Categories
Defesa Sistemas Navais Traduções-Plano Brasil

Rússia lança o maior submarino do mundo- Project 09852 KC-139 "Belgorod" a nave mãe dos submarinos "Poseidon"

Tradução e adaptação: E.M.Pinto


SEVERODVINSK, 23 de abril / TASS /.

Em cerimonia oficial, foi lançado o submarino Project 09852 KC-139 “Belgorod” o submarino de propulsão nuclear que será o primeiro transportador dos drones submarinos estratégicos “Poseidon”. O lançamento do navio foi efetuado de sua doca no estaleiro Sevmash, no norte da Rússia.

O presidente russo, Vladimir Putin, assistiu à cerimônia de lançamento do submarino por meio de um link de TV.

Mikhail Budnichenko diretor do estaleiro proferiu um pronunciamento enfatizando o papel dos construtores navais que estão em constante melhoria e produção continuada, com contratos assinados por mais de duas décadas garantidos.

Ele enfatizou:

“Os construtores navais da empresa cumpriram todas as tarefas de construir navios dentro do prazo estabelecido e com alta qualidade”.

Depois disso, o Comandante do Navio Capitão Anton Alyokhin tradicionalmente esmagou uma garrafa de champanhe contra a quilha do navio. A construção do submarino será concluída após o lançamento ao mar.

Uma fonte do setor de defesa disse à TASS que os testes do reator nuclear do submarino e seus testes no porto estão programados para este ano.

O Belgorod realizará testes marítimos em 2020 e após as suas aprovações, será entregue à Marinha até o final desse ano, observou a fonte.

Outra fonte na indústria de defesa disse à TASS que o novo submarino seria capaz de transportar seis drones estratégicos.

O submarino nuclear Belgorod foi inicialmente construído sob o Project  949A ‘Antey’.

O submarino foi colocado no estaleiro Sevmash em 24 de julho de 1992. Em 20 de dezembro de 2012, foi novamente lançado sob o Projeto 09852.

As características operacionais exatas do submarino para fins especiais são secretas e desconhecidas, porém, o Ministério da Defesa da Rússia informou em novembro de 2018 que a tripulação do submarino de Belgorod havia sido formada.

O navio terá no entanto a missão de transportar e comandar o drone submarino Poseidon o qual foi revelado pelo presidente russo Vladimir Putin em seu discurso à nação na Assembléia Federal em 1 de março de 2018.

O líder russo disse que a Rússia já havia desenvolvido drones capazes de se mover em grandes profundidades, em distâncias intercontinentais a uma velocidade superior aos dos subamarinos convencionais.

Como o presidente russo disse, esses drones podem ser armados com munições convencionais ou nucleares, o que lhes permitirá atacar uma ampla gama de alvos. O drone Poseidon terá um alcance operacional ilimitado e uma profundidade operacional de mais de 1 km.


Fonte: TASS

Categories
Uncategorized

Primeira imagem do Sukhoi Su-30SME da Força Aérea de Myanmar

Por Tito Lívio 

Segundo imagens divulgadas pelo ASEAN Military Defense Forum onde mostra possivelmente a primeira aeronave Su-30SME destinada a Myanmar. Segundo Informações a aeronave que ainda esta sem pintura estava na Irkutsk Aviation Plant onde estava realizando os últimos testes de solo antes de realizar seu primeiro voo. O Su-30SME é a variante de exportação do Su-30SM que foi desenvolvido para a Russia com base no Su-30MKI.

Em 22 de janeiro de 2018, a Força Aérea de Myanmar (Tatmadaw Lei) realizou a encomenda de 6 caças multifuncionais Sukhoi Su-30SME, versão de exportação da nova geração do Su-30SM (uma derivação russa do Su-30MKI indiano), o valor do contrato não foi informado, segundo a agência russa TASS.

Além dos Su-30, vale lembrar que Myanmar realizou aquisições recentes de 31 caças táticos médios Mikoyan-Gurevich MiG-29 em 2001, 2002 e 2009 (sendo 24 MiG-29A e 6 MiG-29S); 16 caças leves Chengdu FC-1/JF-17 encomendados em 2015; e treinadores avançados Yakovlev Yak-130 com considerável capacidade de ataque ao solo, com a compra de 12 aeronaves.

