Defesa & Geopolítica

Portugal adquiri veículos blindados 4×4 URO VAMTAC ST5

Posted by

A empresa espanhola UROVESA (URO, Vehículos Especiales, S.A.) anunciou recentemente, a assinatura de um contrato com o Ministério da Defesa Nacional de Portugal visando a entrega de 167 veículos blindados 4×4 URO VAMTAC ( Vehículo de Alta Movilidad Táctico) ST5 para o Exército.

O contrato avaliado em 60.8 milhões de euros engloba 139 viaturas das quais 107 para transporte de tropas, 13 ambulâncias, 12 forças especiais, 7 postos de comando que devem ser entregues até 2020.

5 Comments

  1. Veículo inicialmente como uma cópia local do Hummer. Com o tempo a empresa conseguiu experiência e incluiu melhorias. Hoje ele é bem mais eficiente e seguro. Perdemos com a concorrência do EB para o veículo 4×4. Mesmo o Tupi da avibrás sendo uma versão local do Shepard frances, ele futuramente incorporaria lições de construção e os veículos do segundo lote seriam diferentes, e este seria um veículo nosso, não apenas um veículo comprado e produzido localmente, sem ganho de know how para a indústria nacional.

    • Errado. O Vamtac começou a ser desenvolvido em 1986 (cerca) após a Espanha anunciar um programa chamado Veículo Táctico 4×4 de Próxima Geração sendo que o Humvee era o concorrente óbvio na altura contudo o governo deu à Urovesa tempo para desenvolver um veículo indígena, A resposta foi apresentada em 1994 (ou 96). O Vamtac apresenta um desenho muito parecido mas tinha várias vantagens sobre o Humvee, porque não foi adoptado por mais países não sei

  2. Parabéns aos portugas, umq patrulhs 4×4 e fundamental para vigilância, nas guerrilhas urbanas de hoje.

  3. Esse veículo me lembra em muito o Gladiador II da Inbra Blindados.
    Temos acordos de cooperação com os portugueses, porquê não ofereceram nossos blindados 4×4 aos portugueses?
    Respondo: porquê nosso amado EB resolveu adotar o LMV da Iveco em detrimento das opções nacionais Guará 4WS, Gladiador II, AVB Ares; sendo assim fica difícil exportar um equipamento que não foi adotado nem mesmo pelas FAAs de seu país de origem.
    E continuam jogando “pás de cal” na soberania nacional !!

  4. Esse veículo me lembra em muito o Gladiador II da Inbra Blindados.
    Engraçado que temos cooperação com Portugal na área de defesa, bem que poderíamos ter oferecido nossos 4×4 (Gladiador, Guará 4ws e AVB Ares) aos portugueses.
    Mas fica complicado vender algo que nem as FAAs do país fabricante adquiri, pois nosso amado EB resolveu optar pelo LMV Iveco.
    Muito triste isso!

shared on wplocker.com