e o piloto automático desenvolvem comandos em conjunto para um conjunto de controles de modo a garantir a maior manobrabilidade possível. 

O míssil  possui lemes no nariz  e ailerons de cauda além de propulsores a gás que são usados ​​para ajustar a trajetória de voo alterando os parâmetros de impulso do motor.

O Míssil é capaz de atingir alvos em altitudes de 20 km  e alcance de  40 km  voando a velocidades de até 2500 km/h. A arma é muito mais efetiva que as séries anteriores e até mesmo no cenário atual, saturarudode contramedidas passivas e ativas, possui probabilidade de acerto com um único disparo superior a 60%.

 

 

Ficha Técnica

Dimensões  
Diâmetro/m:   0,17 
Comprimento / m:  2,92 
Envergadura/ m:  0,51
Desempenho  
Alcance Máximo / km:  40,0
Alcance Mínimo / km:  0,3
Altura máxima do alvo/ km: 20,0 
Altura mínima do alvo / km:  0,02 
Carga G/ g 12,0
Massa  
Ogiva/ kg: 8,0
Total / kg :  106

 

4 Comments

  1. KLESLEI DA SILVA JESUS says:

    MUITO BOM EM BREVE VOU FAZER UM VIDEO SOBRE ESTE MISSIL

  2. Eu adoraria ver a FAB com esse AAM WVR nos nossos caças e helis AH-2 Sabre !

  3. Arc says:

    Excelente notícia. Ainda existe gente que acredita no atraso da indústria russa nesse seguimento.

  4. BrunoW says:

    Interessante…
    Os Editores podia fazer uma matéria do míssil ar-ar longo alcance K-77 o tal produto 180, que será destinado a armar o Su-57 tambem, se sabe pouco deste míssil, mas segundo a midia foi assinado um contrato de aquisição no Army 2019…

Leave a Reply

Your email address will not be published.

shared on wplocker.com