Desde 2000, Myanmar já importou mais de US$ 3,5 bilhões em armamentos, tendo em ordem decrescente, a Rússia (1,57 bi), China (1,5 bi), Ucrânia (98 mi), Israel (94 mi), Índia (69 mi), Sérvia (65 mi) e Bielo-Rússia (57 mi) como seus principais fornecedores. Mesmo com as sanções aplicadas pela União Europeia por “violações a direitos humanos” contra minorias étnico-religiosas, houve aquisições de equipamentos da Alemanha, Países Baixos, França, Bélgica e Coréia do Norte. Segundo dados coletados da SIPRI.

Muito desse ambicioso programa de reaparelhamento das Forças Armadas de Myanmar (Tatmadaw) se deve a graves problemas internos – como as insurgências dos Rohingya, minoria muçulmana no oeste do país, perto da fronteira com Bangladesh, e dos Karen, minoria étnico-linguística no leste, na fronteira com a Tailândia; mas também deve-se destacar o crescimento econômico do país (média de 6% desde 2015) devido a pesados investimentos chineses em sua infraestrutura rodoviária e portuária para escoamento de seus produtos (evitando o estrangulamento no estreito de Malaca, em Singapura) e suas exportações de gás natural para a China e Índia.


As recentes aquisições permitirão ao Tatmadaw se impor como uma das forças mais modernas e equipadas do Sudeste Asiático, fazendo esse pequeno país se colocar como uma importante força militar regional perante a rivais muito maiores e desenvolvidos economicamente, como Tailândia, Vietnã, Malásia e Indonésia. Além de dissuadir outros atores regionais como Bangladesh, Índia e China.

Categories
Defesa Sistemas Navais Traduções-Plano Brasil

Estaleiro Sevmash dá início a construção de duas fragatas Project 22350 " Almirante Gorshkov"

Tradução e adaptação-E.M.Pinto


ST. PETERSBURGO, 23 de abril / TASS /. O presidente russo, Vladimir Putin, participou da cerimônia de lançamento de duas fragatas da série Project 22350 no Estaleiro Sevmash, no norte da Rússia.

Putin instalou uma placa de quilha da primeira fragata. A cerimônia de instalação de uma placa de quilha da segunda fragata contou com a participação do vice-primeiro-ministro Yuri Borisov, do ministro da Defesa, Sergei Shoigu, e do ministro da Indústria e Comércio, Denis Manturov.

O almirante Nikolai Amelko contribuiu considerável durante seu serviço militar ao desenvolvimento da Marinha e participou ativamente da defesa de Leningrado durante a Grande Guerra Patriótica da União Soviética contra a Alemanha nazista em 1941-1945.

O almirante Vasily Chichagov (1726-1809) era um comandante naval russo e um pesquisador polar. Durante a guerra com a Suécia, ele conquistou vitórias notáveis ​​como o comandante da Marinha na Batalha de Öland, a Batalha de Reval e a Batalha de Vyborg.

Fonte: TASS

Categories
Defesa Rússia Sistemas de Armas Sistemas Navais Tecnologia Traduções-Plano Brasil

Os estaleiros de Kaliningad, na Unidade de Construção Naval do Báltico  iniciaram a construção de dois novos navios de desembarque Project 11711

Tradução e adaptação-E.M.Pinto

 

Os estaleiros de Kaliningad, na Unidade de Construção Naval do Báltico  iniciaram a construção de dois novos navios de desembarque Project 11711, construídos simultaneamente a Marinha Russa planeja introduzi-los em até 2025, informou a TASS .

O presidente Vladimir Putin, que atualmente está em São Petersburgo, participou da cerimônia solene no modo de videoconferência. Supõe-se que um dos grandes navios de desembarque (BDK) terá o nome de Vladimir Andreev  o almirante soviético, participante da Grande Guerra Patriótica. O segundo será nomeado Herói da União Soviética, Major-General Vasily Trushin.

O projeto BDK 11711 é projetado para o desembarque de tropas, transporte de máquinas e equipamentos. Eles podem transportar até 13 tcarros de combate pesados ou 36 veículos blindados, ou ainda, veículos de combate de infantaria. O navio tem capacidade para o transporte de uma força de vcerca de 300 militares.

O comprimento dos navios é de 120 m, eles são armados com armas automáticas de seis canos de 30 mm. O navio líder do Projeto 11711, “Ivan Gren”, chegou à frota do norte em outubro do ano passado.