Defesa & Geopolítica

Army-2018:- Sistema de mísseis superfície-ar Buk-M3 é exibido pela primeira vez na mostra exterior para o público

Posted by

Sugestão- Rustam- Moscou

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

Teve início em 21 de agosto de 2018, no Patriot Parque Militar Patriótico em Kubinka, o Fórum Técnico Militar Internacional “Army-2018”, no qual dentre inúmeros expositores, está presente a JSC “Almaz-Antei” que pela primeira vez expõe ao público, um sistema de mísseis de defesa aérea 9K317M Buk-M3.

O sistema que nos fóruns anteriores foi exibido apenas na exposição fechada, onde, em particular, em 2016, foi flagrado recebendo a visita dos membros da delegação militar do Egito.

O sistema de defesa aérea Buk-M3 está sendo usado pelas Forças Terrestres da Rússia desde 2016. O sistema de mísseis de defesa aérea “Buk-M3” é produzido pela JSC “Ulyanovsk Mechanical Plant”, que faz parte do JSC “Concern VKO Almaz- Antey “.

A estrutura do Buk-M3 (o desenvolvedor do NIIP nomeado após VV Tikhomirov) inclui o posto de comando 9S510M, a estação de detecção e designação de alvo com o radar 9S36M, duas lançadoras autopropulsadas (SOA) 9A317M com seis antiaéreos mísseis guiados 9M317M, um ou dois transportadores-lançadores (TPU) 9A316M com 12 mísseis guiados 9M317M, bem como máquinas de carregamento de transporte (TZM) 9T243.

Os parâmetros do sistema de armas passaram a ser conhecidos recentemente. O míssil do sistema atinge uma velocidade 5.600 km / h ou Mach 4.6 e é capaz de efetuar manobras com grande agilidade graças aos lemes reativos. O intervalo entre os disparos entre um míssil e outro é de menos de um segundo em qualquer direção.

A busca pelos alvos é efetuada por comandos ou homing ativo, ou em combinação. O radar térmico funciona em qualquer alvo a qualquer momento e em qualquer tempo. Fontes russas afirmam que o sistema pode destruir o sistema MGM-140 ATACMS, embora isso nunca tenha sido realmente tentado.

A detecção de radar, orientação e alvo opera em um intervalo de ± 60 ° 9S36. A arma é capaz de engajar alvos à baixas altitudes de  7-10 m e detectar a uma distância de até 35 km, alvos como o AGM-158A “JASSM” podem ser detectados a uma altitude de 20 m, e o sistema pode detectar armas cujo RCS seja acima de 0,1 m² a uma distância de 17-18 km.

O radar detecta alvos a uma altitude de 5 metros e, na prática, o sistema demonstrou a sua capacidade de destruir mísseis anti-navio que voam a essa altitude.

O sistema pode usar o lançador do sistema S-300V e segundo informações possui alcance de  65 km. A operação pode ser autônoma ou integrada a outras baterias e sistema de guiagem e controle.

O sistema compartilha informações com outras baterias de sistemas como S-400 dentre outras e a probabilidade de acertar é elevadíssima. Segundo o fabricante, mísseis balísticos também podem ser destruídos de maneira similar a outros tipos de alvos. O tempo para uma bateria entrar em operação e ser desmobilizada para se evadir de uma zona crítica é de 20 segundos.

3 Comments

  1. Gilbert says:

    Pena que não temos umas baterias dessas

    • A Máquina Troll says:

      Vc esta enganado…somos o pais do carnaval…

      • Ayorya says:

        Kkkkkkk

shared on wplocker.com